Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Delito de Opinião

Trecho para um livro que nunca vou escrever

Francisca Prieto, 05.06.15

 

F  G  T  D  A

 

- - - - - - - - - - - - -

 

Trrrrrrrrrrrrrrrr

 

J  T  P  E  R

 

Tlim

 

(linha abaixo)

 

Ontem escrevia-te de saudades. Deixei correr os dedos ao acaso, como se os caracteres aleatórios do significando pudessem produzir a alquimia do significado.

Escrevo agora  S  A  U  D  A  D  E  S

A léguas de ti.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.