Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tempos interessantes

por João Villalobos, em 08.01.18

Uma pessoa acorda, lê as notícias e isto parece um país de avariados da pinha. O mesmo governante que trata de equilibrar as contas da Nação é acusado de trocar favores para o filho por bilhetes para o futebol, um candidato à presidência do PSD diz que viabilizaria um governo minoritário do PS, um antigo primeiro-ministro afirma num interrogatório em que é acusado de receber milhões que sempre viveu com dificuldades financeiras, o SNS proíbe croquetes mas acumula doentes em macas pelos corredores, o Fundo de Resolução dá como perdidos 4,9 mil milhões injectados no Novo Banco em 2014, o Primeiro-Ministro diz que a EDP é "hostil" e a antiga ministra da Administração Interna diz que Portugal é um "país de treinadores de bancada", sendo que poderia continuar por aqui fora. Noutra vida fui jornalista e acredito que sejam tempos interessantes para quem exerce a profissão, mas caramba. Ou então, e recordando Astérix, já não são os romanos que são doidos, somos nós. 


15 comentários

Sem imagem de perfil

De Costa a 08.01.2018 às 14:33

"Parece"?
Imagem de perfil

De João Villalobos a 08.01.2018 às 16:11

Gosto da dúvida e rejeito a maior parte das certezas. Para crentes na indiscutibilidade das suas weltanchauung já há que chegue por aí. Cumprimentos.
https://www.merriam-webster.com/dictionary/weltanschauung
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 08.01.2018 às 17:47

das suas weltanchauung

Em alemão correto: das suas Weltanchauungen.
Imagem de perfil

De João Villalobos a 08.01.2018 às 20:24

Isso! Vielen Dank.
Sem imagem de perfil

De Costa a 08.01.2018 às 18:08

Eu também gosto da dúvida, creia. E por isso é bem possível que tenha, você, razão. Há que duvidar que este seja um país de avariados da pinha (no sentido - que presumo seja o que pretendeu invocar - de infelizes involuntariamente afectados por uma patologia desresponsabilizante). É bem mais provável que este seja um país de gente fria, deliberadamente, calculisticamente venal, desonesta.

E gente assim, na mesquinhez das vidinhas de cada um, elege quem no enebriante exercício do poder se governa gloriosa e despudoradamente. Afinal o que fez certo ex-primeiro-ministro que o português médio, podendo (e à sua pequenina escala), não faça e disso se gabe?

Assim, com esta simplicidade e sem invocar cosmovisões.

Cumprimentos
Costa
Sem imagem de perfil

De Rui Herbon a 08.01.2018 às 15:43

"um país de avariados da pinha" é um bom resumo. Bem-vindo, João.
Imagem de perfil

De João Villalobos a 08.01.2018 às 16:09

Obrigado Rui. Espero que não seja um resumo e apenas, como digo noutro comentário aqui, a visão Instagramático de um momento um bocado doido mas passageiro. Abraço.
Perfil Facebook

De Rão Arques a 08.01.2018 às 15:57

Uma democracia que funciona na base do expediente, do golpe e da vigarice pode ser muita coisa, mas antes de mais é um nauseabundo chiqueiro.
Imagem de perfil

De João Villalobos a 08.01.2018 às 16:08

Como Churchill disse, a democracia ainda é o melhor dos sistemas com a excepção de todos os outros. O meu post não acusa ninguém de golpes ou vigarices nem é esse o meu registo, O que pretendi foi uma imagem à la Instagram das notícias do dia e chamar a atenção para a tessitura noticiosa que refecte, quanto a mim, uma disfunção séria do que deveria ser a normalidade.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.01.2018 às 18:44

Em 2000 a Organização Mundial de Saúde classificou o SNS como o 12º melhor sistema de saúde do mundo. Acima da maioria dos países nórdicos. Desde então quantos lugares terá descido?

O SNS precisa urgentemente de financiamento. E nisso PS, PSD e CDS têm todos culpa.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 08.01.2018 às 21:03

Mas os romanos loucos somos nós !
Somos os sacos de pancada de Aquarium, Babaorum , Laudanum, Petibonum e até parece que corremos por gosto, naquilo dos paus e pedras e beca beca.
No final é apenas um punhado de tipos a sitiar um país inteiro , que bebeu a poção mágica da inacção e do esquecimento.
Sem imagem de perfil

De Beatriz Santos a 08.01.2018 às 21:56

Perante desmedidas alarvices e falcatruas, e gatos escondidos com o rabo de fora, uma pessoa fica sem jeito. Destroem a hipotética crença que subsista e substituem-na pela dúvida sistemática:).
Este deve ser mesmo o melhor dos mundos, posto que ainda se vai aguentando.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.01.2018 às 10:20

"Ditosa" Pátria " que tantos vigaristas, burlões, ladrôes possui"!....
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.01.2018 às 10:27

" o SNS proíbe croquetes mas acumula doentes em macas pelos corredores, " Lógico. É uma maneira de diminuir o número de pessoas em macas nos corredores. Se se comer menos porcaria, haverá menos pessoas a recorrerem ao hospital e diminui o número de macas nos corredores. Outra alternativa seria construir mais salas e comprar mais camas mas era mais cara e não diminuiria o número de doentes.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.01.2018 às 12:55

O "ilustre Zé Maria" disse-o de forma definitiva : " Um local mal frequentado"...
Excepções : eu e os presentes...
Cpmts.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D