Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




É sempre a mesma coisa

por Rui Rocha, em 13.10.16

No dia em que anunciam o Nobel toda a gente gosta de mostrar que conhece a obra do premiado. Falam, falam, mas aposto que nunca leram um romance do Bob Dylan.


13 comentários

Sem imagem de perfil

De João Lisboa a 13.10.2016 às 18:25

É, realmente, pouco fácil de ler. Mas existe e chama-se "Tarantula".
Sem imagem de perfil

De AntónioF a 14.10.2016 às 12:32

Para o Rui Rocha

«Nota ao Moço de Recados enquanto Jovem Desertor do Exército

interrogas-te por que é que o vovô fica para ali sentado a ver o zé colmeia? interrogas-te por que c que ele fica para ali sentado & não ri? pensa nisso, puto, mas não perguntes à tua mãe. interrogas-te por que é que o elvis presley sorri apenas com o lábio de cima? pensa nisso, puto, mas não perguntes ao teu cirurgião. ínterrogas-te por que é que o carteiro com uma pena mais curta que a outra deu um pontapé no teu cão com muita força? pensa nisso, puto, mas não perguntes a nenhum carteiro. interrogas-te com quem é que o ronald reagan terá falado sobre a situação no estrangeiro? pensa nisso, puto, mas não perguntes a nenhum estrangeiro, interrogas-te por que é que o mecânico, cuja mulher se matou com uma pistola que lhe arranjara o seu melhor amigo, odeia tanto o castro? interrogaste por que é que o castro odeia rock n roll? pensa nisso, puto, mas não perguntes a nenhum rolo. interrogas-te quanto é que o tipo que escreveu o white christmas fez? pensa nisso, mas não perguntes a nenhum fez. interrogas-te sobre o que é que o bobby kennedy tem realmente contra o jimmy hoffa? pensa nisso, mas não perguntes a nenhum bobby. interrogas-te por que é que frankie matou johnny? vá, interroga-te, mas não perguntes ao teu vizinho... interrogas-te quem serão os aventureiros de tapete? pensa, mas não perguntes a nenhum tapete, interrogaste por que é que estás sempre a usar as roupas do teu irmão?
pensa nisso, puto, mas não perguntes ao teu pai. interrogas-te por que é que a general electric diz que a coisa mais importante numa família é manter-se unida? pensa nisso, puto, mas não perguntes a nenhuma unida... interrogas-te sobre o que será um depósito de minério? vá, interroga-te... interrogas-te por que é que os outros rapazes te querem dar uma valente tareia? pensa nisso, puto, mas não perguntes a ninguém

sim. ok. acho que és uma doçura.
sim, é verdade que me referi a ti como ‘aquela
miúda chinesa’ tens o direito de ficar
chateada, mas o que eu quero saber
é o que é que tu tens afinal
contra os chineses?

pode ser que ainda consigamos dar
a volta
extremamente teu,
príncipe goulash»

DYLAN, Bob - Tarântula. 1ª ed. Vila Nova de Famalicão : Quasi, 2007.
Sem imagem de perfil

De JS a 13.10.2016 às 18:55

iihihiiiiihiih. Duplamente subtil.
Sem imagem de perfil

De sampy a 13.10.2016 às 19:03

Bem, eu acabei de ler um pouco sobre os romances de Dylan e até achei interessante.
Dizem que ele tem um fraquinho por mulheres de pele escura...
Sem imagem de perfil

De maria madeira a 13.10.2016 às 19:14

The answer, my friend, is blowin' in the wind
The answer is blowin' in the wind
Sem imagem de perfil

De zazie a 13.10.2016 às 22:19

":O))))))))))))))))
Sem imagem de perfil

De xico a 13.10.2016 às 23:55

"Romance" na sua génese é uma composição poética para ser cantada. Corresponde à balada medieval. É a génese de toda a literatura. Pode ser boa ou má, mas é literatura. O primeiro registo literário da língua portuguesa é a cantiga da Ribeirinha dedicada a uma amante de D. Sancho.
Sem imagem de perfil

De xico a 14.10.2016 às 00:41

Alguém leu algum romance escrito pelo Sr. Theodor Mommsen, 2º premiado com o Nobel da literatura? Quando Tolstoi ainda era vivo e tinha já publicado Karenina e Guerra e Paz?
Sem imagem de perfil

De zazie a 14.10.2016 às 20:49

O Theodor Mommsen foi simplesmente um dos maiores historiadores que existiu com uma obra que é um monumento à cultura clássica.

Azar de quem a não conhece. Nessa altura o prémio ainda tinha algum sentido. Agora é uma palhaçada qualquer. Até o nosso ilegível e inaudível Saramago o ganhou.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.10.2016 às 10:06

Ilegível?
Azar de quem não o consegue ler...
:-) Antonieta
Sem imagem de perfil

De zazie a 17.10.2016 às 23:06

Boa resposta
;)

Há uma diferença na dificuldade de um e de outro. Um é para especialistas e dá trabalho; o outro é enfadonho.
Sem imagem de perfil

De am a 14.10.2016 às 11:07

O que é este cara comparado como o nosso imortal Ary dos Santos ?

O suecos estão loucos!

Até nq atribuição do Nobel o português é invejoso ! Só a dinamite!!!!
Sem imagem de perfil

De BELIAL a 14.10.2016 às 18:18

Eu cá: achava graça ao Lopes-Graça.
Sendo certo que a sua música não tinha graça.
Como aquele "Requiem para as vítimas do fascismo em Portugal"

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D