Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um mau exemplo

por Sérgio de Almeida Correia, em 10.02.15

Ele pode ser o melhor do mundo, ser insuperável na sua arte, ser um prodígio de força, de técnica e de classe. Mas três bolas de ouro depois, e já condecorado por Cavaco Silva, começa a revelar por que razão títulos, muito dinheiro e prémios não chegam para fazer dele um homenzinho. A condecoração dou-a de barato, estando aliás ao nível de quem o condecorou antes do tempo. Têm sido tantos os condecorados que o seu valor é ridículo. Gostava sim que Cristiano Ronaldo, cujo futebol deveras aprecio, fosse efectivamente um exemplo para a sua geração, em todos os aspectos, mas quer-me parecer que alguma coisa deve estar a tolher-lhe a mente. As exuberantes manifestações de novo-riquismo e frivolidade começam a ganhar terreno ao exemplo do profissional, do futebolista e do homem que serve de modelo inspirador a muitas crianças e jovens. Primeiro foi aquele vermelho directo na sequência de uma estúpida agressão a um colega de profissão. Agora são os detalhes da sua festa de aniversário. Alguns dirão que são isso mesmo, detalhes, e que tudo lhe deverá ser perdoado. Não creio. A um Cristiano Ronaldo tem de se exigir muito mais na imagem que de si próprio quer transmitir para as gerações vindouras, tanto nas suas manifestações públicas como nas privadas que são publicamente divulgadas. E, em especial, perante os seus concidadãos. Numa época em que a crise se manifesta a todos os níveis, era de esperar da sua parte maior contenção, menos exuberância nos gastos, mais discrição na estroinice. Que imagem pode ser transmitida de quem derrete um rio de dinheiro numa noite? O dinheiro que muitas famílias levam anos para ganhar trabalhando arduamente. E se não era para ser divulgado, então devia ter sabido escolher os convivas.

Se é verdade que gastou 400.000 euros num único dia com a sua festa de aniversário, isso não pode servir de exemplo para ninguém. Muito menos para o seu filho. E é mais próprio de um estroina parolo e afectado, a quem por um bambúrrio saiu a taluda, do que de um desportista excepcional, de um homem feito a pulso, cujo exemplo deverá perdurar. Alguém devia dizer-lhe que num tipo como ele há comportamentos que uma exposição pública não tolera. E que só servem para dar cabo, em meia dúzia de minutos, de uma imagem que levou anos a ser construída. Há coisas que a juventude já não desculpa, Cristiano, e que era preferível não terem acontecido. Mas que tendo acontecido seria preferível não se saber.


16 comentários

Sem imagem de perfil

De António Cabral a 10.02.2015 às 08:57

Bom dia. Concordo em absoluto. Se me permite, o seu comentário quase final quanto ao destruir em pouco tempo o que levou anos a erigir aplica-se nas últimas 3 décadas, creio, a muitas outras pessoas. Cumprimentos. António Cabral (Chapéus há muitos)
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 10.02.2015 às 09:50

E se não era para ser divulgado, então devia ter sabido escolher os convivas.

Isso é mais fácil de dizer do que de fazer. Sabe que agora é moda ex-namorados colocarem na internet fotografias e filmes das suas ex-namoradas enquanto faziam sexo com eles?
Sem imagem de perfil

De Codesseiro a 10.02.2015 às 09:53

Ainda se fosse o Carlos Santos Silva a pagar...
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 10.02.2015 às 09:53

gastou 400.000 euros num único dia

Qual é o mal? Ele ganha mais do que isso numa semana. O que queria que ele fizesse ao dinheiro? Que o aforrasse no mercado de capitais, favorecendo a especulação e a economia de casino? Gastou-o, que é para isso que o dinheiro serve. Fez circular o dinheiro, garantindo assim que ele promove a atividade económica e o emprego. Distribuiu o dinheiro por outros a quem ele faz muito mais falta.
Sem imagem de perfil

De Maria a 10.02.2015 às 11:23

Completamente de acordo.
Sem imagem de perfil

De ptc a 10.02.2015 às 10:28

Podemos gostar ou não da festa, do gasto da mesma, do estilo de vida de CR . Pessoalmente não gosto mas as escolhas são dele, não minhas. Assim como e dele o dinheiro gasto na festa, nos carros, nas jóias, nas férias. CR não que prestar contas a ninguém sobre a forma como gasta o dinheiro que ganha e é dele. E de mau gosto? Pois será mas o gosto, como o dinheiro, e dele.
Lamentável foi a falta de aconselhamento na hora de celebrar o contrato com o animador da festa, pois certamente faltou ali uma cláusula de confidencialidade daquelas Anglo-saxónicas que, a terem sido pactadas , teriam impedido a divulgação obscena que foi feita, sob pena de o divulgador ter que passar o resto da vida a trabalhar para pagar a indemnização.
Exemplos para as gerações mais novas? Que os dêem as elites políticas, intelectuais e sociais, das quais CR manifestamente não faz parte, e aquelas, sim, tem muitas contas a prestar, designadamente quando gastam o que não tem, na vida privada, e, no exercício de funções públicas, "estouram" o dinheiro dos outros.
A celeuma da festa deve se a uma palavrinha - inveja: CR e um português em Espanha e os espanhóis são colonialistas e só não odeiam o que e diferente porque desconhecem a respectiva existência, veja se o exemplo paradigmático da impossibilidade de falarem bem qualquer língua estrangeira (salvam se honrosas excepções de pessoas expatriadas que ou aprendiam ... ou aprendiam...). Em relação a CR , como não o podem ignorar, invejam no e não perdem tempo a bater lhe. Quando ganha a Bola de Ouro, e do Madrid, quando o Madrid leva 4-0 do Atletic , a culpa e do CR ...
Não deixaria de ser interessante saber o escândalo teria sido tanto se a festa fosse do Casillas ou do Sergio Ramos.
E que tal preocuparmos nos com as nossa vidinhas e tratar de as melhorar em vez de olhar para o que faz o CR com o dinheiro que, legitimamente, ganhou?
Se não quiserem que ele ganhe tanto, e deixar de ir a bola, de comprar o "merchandising " do Madrid e as revistas cor de rosa que o exibem como troféu.

Sem imagem de perfil

De Corvo a 10.02.2015 às 10:55

Discordo em absoluto: vocês são uns aldeões populistas, moralistas e fascistaszinhos. Que miséria. Tenham vergonha e metam-se na vossa vida. Mais a mais, ninguém vos perguntou nada.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 10.02.2015 às 15:39

EHEHEHEH.
Sem imagem de perfil

De Pedro Barbosa Pinto a 10.02.2015 às 10:56

O dinheiro que o Critiano tem, sabemos bem onde o ganha. Será demasiado para quem mais não sabe do que dar uns pontapés na bola? Pois!, talvez!, mas... mas então o parolo será mesmo ele? Se é o que os doutores lhe querem pagar...!?!
Sugere que ele deveria acumular o graveto em caixa forte, à moda do tio Patinhas? (nos bancos, hoje em dia, nunca se sabe o que lhe poderia acontecer) Ou, quem sabe, escondê-lo em off-shores como de um ladrão, ou corrupto, ou político, ou traficante, ou banqueiro, enfim, o que mais lhe aprouver, se tratasse?
E será que o Cristiano não mais poderá celebrar dias festivos, ou o que lhe der na real gana festejar? Sabemos que os paparazzis lá vão estar, ou seja, que acontecendo, será impossível que se não saiba!
Talvez se o parolo, em vez de contratar o piroso do Kevin Roldán para cantar tivesse contrato um Sir Paul McCartney ou um Sir Elton John e se em vez da Dona Dolores Aveiro convidasse as manas Maria Espírito Santo para lhe fazerem o bolinho de anos, talvez assim os 400.000 €uros gastos com a festa lhe parecessem um número menos pornográfico?
A Kátia Aveiro, se ler este seu post, é capaz de o mandar coçar os cotovelos numa parede bem áspera... e não deixará de ter alguma razão!
Sem imagem de perfil

De amendes a 10.02.2015 às 12:37

Estragou o futuro do descanso eterno... Não vai para o Panteão!

Ultimo premio que lhe estava destinado.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 10.02.2015 às 12:47

O Sérgio não deve aplicar ao Cristiano Ronaldo a mesma moralidade que aplica a uma pessoa normal.
Uma pessoa normal ganha pouco dinheiro e consegue poupar pouquíssimo ou nada. O Sérgio aconselhará essa pessoa a não esbanjar o pouco dinheiro que tem em festas.
Mas o Cristiano Ronaldo não é uma pessoa normal. Ele ganha muitíssimo dinheiro, muito mais do que alguma vez ele e mais os seus descendentes virão a precisar. A um tipo assim aplica-se uma moralidade diferente: gaste, esbanje, distribua. Faça rodar o dinheiro, faça movimentar a economia. Não aforre.
Imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 10.02.2015 às 15:22

Luís,

Qualquer rico discreto faz isso. E gasta mais do que ele. Mas também não serve de exemplo nem de modelo para ninguém. Por mim, ele até podia gastar um ou dois milhões, coisa que não me diz respeito mas sempre me pareceria um disparate. E não só não tenho qualquer inveja do que ele ganha, como é-me indiferente a forma como o gasta. Mas como figura pública está sujeito ao escrutínio e aquilo que critico é a exibição pública e ostentatória da riqueza, a divulgação de números. Tudo isso é, na minha perspectiva , pouco dignificante do homem e ofensivo dos muitos que não tendo tido - e aproveitado, como ele fez e bem - as oportunidades que lhe foram dadas pela vida e os talentos que teve, lutam diariamente por uma malga de sopa ou pelo dinheiro para o empréstimo da casa ou o colégio dos filhos. Não nos podemos alhear do mundo que nos rodeia ainda que pouco possamos fazer, sozinhos, para alterar o rumo das coisas ou suprir as carências da humanidade.

Por outro lado, o PR pode não ter critério a condecorar. Tem sido normal. É uma aberração (a sua falta de critério). Só que agora não há nada a fazer, a não ser aturá-lo e às suas decisões até que se retire. Em todo o caso, já que recebeu a medalha, como português entendo que tenho o direito de exigir a um Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique (não é bem a mesma coisa que o jogador do mês para a Bola ou o Record ) que esteja à altura do grau que recebeu. Um tipo que se entendeu merecedor do mais alto grau da Ordem do Infante devia estar ao nível da distinção nos seus comportamentos públicos. Por ele e pelo peso da distinção. É só isso.

Em tempo: Este blogue chama-se Delito de Opinião. Não se chama Politicamente Correcto, Maria vai com as outras ou Consensos. Eu sou livre de emitir as opiniões que muito bem entender desde que não me afaste do respeito devido aos leitores e à minha consciência. Cada um escolhe os seus temas, e a mim e aos meus colegas ninguém encomenda assuntos. O Luís e os outros leitores são livres de discordar e de criticar as minhas opiniões com a veemência que entenderem. Alguns até o fazem sem lerem o que foi escrito. Ou treslendo. Os meus delitos também são públicos. De vez em quando convém recordar estas regras.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 10.02.2015 às 15:36

não serve de exemplo nem de modelo para ninguém

Pois não. Mas creio que ele também não pretende servir de exemplo ou modelo. Apenas aconteceu que um gajo que o filmou decidiu colocar o filme na internet, sem lhe pedir autorização.

É por estas e outras similares que eu hoje em dia rejeito que seja quem fôr me fotografe ou filme. Porque não quero servir de modelo nem exemplo para ninguém, nem mesmo sem o meu conhecimento.

E é da mesma forma que aquelas miúdas que se vêem na internet a fazer sexo não quiseram ser exemplo nem modelo para ninguém - apenas se descuidaram ao permitir que os namorados as filmassem nesses momentos.

aquilo que critico é [...] a divulgação de números

Pelo contrário. Tal como eu já aqui defendi, no caso dele é meritório gastar. O que não seria meritório seria entornar o dinheiro para a economia de casino. Ao gastar o dinheiro ele está a mantê-lo em movimento, a fazer a economia real (por oposição à de casino) funcionar.

ofensivo dos muitos que [...] lutam diariamente por uma malga de sopa ou pelo dinheiro para o empréstimo da casa ou o colégio dos filhos

Cristiano Ronaldo já doou muito do seu dinheiro para esses. Já doou dinheiro para ajudar crianças doentes e casos similares.
Sem imagem de perfil

De João Nuno a 10.02.2015 às 15:25

Que são 400.000€ para ele? Nada. Se a comunicação social, passou o dia, a falar nos 30 anos do Cristiano porque razão, ele, não os celebra como quer? É nosso o dinheiro? Ele ajuda muitos, sem que ninguém saiba, também tem o seu dia que resolveu festejá-los, como quis e muito bem lhe apeteceu e nós, não temos nada a ver com isso. O dinheiro é dele..............

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D