Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Viva a liberdade!

por Luís Menezes Leitão, em 03.12.14

 

Fui recentemente ver o filme Viva a Liberdade, que demonstra perfeitamente o estado que a esquerda actualmente atravessa na Europa. O filme relata a história do líder do partido de esquerda em Itália, que se vê absolutamente incapaz de fazer oposição ao governo de direita, começando a ser altamente contestado no seu partido. Em consequência, decide fugir para Paris, deixando o partido sem líder.

 

Os seus assessores resolvem, porém, ocultar a sua fuga, indo buscar o seu irmão gémeo para fingir que ele ainda estava no cargo. Só que o irmão gémeo é completamente louco, tendo acabado de sair do manicómio. Pois precisamente por ser louco, ele põe-se a fazer discursos de esquerda como alternativa para a crise, chegando ao ponto de citar Brecht perante uma multidão. O partido fica deslumbrado, o Presidente da República fascinado, as sondagens sobem em catadupa e o louco corre o risco de ser eleito chefe do Governo.

 

Moral a retirar deste filme: só um louco nesta época de crise é que se lembraria de fazer discursos de esquerda. E de facto quando pensamos na agenda para a década de António Costa, no discurso gongórico de Sampaio da Nóvoa, ou na liderança hexacéfala do Bloco de Esquerda, achamos que estamos no domínio da irracionalidade política. Mas como dizia Fernando Pessoa, sem a loucura o que é o homem? Mais que a besta sadia, cadáver adiado que procria?

 

Os tempos estão propícios para um canto de sereia.

Tags:


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Também temos a 03.12.2014 às 09:59

Uma espécie de Baptista da Silva.
Sem imagem de perfil

De l. rodrigues a 03.12.2014 às 10:18

E no entanto, chegámos onde chegámos por darmos ouvidos a "PessoasMuitoSérias©".
As PessoasMuitoSérias© disseram-nos como era importante entrar na Europa e depois no Euro.
As PessoasMuitoSérias© incitaram-nos a empenhar tudo para comprar uma casa, umas férias e mais um carro a cada 3 anos.
As PessoasMuitoSérias© foram sempre dizendo que não era altura de distribuir melhor a riqueza, se queres viver melhor pede emprestado, não peças um aumento.
As PessoasMuitoSérias© enfiaram o mundo numa crise financeira de proporções incalculáveis.
As PessoasMuitoSérias© disseram que tinham a solução para a crise, que era primeiro salvar os bancos e depois fazer os contribuintes pagar por isso.
As PessoasMuitoSérias© insistem que o BCE não pode emprestar aos estados mas pode emprestar aos bancos para as suas aventuras especulativas.
As PessoasMuitoSérias© acreditam que a nossa dívida é para pagar, sem considerarem que a sua estratégia para o fazer é o que o vai tornar impossível.
As PessoasMuitoSérias© ao fim de 6 anos da sua receita, e dos previsíveis resultados desastrosos da mesma, não admitem por um segundo que estão erradas.

Uma pessoa que diga estas coisas, que são meras constatações de facto, é chamado de esquerdista, ou pior, de louco.

Sem imagem de perfil

De Carlos Faria a 03.12.2014 às 10:18

Um filme para muitos inoportuno com certeza... é que de facto ser realista é algo que não rende fã na política
Sem imagem de perfil

De Vento a 03.12.2014 às 10:39

As marés são influenciadas pela acção gravitacional da Lua e do Sol.
E as mudanças radicais que se têm feito sentir alteraram substantivamente o cosmo.
E se chamo a atenção para a acção gravitacional não quero que ao leitor passe despercebida a noção de gravidade que lhe subjaz. Entre a referida acção e a gravidade encontramos as diferentes marés e também o tipo de espuma que se deposita sobre o areal, que dependendo do estado de saturação ou não as absorve mais rapidamente ou lentamente.

O bom observador do comportamento das marés já se deu conta que existem momentos na vida em que a acção do Homem deve ser similar às vagas da maré enchente, isto é, sempre que recuam quando voltam chegam mais longe.

Tudo isto para vos dizer que a Lua se apresenta com a sua face escura:
https://www.youtube.com/watch?v=DLOth-BuCNY
Sem imagem de perfil

De Vento a 03.12.2014 às 11:05

Pretendo incluir o link que anexo no anterior comentário e passou-me.

http://economico.sapo.pt/noticias/queda-na-industria-e-servicos-pressiona-draghi-a-agir-ja-amanha_207441.html

Temos um governo de poetas em matéria económica e financeira e a única desculpa que vão usar será exactamente atirar para a troika e "compromissos" estabelecidos a causa de suas políticas. Todos sabemos que a situação é má e tem sido má ao longo de muitos anos, mas a pior coisa que nos poderia ter acontecido em matéria de resolução destes problemas era aparecer-nos gente paupérrima com alucinações refundadoras e renovadoras.
Imagem de perfil

De cristof a 03.12.2014 às 15:52

Não entendendo grande coisa de política,mas julgo que com dizentes como o Nodoa, o Ferro...o melhor é cancelarem a m. nevoeiro para a coroação do daosebastiao Costa. E ainda as oposições não começaram a ressuscitar as afirmações dos ditos no passado; aí a festa ainda vai ser mais brava.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D