Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Vinte e quatro horas

por João Sousa, em 18.04.20

Na quinta-feira:

António Costa, 16-04.png

Na sexta-feira:

António Costa, 17-04.png

Por todos os santinhos, não lhe perguntem nada hoje!!!


22 comentários

Perfil Facebook

De Rita Barbas Calvo a 18.04.2020 às 17:54

Não, não perguntamos.
Sem imagem de perfil

De Vento a 18.04.2020 às 18:12

Sinceramente, não consegui ver nada através das ligações que não o que já está postado.

Mas em matéria de austeridade e não austeridade, pós abertura paulatina à normalidade, era importante que Costa concretizasse para que saibamos o que será diferente do que até agora tem sido nesta matéria.

Sim, precisamos saber o que mudou no Ecofin e em Bruxelas para além da deslocalização do CR7 das finanças.

Em matéria de austeridade, no que me toca em pessoa, dar-lhe-ei tanta importância quanto à importância que atribuo aos histerismos e ignorâncias aplicadas em torno dos comportamentos com este covid. Isto é: não deixarei de agir de acordo com os conhecimentos que possuo na matéria, e que actualizo, e com a minha consciência. Portanto, eu não me sinto confinado. A única anormalidade que continuo a sentir e a viver é o de ter de partilhar a vida com tanta pantominice.
Sem imagem de perfil

De Bea a 18.04.2020 às 18:40

Mas há alguém que julga que os milhões que aí vêm não têm de ser pagos?!
Sem imagem de perfil

De sampy a 18.04.2020 às 21:42

"As dívidas não são para pagar... gerem-se."
Imagem de perfil

De João Sousa a 18.04.2020 às 21:50

"Pagar a dívida é uma ideia de crianças."
Sem imagem de perfil

De Bea a 19.04.2020 às 23:01

essa máxima socrática não deu grande resultado.
Sem imagem de perfil

De o cunhado do acutilante a 19.04.2020 às 01:19

Podem perfeitamente não serem pagos.
Falem com o Sporting e inteirem-se de como se dá a golpada.
Sem imagem de perfil

De Bea a 19.04.2020 às 23:03

Sim, o Sporting é um bom exemplo, um clube que está de excelente saúde.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.04.2020 às 18:41

Não há motivo para preocupações.
Hoje é como qualquer outro dia: Seja o que Deus quiser.

José de Bêtum
Imagem de perfil

De João Sousa a 18.04.2020 às 21:52

... e amanhã vai fazer sol - se não chover...
Perfil Facebook

De Antonio Vaz a 18.04.2020 às 19:29

«Por todos os santinhos, não lhe perguntem nada hoje!!!»
Não creio que títulos de notícias - mesmo que até seleccionados de uma mesma fonte - sirvam para responsabilizar (neste caso) o PM do que eles pretendem "sugerir"... já que, como toda a gente sabe, até o próprio conteúdo da vasta maioria das notícias é, de algum modo, uma interpretação de acontecimentos por parte dos seus autores: é por isso que, alguns de nós preferem ler o (acreditar no) I e outros, (n)o Diário de Notícias. Uns preferem o que chamam de conteúdo noticioso da SIC e outros, o da RTP.

Do que eu, tenho ouvido da boca do próprio PM, diria que ele sabe que tem de haver alguma austeridade mas não essa "austeridade". Explico-me: há a "austeridade" dos que querem "ser mais troikistas do que a troika", dos que vivem ainda hoje com o credo na boca de que "vem aí o diabo" e, depois há os que sabem que não havendo muito dinheiro disponível (Portugal é pobre mas isso nem é um fenómeno recente), ele terá de ser aplicado em algo que reproduza mais riqueza para poder continuar a fazer movimentar o maldito círculo vicioso económico-financeiro necessário a tudo o que o Estado é obrigado, para criar uma sociedade mais justa e saudável. A "austeridade" provou ser uma fórmula errada: «foi uma má ideia e seria uma má ideia»

Sou reformado e até tenho uma reforma que permite viver confortavelmente. Até meados de Janeiro, tinha a certeza de que ela estava garantida para o resto da minha vida. Hoje, não tenho tanta certeza do amanhã... Diz o PM: «Já ando nisto há muitos anos para não dar hoje uma resposta que amanhã não possa garantir» e é isso que deve dizer, na minha opinião, sobre o amanhã. Sim, sei que para alguns, o mal está - como já vi aqui escrito no DO! - em que este governo "só faz trapalhadas" e que é por isso que vamos, muito em breve, descobrir que afinal o diabo sempre acabou por vir... são os que nunca ouviram falar da crise financeira de 2008... sim, os mesmos que agora dizem que o COVID-19 é uma gripe e, os mesmos que vão, muito em breve, fazer de conta que os "xuxalistas" apenas provocam bancarrotas porque, lá dizia a Thatcher, «The problem with socialism is that you eventually run out of other people's money».
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 18.04.2020 às 19:32

Não lhe perguntem nada, nunca!

Mesmo assim debitará palavras até mais não.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.04.2020 às 19:40

Um mentiroso encartado.Muitos papalvos cegos que ainda o levam a sério.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.04.2020 às 20:12

Deve pairar uma maldição sobre a Ibéria : vejam a pandilha monclovita aqui do lado - inenarravelmente pior do que o que nos toca aquém-Caia.
IUm misto de leviandade incompetente combinada com diletantismo ideológico, tudo multiplicado por 17. Galiza, a possível excepção.
E a suspeita de uma mão que embala o berço, não necessariamente espanhola.
.
Um molho de brócolos ao qual não se vê saída.
Fernando Ónega ( La Vanguardia, hoje, 18 ) bem o reflecte...

JSP
Sem imagem de perfil

De sampy a 18.04.2020 às 21:44

O homem anda a atirar palha ao ar, para ver de que lado está o vento.

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D