Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



They Live

por João Sousa, em 18.10.20

Portugal 2020

obey
Fotograma de They Live (1988)

Perdoa-me

por João Sousa, em 16.10.20

perdoa-me
(fotografia na capa do Público de hoje)

"Olhem para mim tão condoído com as coisas que sou forçado a fazer! Eu sei que vos dou uns abanões (constitucionais) mas é tudo pelo vosso bem!"

(inspiração do título)

Carnaval

por João Sousa, em 14.10.20

A fantasia da propaganda política:

propaganda costa ccdr.jpg

A realidade:

"CCDR distribuídas como Rio e Costa combinaram. Único candidato independente perde para socialista"Observador

A mulher barbuda

por João Sousa, em 11.10.20

a mulher barbuda.png
(descrição na página do programa Todas as Palavras)

Fique descansado

por João Sousa, em 09.10.20

«Marcelo Rebelo de Sousa: escolha do novo presidente do Tribunal de Contas "foi intencional"»

Oh senhor presidente, a esse respeito fique descansado. Estou seguro de que nem ao mais distraído ocorre a ideia de, por detrás da não recondução de Vítor Caldeira e da nomeação de José Tavares, não haver senão intenções.

BdP

por João Sousa, em 07.10.20

Narciso Michelangelo Caravaggio

Distraído nestes últimos dias, nem percebi que ontem o Banco de Portugal de Mário Centeno apresentou as suas novas previsões para a economia portuguesa e aproveitou para elogiar a eficácia das medidas tomadas pelo governo do ministro Mário Centeno...

Um passado não tão remoto assim

por João Sousa, em 14.09.20

A propósito do recente episódio Costa/Benfica, lembrei-me desta notícia que li há sete anos no Público:

«O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, inaugura nesta sexta-feira o Museu Cosme Damião, que retrata mais de 100 anos de história do clube, lamentando as ausências de Cavaco Silva e Pedro Passos Coelho.

Em entrevista ao jornal do Benfica, Luís Filipe Vieira diz que a inauguração do museu “merecia a presença dos dois representantes do Estado português”.

“Não sei se é estranho, só posso dizer que o lamento, porque acho que a inauguração deste equipamento cultural (e não desportivo) merecia a presença dos dois representantes do Estado português”, refere o presidente do Benfica sobre as faltas de comparência de Presidente da República e primeiro-ministro.

Luís Filipe Vieira lastima também que nem Cavaco Silva nem Passos Coelho tenham marcado presença, a 15 de Maio, na final da Liga Europa, em Amesterdão, que o Benfica perdeu para o Chelsea (2-1).

“Deve ter sido a primeira vez na história em Portugal que tal sucedeu, mas não me cabe a mim fazer juízos de valor, mas é evidente que o lamento. Recebemos sempre bem quem nos visita e apenas podemos estranhar estas ausências em dois momentos tão significativos da vida do maior clube português”, frisa o líder “encarnado”. (...)»


Naquela inauguração, note-se, esteve o então presidente da Câmara de Lisboa António Costa, que já no ano anterior fizera parte da "comissão de honra" de Luis Filipe Vieira e a quem este "lançou o desafio de encontrar um espaço à altura do nome de Eusébio, a grande figura de destaque nesta cerimónia", repto prontamente aceite por Costa: "Eusébio merece muito mais do que uma rua, uma avenida ou uma praça. A melhor forma de homenagear é, em conjunto com o Benfica, um grande parque desportivo que contribua para a formação desportiva, social e cívica dos jovens da cidade de Lisboa".

Não, o que se passou agora não foi um acaso nem um escorregão: foi um sistema.

... e é isto.

por João Sousa, em 12.09.20

 

119155479_3559782194088699_1188972445999495393_o.j

Será falta de noção da responsabilidade dos cargos que ocupam? Será falta de vergonha? Será a convicção de um poder absoluto que lhes permite tudo?

Ou será uma combinação de todas as anteriores?

 

PS: e não esquecer que naquela "comissão de honra" também está o presidente da Câmara do Seixal - igualmente merecedor das perguntas que fiz.

Diana Rigg (1938-2020)

por João Sousa, em 10.09.20

diana rigg

Vi-a como Tracy di Vicenzo no injustamente vilipendiado On her Majesty's Secret Service, Edwina Lionheart no divertidamente macabro Theatre of Blood e Rainha numa quase despercebida versão da Branca de Neve. Mas será sempre como a Emma Peel d'Os Vingadores que a recordarei: "a mulher perfeita" (palavras de um vilão que teve a imprudência de a enfrentar e com as quais não posso senão concordar).

Diana Rigg morreu hoje: uma senhora nos palcos, nos grandes e pequenos ecrãs - e na vida.


[Jörg Hegemann e Stefan Ulbricht, Sixth Avenue Express]

Tags:

Miguel Oliveira

por João Sousa, em 23.08.20

miguel oliveira última curva

Se alguém ainda tinha dúvidas de que o puto até se desenrasca naquilo, podem perdê-las em definitivo: Miguel Oliveira conseguiu a sua primeira vitória em MotoGP.

Lido por aí

por João Sousa, em 23.08.20

"Estamos programados para isto. Desde a infância, os contos mais interessantes [e] com um fundo moral relevante fazem-nos torcer pelos mais pequenos e pelos mais fracos. E, contudo, o nosso instinto natural é o de troçar, minimizar e fazer graçolas sobre tudo o que é pequeno, seja um cão, seja um país, seja o Marques Mendes, seja... um automóvel."

Hugo Reis, Ensaio ao Fiat Cinquecento Sport, Topos & Clássicos de Maio/2020

A arte de fazer títulos

por João Sousa, em 30.07.20

capa de JN 30/07/2020

O JN de hoje publica isto na primeira página. Assim mesmo: "empregos criados por Costa".

Estará o jornal a acusar Costa de ter feito 360.000 nomeações políticas?

"Esparramou-se"

por João Sousa, em 22.07.20

esparramado

A Bloomberg faz aqui um resumo do que foram as negociações em Bruxelas para o plano de relançamento da economia. É revelador, divertido e com o seu quê de humilhante que, nas quase 1300 palavras escritas sobre o assunto, a única referência a Portugal ou a António Costa lê-se neste pequeno parágrafo:

"As the clock ticked past midnight into day four, the fiscal hawks held frantic discussions over a bowl of cherries. Portugal’s Antonio Costa sprawled out on a sofa as he waited for all the leaders to reconvene. Aides napped in the corridors."

Não há coincidências

por João Sousa, em 25.06.20

calvin enojado.jpg

No dia em que o país andou a discutir o folhetim do treinador do Benfica, em que os jornais descreveram detalhadamente o esboroar do PAN e em que António Costa veio às televisões anunciar com voz grossa o reaperto de confinamentos - o governo, por entre os pingos da chuva, aproveitou para formalizar num sussurro a nomeação de Centeno para o Banco de Portugal.

A purga

por João Sousa, em 13.06.20

Já houve uma mãe que quis proibir a leitura d'A Bela Adormecida na escola primária do filho porque, argumentou, o beijo do príncipe promovia "um comportamento sexual impróprio".

Já houve bibliotecas e escolas que baniram As Aventuras de Tom Sawyer por causa de "calão racista".

Vai-se lendo, nos fóruns de tecnologia, activistas que pretendem alterar os nomes male/female (como em "fichas macho/fêmea") por "assentarem numa visão binária dos géneros".

empresas tecnológicas que querem mudar, a bem da "inclusão" e por causa de putativas conotações raciais, a nomenclatura whitelist/blacklist - como se esta utilização de white/black não derivasse directamente dos conceitos religiosos de luz/escuridão.

Fica-me a impressão de estarmos a deixar os loucos gerirem o manicómio.

Não há bem que sempre dure

por João Sousa, em 04.06.20

Algo destes primeiros meses de Covid que me vai deixar saudades: não houve futebol.

Tags:

Pensamento da semana

por João Sousa, em 31.05.20

Depois de meses a ouvir constantes apelos ao "distanciamento social" nas homilias de pivots de telejornais, nas intervenções de especialistas, nas sessões de propaganda política e nos infindáveis directos jornalísticos onde se gastaram horas a repetir em alvoroço todos os nadas que já tinham sido relatados em directos anteriores, muitos ficarão durante longo tempo prisioneiros de uma debilitante "desconfiança social".

 

Este pensamento acompanhou o DELITO durante toda a semana

Vinte e quatro horas

por João Sousa, em 18.04.20

Na quinta-feira:

António Costa, 16-04.png

Na sexta-feira:

António Costa, 17-04.png

Por todos os santinhos, não lhe perguntem nada hoje!!!

Há males que vêm por bem (2)

por João Sousa, em 07.04.20

Nunca antes me despachei tão depressa no Lidl.


O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D