Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Blogue da semana

por Fernando Sousa, em 07.01.19

Estive mais de uma vez para escolher o Horas Extraordinárias nesta rubrica. Por isto ou por aquilo nunca aconteceu. Calhou agora, atraído outra vez pela escrita da autora, a Maria do Rosário Pedreira, uma escrita sincera, limpa de vaidades, limpa de moralismos, para falar apenas de dois dos pecados da blogosfera, e ainda por me trazer novidades como a publicação, para breve, de alguns dos meus maiores, como Frost ou Conrad. Fica reparado o adiamento. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Parabéns, apesar de tudo!

por Fernando Sousa, em 10.12.18

À vista do que se propôs, e do que aí está, parece um texto morto. E no entanto ninguém pode garantir que sem ela, a Declaração Universal dos Direitos Humanos, essa velhinha sorridente que faz hoje anos, 70, a coisa não estivesse mais preta. Apesar de tudo nascemos hoje mais iguais em dignidade e em direitos do que em 1948. Os direitos humanos já não são só de barões, de homens, homens brancos, branquinhos e baptizados, e europeus, graças a Eleanor, P. C. Chang, Cassin, Malik e outros, um saco de gatos por quem na altura ninguém deu muito. Faltam ainda muitos direitos no texto, pois faltam, os de terceira e os de quarta geração, e até já se fala dos de quinta, mas eles virão todos, é uma questão de tempo mesmo que não calhe no nosso. E que o direito à busca da felicidade seja um deles pois não somos menos do que o bom povo de Virgínia. Não sei se se andou pouco, sei que se andou um bocado e só não se irá mais longe se a marca de água dos dias que correm, o pessimismo, falar mais alto. Há pactos, ainda hoje vai nascer um em Marraquexe, ainda que coxo, e instrumentos de acompanhamento, e até de castigo, mesmo que pelo meio haja muita música. E há muita! É tudo muito larvar, tudo muito no princípio, tudo muito cheio de armadilhas, olhem só o que aconteceu aos jovens peritos da ONU no Zaire, a Zaira e o Sharp, traídos por quem os mandou para lá! Mas se o caminho não for o começado há 70 anos, é qual? Portanto e por muito que isso custe a relativistas, islamistas e outros istas, parabéns, declaração - apesar de tudo!

250px-Eleanor_Roosevelt_and_Human_Rights_Declarati

Autoria e outros dados (tags, etc)

Post-it

por Fernando Sousa, em 05.12.18

images.jpg

Nelson Mandela

Mvezo, 18 de Julho de 1918 — Joanesburgo, 5 de Dezembro de 2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pensamento da semana

por Fernando Sousa, em 25.11.18

«Compreender o mundo é olhá-lo desligado dos nossos sentimentos.»

 

Susan Sontag, in Renascer

 

Este pensamento acompanhou o DELITO durante toda a semana

 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Post-it

por Fernando Sousa, em 22.11.18

Primeiro foi o Halloween, agora é o Thanksgiving. A seguir será o Mamby on the Beach na praia de Carcavelos, o Bay to Breakers na Ponte 25 de Abril, o Fun Fun Fun Fest no Meco, o Saint Patricks Day, e, por fim, o 4 de Julho e majoretes na Avenida da Liberdade? Que país tão poroso, raios!...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Post-it

por Fernando Sousa, em 15.11.18

Dia Mundial da Filosofia de 2018: Filosofia e Humanismo: podemos acreditar na Humanidade? Sim, podemos, se queremos acordar melhor amanhã. Só um aviso: cuidado com a moda do relativismo. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Post-it

por Fernando Sousa, em 13.11.18

Agora sempre que vou à FNAC não encontro o (livro) que procuro. Tenho que andar nos alfarrabistas, e às vezes nem aqui tenho sorte, além de que é um lugar péssimo para a asma. Alguém tem por aí a Ilha dos Condenados, do Stig Dagerman?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

In Memoriam

por Fernando Sousa, em 11.11.18

Ergueu-se Abraão, rachou a lenha e partiu

E consigo levou a chama e um cutelo.

E quando juntos se quedaram ambos,

Isaac, filho primeiro, assim falou: `Meu Pai

Tudo está preparado, o ferro e o fogo

Mas qual é o cordeiro a imolar nas chamas?`

E Abraão prendeu o jovem com cinturões, correias,

Em redor construiu trincheiras, parapeitos

E empunhou o cutelo para matar seu filho.

Dos céus um Anjo lhe bradou então

E disse: `Não levantes a mão contra esse jovem

Nada tentes contra ele que é teu filho.

Vê! Um cordeiro preso está ali naquela sarça.

De orgulho oferece um sacrifício em vez do jovem.`

Mas por não querer assim, matou o velho o filho

E um por um também metade dos filhos da Europa. 

 

Parábola do Jovem e do Ancião, de Wilfred Owen, poeta inglês morto nas trincheiras uma semana antes da assinatura, há cem anos, do Armistício da Guerra de 1914-18, in Elegias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Post-it

por Fernando Sousa, em 08.11.18

Uma pergunta: se durante uma lide o touro der uma cornada num desses moços apertadinhos em sedas, adornos, luces, fru-frus, aos gritos de hei, hei, o animal tem direito a palmas, ou fica mal? Só para saber. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Post-it

por Fernando Sousa, em 07.11.18

Quando a vi agora na imprensa chilena percebi logo que tinha morrido, ela, Ana de Recabarren, que só os anos, 93, e a doença calaram. Conheci-a em 98, em Santiago do Chile, na sede da Associação dos Familiares dos Detidos Desaparecidos, de que fora uma das fundadoras, e nunca mais esqueci o seu olhar já seco e a sua voz apostada: "Vivos mos levaram, vivos os quero!" Em 1976, a DINA levou-lhe o marido, Manuel, dois filhos, e uma nora, grávida. Ana maldisse então tudo o que mexia na terra e no céu mas depressa secou as lágrimas e arregaçou as mangas.E nunca mais baixou os braços. Até há dias. São estas pessoas que são o sal da terra. 

32.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Post-it

por Fernando Sousa, em 06.11.18

Faz hoje anos, 43, que Marrocos se apoderou do Sara Ocidental, perante a passividade da Espanha franquista. Foi a Marcha Verde. Os sarauis nunca foram ouvidos. Só para lembrar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O meu "Cinema Paraíso"

por Fernando Sousa, em 06.08.18

Os restos do Sintra Cinema, o meu "Cinema Paraíso". Abbot & Costello, Jerry Lewis, Cantinflas, Tarzan, por Johnny Weissmuller, Robin, segundo Errol Flynn, uma vez ou outra Chaplin, sempre antecedidos das chatíssimas Actualidades e da propaganda do regime. E, pelo meio, cortes e mais cortes, evidentemente assobiados e pateados. No seu lugar vai ser construído um hotel com 54 quartos. 

36262137_10216130018021083_6503884416740229120_n.j

 

36308839_10216130021381167_7299400879235399680_n.j

 

36320117_10216130017421068_8011515759811362816_n.j

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pensamento da Semana

por Fernando Sousa, em 05.08.18

"[...] É impossível examinar os problemas assustadoramente complexos da vida pública se estivermos simultaneamente preocupados em, por um lado, discernir a verdade, a justiça e o bem público e, por outro, em conservar a atitude que convém a um membro de um determinado grupo. A faculdade humana de atenção não é capaz de ter ao mesmo tempo esses dois cuidados. De facto, qualquer pessoa que se prenda a um deles abandona o outro. [...]"

Simone Weil, "Nota sobre a supressão geral dos partidos políticos", Antígona, 2017. 

 

                                Este pensamento acompanhou o DELITO durante toda a semana

Autoria e outros dados (tags, etc)

Rapazes, lembram-se?

por Fernando Sousa, em 01.08.18

20180731_113355-1.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Blogue da semana

por Fernando Sousa, em 25.03.18

Um dos blogues que acompanho com alguma regularidade é o Escrever é triste. O que encontro nele? O mesmo que encontrou o nosso saudoso Pedro Rolo Duarte quando, no último dia de 2012, à procura de um que o surpreendesse pelo talento, diversidade, novidade, qualidade, ousadia e criatividade, coisas raras de encontrar bem casadas, o elegeu blogue da semana na sua Janela Indiscreta. Não tenho lá nenhuma assinatura que prefira a outra, ainda assim não perco uma notinha que seja do que lá deixa por exemplo a Rita Roquette de Vasconcellos ou o Manuel Fonseca. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Blogue da semana

por Fernando Sousa, em 11.12.17

Ao tempo que não vejo por aqui o Eduardo Pitta. Há umas duas semanas reli no blogue que alimenta há dois anos um pedacinho da memória que guarda do 25 de Novembro (1975). E isso levou-me à releitura de Um Rapaz a Arder. E a remeter agora os leitores do DO para uma espreitadela ao Da Literatura, que, cá para mim, é das melhores coisas aí da blogosfera. EP sabe como poucos ir ao essencial sem perder pelo caminho nem a elegância nem o conteúdo. É um gosto lê-lo (apesar de algum proselitismo). E relê-lo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Blogue da semana

por Fernando Sousa, em 04.06.17

Eh, pá, andava tão farto de blogues de adivinhos e de sem-abrigos que voltei esta semana quatro vezes ao Domadora de Camaleões. É o meu país de asilo. Informa, tem uma escrita cristalina, diz muito em pouco, mete um acontecimento num bilhete-postal e fá-lo voar, escreve sobre o amor sem escorregar, põe-nos à frente do nariz tragédias que o tempo deixou com os pés de fora, como a das “Biranganas” do Bangladesh, da guerra de 1971. Não tem bugigangas. Não chateia. Destoa da blogosfera. Grande Lena!

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Foi na véspera de Natal de 1914, em Ypres, na Bélgica. À noite, nas linhas inglesas, alguém começou a cantar o Adeste Fidelis, o lado alemão fez coro. Um inglês gritou que ia sair da trincheira desarmado, um alemão fez o mesmo. Outros seguiram-nos. Trocaram presentes. Jogaram futebol. A trégua informal terá abrangido 100 mil soldados inimigos. Aconteceu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Obrigado, Rodolfo

por Fernando Sousa, em 23.12.16

e portanto e porque acho injusto que as pessoas não saibam nem quantas são nem como se chamam as renas do Pai Natal, o que além do mais é pouco cristão, ou para me limpar de um dia ter comido, sem saber, num hotel de Helsínquia, uma deliciosa carne rosada que só no fim me disseram de que era, ou em homenagem aos deputados que entretanto e por fim reconheceram que os animais não são coisas, deixo aqui, um a um, os nomes das incansáveis companheiras do bom velho: Corredora, Dançarina, Empinadora, Raposa, Cometa, Cupido, Trovão, Relâmpago e, claro, Rudolfo, a do nariz vermelho e brilhante, capaz de conduzir o trenó e as amigas por entre os mais grossos nevoeiros e as mais violentas tempestades, aparcar sem problemas no estacionamento das grandes superfícies e pairar ao milímetro sobre as nossas chaminés. Nove portanto, ao todo, e não oito apenas como eram até ao século XIX, sem o Rodolfo. Que fique o registo e o reconhecimento, no meu caso por me terem feito companhia a vida toda, colorido e aquecido a imaginação e tornado a realidade menos cinzenta, ácida, fria e geométrica. Obrigado, renas, bom Natal a todos.

FreeVector-Christmas-Reindeer[1].jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Blogue da semana

por Fernando Sousa, em 19.12.16

Pois parabéns com alguns dias de atraso aos cooperantes – eh, pá, esta dos cooperantes aqui juro que me veio de repente aos lábios e me soube bem! – do Escrever é triste, entre nós desde o dia 14 de Dezembro de 2011, que me foram entusiasmando mas nunca abracei como devia, que escrever também pode ser isso. Ele aí vai, esse abraço adiado! Devo aos tristes Manuel S. Fonseca, Rita Vasconcelos e outros, que eles são muitos, alguns dos melhores posts desta torrente de escrita, pois se escrever pode “impedir a conjugação de tantos outros verbos” (Drummond de Andrade), ler pode ir ao encontro do sol que faz lá fora. Informado, versátil, diverso, maduro e sei lá mais o que dizer dele, é um dos meus blogues. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D