Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um travão contra o populismo

por Pedro Correia, em 28.06.18

image[10].jpg

 Joana Marques Vidal com a ministra da Justiça, Francisca Van Dunen

 

O Governo anda cheio de vontade de afastar a procuradora-geral da República que mais resultados obteve no combate ao chamado crime de colarinho branco desde o 25 de Abril. A tal ponto que logo no início do ano a ministra da Justiça, certamente com conhecimento e autorização de António Costa, se apressou a mostrar-lhe a porta de saída - ainda por cima cometendo a deselegância de o fazer numa entrevista a um órgão de informação, a TSF.

Joana Marques Vidal respondeu não com palavras mas com resultados. Que estão à vista de todos. Ontem, por exemplo, com a chamada Operação Tutti Frutti, que investiga adjudicações superiores a um milhão de euros a militantes do PSD por parte de juntas de freguesia de Lisboa que estão ou estiveram controladas por este partido. Uma investigação que também abrange o PS - a tal ponto que os gabinetes dos vereadores Duarte Cordeiro, Manuel Salgado e do próprio presidente da Câmara, Fernando Medina, também estão na mira da Judiciária.

O combate às práticas criminosas na política é decisivo para travar os movimentos populistas anti-sistema que proliferam pela Europa e não tardarão a chegar aqui. Porque nada como a corrupção mina tanto a credibilidade das instituições políticas. Mais um motivo para o Presidente da República reconfirmar Joana Marques Vidal no final do Verão, quando o mandato dela se abeirar do fim. Convém lembrar que neste processo de recondução ou exoneração da procuradora-geral da República a palavra decisiva será sempre a do Chefe do Estado - como, de resto, estipula a Constituição portuguesa.

Os estados de alma do Governo importam pouco.


28 comentários

Sem imagem de perfil

De O Gajo a 28.06.2018 às 08:46

Penso o contrário. A entrada da justiça na política reforçará os movimentos populistas. Até agora essas "entradas" deram bola....e veremos o caso socratino
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.06.2018 às 09:40

Em relação a Sócrates, Salgado, Vieira, Bava, Granadeiro e outros bonzos do regime político-futebolístico-empresarial, há uma diferença abissal entre o arquivador-geral Pinto Monteiro e a procuradora-geral Marques Vidal.
Sem imagem de perfil

De O Gajo a 28.06.2018 às 10:22

Concordo!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.06.2018 às 11:57

Sintonia, de novo. Não é a primeira vez, nem será a última.
Perfil Facebook

De Rão Arques a 28.06.2018 às 08:53

Essa do Costa e seus amparos se moverem para afastar quem não lhes convém, porque vai mostrando todo o podre que bem lhes assenta, sugere que nos meandros da justiça se confira ao bandido o direito de escolher quem lhe garanta que na própria caca não se mexe.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.06.2018 às 09:37

A nomeação e a exoneração do PGR competem ao PR. O Governo pode sugerir, indicar, mas a última palavra será sempre de Marcelo.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 28.06.2018 às 09:31

a procuradora-geral da República que mais resultados obteve

Que resultados é que ela obteve?

Que me recorde, até agora não obteve resultados nenhuns em termos de condenações.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.06.2018 às 09:36

Eu não me recordo de condenações no tempo de Cunha Rodrigues ou de Pinto Monteiro.
Arquivadores-gerais da República.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 28.06.2018 às 10:10

Eu não me recordo de condenações no tempo de ninguém.
Portanto, Marques Vidal não obteve (ao contrário do que o Pedro Correia escreveu) mais resultados que os outros - todos eles obtiveram os mesmos resultados, ou seja, zero.
Imagem de perfil

De Sarin a 28.06.2018 às 15:10

No tempo dos anteriores não havia acusações. Era tudo gente de boa índole e bem agir...


Agora pelo menos acusa-se.
Condenações, até agora e realmente, só vi as públicas - mas espero ver das outras.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.06.2018 às 22:29

Condenações, compete ao tribunal. Não a quem investiga e acusa.
Imagem de perfil

De Sarin a 28.06.2018 às 22:52

Também já o disse; infelizmente, por vezes quem acusa não apresenta uma acusação bem estruturada e os resultados perdem-se nessa fase do processo.
Espero que cada vez se verifiquem menos erros processuais.
Sem imagem de perfil

De Isabel a 29.06.2018 às 20:06

Exactamente, isso é algo que muitos esquecem. E o tribunal só pode condenar de acordo com as leis existentes. E as leis são feitas pelos deputados que são políticos designados pelos partidos. E as leis podem alterar-se quando os partidos quiserem. Fechando-se assim o "circo" da justiça neste belo cantinho, etc etc que vai permitir não mudando ninguém fique tudo na mesma.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 28.06.2018 às 09:33

resultados. Que estão à vista de todos. Ontem, por exemplo, com a chamada Operação Tutti Frutti, que investiga adjudicações

Uma investigação não é um resultado. Investigar é chatear pessoas, incomodá-las, não é encontrar um criminoso, muito menos é condená-lo. Isso sim, é que seria um resultado.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.06.2018 às 09:41

«É chato», como diria o Bruno de Carvalho.
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 28.06.2018 às 20:14

Este Lavoura não tem emenda: para ele investigar é chatear pessoas e coisa e tal, não é encontrar criminosos.
Ele não sabe que todos os dias o MP faz acusações a criminosos em Tribunal e que, mesmo que os réus não sejam condenados, os criminosos são, por regra, perseguidos pela Justiça, acabando alguns por não serem condenados, não porque não tenham cometido crimes, mas, sim, porque não foram reunidas provas, que, nos crimes de colarinho branco, são difíceis de encontrar.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.06.2018 às 22:31

Ele até sabe. Mas por vezes esquece-se.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 28.06.2018 às 09:35

Mais um motivo para o Presidente da República reconfirmar Joana Marques Vidal

Resta saber se ela quer continuar. Ao que ouvi dizer, não é o caso.

Resta também saber se o governo a propõe ao Presidente. Que eu saiba, o Presidente nomeia-a, mas somente no seguimento de proposta do governo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.06.2018 às 09:41

Geralmente os boatos desse género ("ela não quer ficar") são postos a circular por aqueles que desejam ver a senhora pelas costas.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 28.06.2018 às 10:12

Populismo= coisas que a elite não gosta mas o povo gosta
Democrata, Social=coisas que a elite gosta que o povo goste
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.06.2018 às 12:17

Populismo antidemocrático: a nova peste dos nossos dias. Exige antídotos.
Sem imagem de perfil

De JS a 28.06.2018 às 12:11

Há políticos íntegros, honesto?. Há sim senhor.
Há políticos que nem por isso?. Há sim senhor.
Há políticos tão sagazes que não há procurador(a) que os encontre?. Há sim senhor.
Há políticos tão amadores que não sabem fazer "política" e arriscam-se a ser encontrados?. Há sim senhor.
Há políticos devidamente sancionados dentro dos seus partidos?. É de desconfiar.
Há políticos devidamente sancionados nas Urnas eleitorais?. Isso é que de certeza não há.
Isso, sabemos, explica o caricato Estado da Nação.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.06.2018 às 22:30

Depende dos casos.
Sem imagem de perfil

De V. a 28.06.2018 às 21:29

Estaremos cá nós para lutar contra a peéssiização da justiça. Nós e o Vlad. Onde pára o Vlad? Foi de férias para longe?

Caraças, só a malta de esquerda é que tem dinheiro para fazer férias longe.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.06.2018 às 22:30

Vlad, ao que me consta, tornou-se cônsul honorário na Transilvânia.
Sem imagem de perfil

De O Gajo a 28.06.2018 às 23:12

O Vlad está embrulhado na Filosofia...vai voltar aos bancos de escola, aos 41 anos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.06.2018 às 23:26

Ao que conta agora é de vez.
Não aprendeu a sentar-se à mesa, a comer.
Saber usar o garfo e a tesoura.
Brindar a todos,cumprimentá-los em público, presente nas vernissagens e primeiras edições.
Atestar aos moços dos jornais a imaculada limpeza pública.
E que se esperaria afinal ? Estar quietinha, o golfe, a truta semanal,visitar os antecessores.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D