Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dinis Rocha e Leonor Rocha receberam ontem prémios de excelência pelos seus resultados no 10° e 6° anos, respectivamente. Se um pai sente orgulho num momento destes? Sente muito, claro. Mas, ao mesmo tempo, uma nuvem de preocupação desenha-se no horizonte: que sequelas, que terríveis consequências enfrentarão ao longo das suas vidas por terem realizado exames no seu percurso escolar? É triste vê-los tão bem e saber que nenhum deles poderá já ser um cirurgião feliz.


8 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.04.2016 às 12:21

Parabéns, Rui!
(um texto a ler pelo ministro da Edu)
Sem imagem de perfil

De Costa a 17.04.2016 às 12:27

E a escrever na novilíngua ilegalmente imposta, seguramente. De outra forma haveria reprovação (ou retenção, ou lá o que é; se ainda há disso).

Em casa os progenitores ("pais", por estes dias é coisa impensável) decerto combatem essa vergonha.

Valha isso.

Costa

(e parabéns!)
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 17.04.2016 às 13:26

Orgulho numa coisa caduca? É mais provável que as suas capacidades estão a ser desperdiçadas.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.04.2016 às 13:27

Quais os resultados retirados anteriormente com os exames? Zero. Ninguém chumbava e eram somente fogo de vista. Assim sendo, fora o exames que só servem para dizerem que fazem exames, mas que na prática é só perturbação escolar.
Sem imagem de perfil

De do norte e do país a 17.04.2016 às 15:34

Bom texto.
Sem imagem de perfil

De JSP a 17.04.2016 às 16:01

Os resultados reflectem,primordialmente,o ambiente familiar .
O seu enternecido orgulho está mais que justificado - mormente neste nosso tempo...
Cpmts.
Sem imagem de perfil

De ariam a 18.04.2016 às 08:47

Se calhar, eles também deviam estar gratos, pelos pais que têm porque, apesar de haver um assunto que se tornou Tabu, há verdades que, mesmo, sem serem faladas, a pouca investigação permitida, poderá explicar muita coisa. Numa recente entrevista, em 17/04/2016, ao cientista Dinamarquês Helmuth Nyborg, poderá confirmar que nem tudo acontece por acaso e, não falando desses assuntos, muitos, continuarão sem perceber que se podem "despejar" todos os recursos de um país, sem obter nenhum resultado positivo.
YouTube:
https://www.youtube.com/watch?v=nTdMY9RI-7E
Race, Genetics and Intelligence | Helmuth Nyborg and Stefan Molyneux
Imagem de perfil

De cristof a 18.04.2016 às 17:37

Como quase sempre demolidor; mande sempre.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D