Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Parabéns, Luís

por Pedro Correia, em 14.12.19

image[1].jpg

 

O Luís Menezes Leitão acaba de ser eleito bastonário da Ordem dos Advogados. Prova máxima de confiança nele por parte dos colegas de profissão. E uma excelente notícia para esta ordem profissional: tenho a certeza de que fica bem entregue à liderança do nosso estimado parceiro de blogue.

Segue o meu caloroso abraço de felicitações ao Luís, em nome de toda a tribo delituosa.

Entre os mais comentados

por Pedro Correia, em 30.11.19

 

Em 21 destaques feitos pelo Sapo em Novembro, entre segunda e sexta-feira, para assinalar os dez blogues nesses dias mais comentados nesta plataforma, o DELITO DE OPINIÃO recebeu  16 menções ao longo do mês.

Incluindo três textos na primeira posição, dois na segunda e dois na terceira.

 

Os textos foram estes, por ordem cronológica:

Elegância (46 comentários)

Este homem chefiou o Governo de Portugal durante seis anos, três meses e onze dias (44 comentários)

Duas faces do autoritarismo (30 comentários) 

Post-it (52 comentários)

O aprendiz de feiticeiro (40 comentários) 

O fotógrafo estava lá (70 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Upskirting (99 comentários, o mais comentado do dia)

Sobre a Catalunha (7) (44 comentários, terceiro mais comentado do fim de semana)  

Um país sem corruptos (38 comentários, segundo mais comentado do dia)  

Está de chuva (38 comentários) 

A inveja é o desporto nacional (50 comentários)

Inqualificável (100 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Já andam nisto (18 comentários)  

Elogio a sete deputados do PS (24 comentários)

Injustiças (62 comentários, o mais comentado do dia)

Um salto para a escuridão (54 comentários, segundo mais comentado do dia)   

 

Com um total de 809 comentários nestes postais. Da autoria do Sérgio de Almeida Correia, do Paulo Sousa, do Fernando Sousa, da Cristina Torrão, do Diogo Noivo e de mim próprio.

Fica o agradecimento aos leitores que nos dão a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Política e literatura

por Pedro Correia, em 27.11.19

   thumbnail_20191125_151029-1[2].jpg thumbnail_20191125_151018-1[1].jpg

 

Passo por cá só para vos chamar a atenção para o meu trabalho publicado na edição n.º 155 da revista Ler: Dez romances sobre política, três dos quais de autores portugueses (Eça de Queiroz, Agustina Bessa-Luís e José Saramago).

Chegou esta semana às bancas.

Para o Sérgio

por Pedro Correia, em 06.11.19

falling-leaves-in-black-and-white-peter-austin[1].

 

 

PARA SEMPRE

 

Por que Deus permite

que as mães vão-se embora?

Mãe não tem limite,

é tempo sem hora,

luz que não apaga

quando sopra o vento

e chuva desaba,

veludo escondido

na pele enrugada,

água pura, ar puro,

puro pensamento.

Morrer acontece

com o que é breve e passa

sem deixar vestígio.

Mãe, na sua graça,

é eternidade.

Por que Deus se lembra

— mistério profundo

de tirá-la um dia?

Fosse eu Rei do Mundo,

baixava uma lei:

Mãe não morre nunca,

mãe ficará sempre

junto de seu filho

e ele, velho embora,

será pequenino

feito grão de milho.

 

 

Carlos Drummond de Andrade, Lição de Coisas

Entre os mais comentados

por Pedro Correia, em 03.11.19

Em 23 destaques feitos pelo Sapo em Outubro, entre segunda e sexta-feira, para assinalar os dez blogues nesses dias mais comentados nesta plataforma, o DELITO DE OPINIÃO recebeu  21 menções ao longo do mês.

Incluindo dois textos na primeira posição, três na segunda e três na terceira.

 

Os textos foram estes, por ordem cronológica:

Pensamento da semana (73 comentários)

Fora da caixa (19) (26 comentários) 

Fora da caixa (20) (34 comentários) 

Fora da caixa (21) (38 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Fora da caixa (25) (72 comentários, segundo mais comentado do fim de semana) 

Fora da caixa (26) (74 comentários, o mais comentado do dia)

Enfim, um deputado liberal (76 comentários, o mais comentado do dia)

Quem será o Nobel da Literatura? (92 comentários, segundo mais comentado do dia)  

Bom jornalismo (36 comentários)  

Coisas realmente importantes (40 comentários) 

Demagogia (23 comentários)

Reflexão do dia (38 comentários)

Sobre a Catalunha (1) (34 comentários)  

Sobre a Catalunha (2) (76 comentários, segundo mais comentado do fim de semana)

Sobre a Catalunha (3) (44 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Miranda é uma nação (30 comentários)   

O sucesso é um fracasso adiado (30 comentários)

A rábula (27 comentários)

Pensamento da Semana (46 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Sobre a Catalunha (5) (36 comentários)

As coisas mudam (40 comentários)

 

Com um total de 985 comentários nestes postais. Da autoria do JPT, da Teresa Ribeiro, do João Pedro Pimenta e de mim próprio.

Fica o agradecimento aos leitores que nos dão a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

por Pedro Correia, em 30.09.19

Em 21 destaques feitos pelo Sapo em Setembro, entre segunda e sexta-feira, para assinalar os dez blogues nesses dias mais comentados nesta plataforma, o DELITO DE OPINIÃO recebeu 16 menções ao longo do mês.

Incluindo um texto na primeira posição, dois na segunda e cinco na terceira.

 

Os textos foram estes, por ordem cronológica:

A liberdade está no programa quente da máquina de lavar (38 comentários)

Em louvor às ditaduras (32 comentários) 

Leituras (46 comentários) 

O incorrectismo (41 comentários, terceiro mais comentado do dia)

A minha indignação bem expressa (100 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Onde é que estavas no 11 de Setembro? (49 comentários, terceiro mais comentado))

Este século começou em Setembro (38 comentários)

Fora da caixa (7) (36 comentários)   

Sobre o fim do mundo (45 comentários, terceiro mais comentado)  

Contra a tentação da carne (174 comentários, o mais comentado do dia) 

Fora da caixa (11) (56 comentários, terceiro mais comentado)

Fora da caixa (12) (42 comentários)

O dia da metadona (68 comentários, segundo mais comentado)  

Inquietações (40 comentários)

Fora da caixa (16) (54 comentários)

Coimbra é uma lição (50 comentários, terceiro mais comentado do fim de semana)   

 

Com um total de 869 comentários nestes postais. Da autoria do Paulo Sousa, do JPT, do Diogo Noivo e de mim próprio.

Fica o agradecimento aos leitores que nos dão a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Sapos do Ano

por Pedro Correia, em 13.09.19

21171518_QU3Zm[1].png

 

Parecendo que não, passou mais um ano. E regressa o processo de nomeações para os Sapos do Ano, graças a uma simpática e meritória iniciativa da Magda Pais e do David Marinho.

O regulamento pode ser consultado aqui.

Aproveito para lembrar que o DELITO DE OPINIÃO recebeu em 2018 a distinção Sapo do Ano na categoria de blogue de política e economia - o que muito nos honrou e sensibilizou.

Entre os mais comentados

por Pedro Correia, em 01.09.19

Em 22 destaques feitos pelo Sapo em Agosto, entre segunda e sexta-feira, para assinalar os dez blogues nesses dias mais comentados nesta plataforma, o DELITO DE OPINIÃO recebeu 15 menções ao longo do mês.

 

Os textos foram estes, por ordem cronológica:

Ética em combustão acelerada (74 comentários, segundo mais comentado do dia)

Novas fogueiras na escuridão (70 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

O regime na primeira página (32 comentários) 

Exímio a derrotar as distritais (32 comentários)  

Um governo fura-greves (64 comentários, terceiro mais comentado) 

Os filmes da minha vida (50) (48 comentários)   

Penso rápido (94) (38 comentários)

Fiel a si própria (57 comentários)   

Dois países dentro do País (40 comentários)  

Pensamento da semana (58 comentários) 

O "desvio de direita" do PCP (54 comentários, terceiro mais comentado)

Deus ex Google (34 comentários)

A compra da Gronelândia (39 comentários)  

Ecologistas da treta (24 comentários) 

O novo ópio do povo (42 comentários)   

 

Com um total de 706 comentários  nestes postais. Da autoria da Cristina Torrão, da Maria Dulce Fernandes, do Luís Menezes Leitão e de mim próprio.

Fica o agradecimento aos leitores que nos dão a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Pontes sim, trincheiras não

por Pedro Correia, em 21.08.19

21535260_KwQ4l.png

Imagem do DELITO em Janeiro de 2009

 

Foi um prazer, confesso, estar à conversa com o Pedro Neves nas instalações do Sapo. O pretexto para este bate-papo, que se prolongou por cerca de uma hora, foi o décimo aniversário deste nosso DELITO DE OPINIÃO, já com merecido estatuto de veterano da blogosfera.

Do simpático convite do Pedro nasceu uma entrevista que me permitiu falar um pouco sobre este percurso trabalhoso mas muito gratificante em termos intelectuais e humanos. Desde logo porque me permitiu conhecer e estreitar relações com muitas pessoas de quem me fui tornando amigo a pretexto desta escrita em jeito de registo diário do que vai sucedendo no país, no mundo e um pouco também nas nossas vidas.

Se me permitem, destaco algumas frases:

«Conseguimos fazer uma coisa que é difícil interiorizarmos em Portugal: podemos ter opiniões muito diferentes, e até opostas, e isso não afectar a relação no plano pessoal»

«Temos uma base de conteúdo político, mas captámos leitores que detestam política e vêm ler outras coisas: uma crítica de livros, uma crítica de cinema, por exemplo»

«Devemos estender pontes. É muito mais fácil encontrarmos compromisso e entendimento a meio de uma ponte do que se estivermos no fundo de uma trincheira»

Entre os mais comentados

por Pedro Correia, em 01.08.19

Em 23 destaques feitos pelo Sapo em Julho, entre segunda e sexta-feira, para assinalar os dez blogues nesses dias mais comentados nesta plataforma, o DELITO DE OPINIÃO recebeu 18 menções ao longo do mês.

Incluindo três textos na primeira posição, três na segunda e um na terceira.

 

Os textos foram estes, por ordem cronológica:

O comentário da semana (36 comentários)

Xenofobia, misoginia, animalismo (78 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Burrice apenas (60 comentários, segundo mais comentado) 

Instantes em sépia com capa de muitas dores (21) (48 comentários, terceiro mais comentado do dia)  

Mas as crianças, Senhor (78 comentários, o mais comentado do dia) 

Um postal cansado: El Salvador, Passos Coelho e o resto (30 comentários)   

A história da carochinha (52 comentários, segundo mais comentado)

Ler em férias (40 comentários)   

Arrefecimento global (40 comentários)  

Grandes romances (26) (40 comentários)

As ovelhas (30 comentários)

O País do trabalho sem direitos (156 comentários, o mais comentado do dia)  

Intolerantes face à intolerância (46 comentários) 

Que livros ainda nos falta ler? (132 comentários, o mais comentado do dia)

It's a steady job (32 comentários) 

Enganos académicos (15 comentários)  

A geringonça e a caranguejola (42 comentários) 

Centeno pode contar com Rio (40 comentários)   

 

Com um total de 995 comentários nestes postais. Da autoria da Maria Dulce Fernandes, do João Campos, do JPT e de mim próprio - além do nosso leitor Corvo, em estreia absoluta.

Fica o agradecimento aos leitores que nos dão a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

por Pedro Correia, em 30.06.19

Em 20 destaques feitos pelo Sapo em Junho, entre segunda e sexta-feira, para assinalar os dez blogues nesses dias mais comentados nesta plataforma, o DELITO DE OPINIÃO recebeu 19 menções ao longo do mês.

Incluindo cinco textos na primeira posição, cinco na segunda e dois na terceira.

 

Os textos foram estes, por ordem cronológica:

Instantes em sépia com capa de muitas cores (8) (46 comentários, o mais comentado do dia)

As casas e a vida (40 comentários) 

Frases de 2019 (16) (46 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Sugestão ao Presidente: festejar um 10 de Junho em Olivença (52 comentários)  

Os heróis (90 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Os livros que mais nos marcaram (108 comentários, o mais comentado do dia)   

Frases de 2019 (17) (40 comentários, terceiro mais comentado)

Instantes em sépia com capas de muitas cores (10) (64 comentários, o mais comentado do dia)   

O apagão da SIC (78 comentários, o mais comentado do dia)  

Ser turcófilo passou de moda (40 comentários, segundo mais comentado)

A morte do jornalismo desportivo (77 comentários, segundo mais comentado)

Pensamento da semana (56 comentários)  

Uma estátua para D. João II (50 comentários) 

Instantes em sépia com capa de muitas cores (15) (10 comentários)

O laicismo pode esperar (52 comentários, segundo mais comentado) 

Abaixo de chimpanzé (62 comentários, o mais comentado do dia)  

De tombo em tombo (34 comentários) 

Com olhos de ler (64 comentários, segundo mais comentado)   

Insuflado de indignação (26 comentários)   

 

Com um total de 1035 comentários nestes postais. Da autoria da Maria Dulce Fernandes, do JPT e de mim próprio.

Fica o nosso agradecimento aos leitores que nos dão a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Agradecemos

por Pedro Correia, em 19.06.19

Só nos últimos sete dias, aqui no DELITO, registámos 34.280 visualizações: eis mais uma demonstração do interesse que os leitores nos dedicam.

E que nós, naturalmente, agradecemos.

Entre os mais comentados

por Pedro Correia, em 01.06.19

Em 23 destaques feitos pelo Sapo em Maio, entre segunda e sexta-feira, para assinalar os dez blogues nesses dias mais comentados nesta plataforma, o DELITO DE OPINIÃO recebeu 22 menções ao longo do mês.

Incluindo seis textos na primeira posição, um na segunda e cinco na terceira.

O mês começou e terminou com cinco textos nossos na primeira posição. Prova inequívoca de que este continua a ser um blogue também escrito pelos leitores, o que muito nos satisfaz.

 

Os textos foram estes, por ordem cronológica:

Regresso à cristofobia, com o politicamente correcto a reboque (79 comentários, o mais comentado do dia)

As "folhas secas" de Caracas (80 comentários, o mais comentado do dia) 

Sinais? (80 comentários, o mais comentado do dia) 

Europeias (2) (34 comentários)  

E então, bate bate coração (22 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Frases de 2019 (13) (56 comentários, o mais comentado do dia)   

Europeias (3) (26 comentários)

Europeias (4) (42 comentários)   

É obra (28 comentários)  

Pensamento da semana (60 comentários, terceiro mais comentado)

O PS e as criancinhas (27 comentários)

O figurão (42 comentários)  

Europeias (5) (34 comentários, terceiro mais comentado) 

Festivais, petições e artistas parvos (41 comentários, terceiro mais comentado)

Europeias (10) (38 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Rebeldes, separatistas e equívocos (33 comentários)  

Dez razões para não votar em Pedro Marques nas europeias (24 comentários) 

Greta d' Arc (108 comentários, terceiro mais comentado)   

Europeias (23) (24 comentários)   

O cobrador do fraque (24 comentários)  

Prémio Camões: Mário de Carvalho é uma omissão chocante (96 comentários, o mais comentado do dia) 

Isto cheira cada vez pior (100 comentários, o mais comentado do dia)

 

Com um total de 1097 comentários nestes postais. Da autoria da Maria Dulce Fernandes, do João Pedro Pimenta, do JPT, do Diogo Noivo, do Rui Rocha, do João Sousa e de mim próprio.

Fica o nosso agradecimento aos leitores que nos dão a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

por Pedro Correia, em 01.05.19

Em 22 destaques feitos pelo Sapo em Abril, entre segunda e sexta-feira, para assinalar os dez blogues nesses dias mais comentados nesta plataforma, o DELITO DE OPINIÃO recebeu 19 menções ao longo do mês. 

 

Os portais foram estes, por ordem cronológica:

Belles toujours (28 comentários)

Reformismo e revolução (38 comentários)

Uma coerência exemplar (36 comentários, segundo mais comentado do dia)

O bispado de Bolsonaro (34 comentários)

Lavourada da semana (26 comentários)

As flores de estufa (36 comentários)

Penso rápido (91) (30 comentários)

Belles toujours (26 comentários)

A Igreja Católica em crise (91 comentários)

Assombro e dor (40 comentários)

Estátuas dos nossos reis (apêndice 1) (34 comentários)

E que tal ter férias em Caracas? (34 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Votos de uma Santa Páscoa (23 comentários)

O Sri Lanka e o estado do Ocidente (50 comentários)

Lavourada da semana (22 comentários)

Estrelas de cinema (30) (38 comentários, terceiro mais comentado)

Pago jornal, levo propaganda (56 comentários, terceiro mais comentado)

Belles toujours (62 comentários, terceiro mais comentado)

O "direito" a prejudicar outros (64 comentários, terceiro mais comentado)

 

Com um total de  768 comentários  nestes postais. Da autoria do JPT, da Cristina Torrão e de mim próprio.

Fica o nosso agradecimento aos leitores que nos dão a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

por Pedro Correia, em 01.04.19

Em 21 destaques feitos pelo Sapo em Março, entre segunda e sexta-feira, para assinalar os dez blogues nesses dias mais comentados nesta plataforma, o DELITO DE OPINIÃO recebeu 12 menções ao longo do mês. Incluindo um texto na primeira posição, outro na segunda e cinco na terceira.

 

Os textos foram estes, por ordem cronológica:

Ode ao messianismo (25 comentários, terceiro mais comentados do dia)

Fim de semana inglês (74 comentários, terceiro mais comentado)

Temos cadáveres no armário (46 comentários)

Pensamento da semana (27 comentários)

A testosterona comunista (24 comentários, terceiro mais comentado)

Santo padroeiro da ignorância (22 comentários)

Marcha pelo clima (32 comentários, segundo mais comentado do dia)

O comentário da semana (24 comentários)

Complicar o que é simples (66 comentários, o mais comentado do dia)

Lavourada da semana (46 comentários, terceiro mais comentado)

Nada recomendável (52 comentários, terceiro mais comentado)

Pôr fim à discriminação (38 comentários)

 

Com um total de  487 comentários  nestes postais. Da autoria do Diogo Noivo, da Teresa Ribeiro, do JPT e de mim próprio.

Fica o nosso agradecimento aos leitores que nos dão a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Cá por casa

por Pedro Correia, em 19.03.19

thumbnail_20190131_173008-1.jpg

31 de Janeiro

 

thumbnail_20190203_101149.jpg

3 de Fevereiro

 

thumbnail_20190213_102517-1.jpg

13 de Fevereiro

 

thumbnail_20190217_095335-1.jpg

17 de Fevereiro

 

thumbnail_20190309_185023-1-1.jpg

9 de Março

Entre os mais comentados

por Pedro Correia, em 15.03.19

 

Em 20 destaques feitos pelo Sapo em Fevereiro, entre segunda e sexta-feira, para assinalar os dez blogues nesses dias mais comentados nesta plataforma, o DELITO DE OPINIÃO recebeu oito menções ao longo do mês.

 

Os textos foram estes, por ordem cronológica:

Joana e os jornalistas (84 comentários, segundo mais comentado do dia)

Que esquerda é esta? (58 comentários, terceiro mais comentado do dia)

O que mais falta (36 comentários)

O meu irmão (46 comentários)

Lavourada da semana (32 comentários)

Cavaco, Sócrates e os analfabetos funcionais (40 comentários)

Lavourada da semana (32 comentários, terceiro mais comentado)

Paulo Rangel e as eleições europeias (31 comentários)

 

Com um total de  361 comentários  nestes postais. Da autoria do JPT e de mim próprio.

Fica o nosso agradecimento aos leitores que nos dão a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

por Pedro Correia, em 03.02.19

 

Em 22 destaques feitos pelo Sapo em Janeiro, entre segunda e sexta-feira, para assinalar os dez blogues nesses dias mais comentados nesta plataforma, o DELITO DE OPINIÃO recebeu 17 menções ao longo do mês. Incluindo quatro textos na primeira posição, dois na segunda e três na terceira.

 

Os textos foram estes, por ordem cronológica:

1 milhão e 174 mil visualizações (38 comentários, o mais comentado do dia)

Figura nacional de 2018 (32 comentários)

Facto nacional de 2018 (34 comentários, o mais comentado do dia)

E vão dez (60 comentários, o mais comentado do dia)

Preconceitos e Judite de Sousa (109 comentários, segundo mais comentado do dia)

Asco (38 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Lamento (106 comentários, o mais comentado do dia)

Repulsa (32 comentários)

Despudor (32 comentários)

Da inutilidade dos esforços (60 comentários, segundo mais comentado)

As palavras em vias de extinção (70 comentários, terceiro mais comentado)

Pensamento da semana (30 comentários)

Inversão de valores (44 comentários)

A pergunta que ainda falta fazer (58 comentários)

O programa preferido do António (32 comentários)

Ba e a polícia (50 comentários, terceiro mais comentado)

Estátuas dos nossos reis (156) (30 comentários)

 

Com um total de  851 comentários  nestes postais. Da autoria do JPT e de mim próprio.

Fica o nosso agradecimento aos leitores que nos dão a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

E vão dez

por Pedro Correia, em 05.01.19

1471643606336[1].jpg

 

Nada em concreto me revela tanto como é voraz a passagem do tempo como assinalar que se cumprem hoje dez anos da existência deste blogue. O DELITO DE OPINIÃO nasceu a 5 de Janeiro de 2009 com a intenção expressa de congregar no mesmo projecto algumas das melhores penas que abundavam na blogosfera generalista, então ainda em fase de expansão. Pelo menos à luz do meu critério de leitor.

A minha ideia - e não é por acaso que o blogue tem este nome, que logo me ocorreu - era reunir pessoas de proveniências diversas (até geográficas), idades diferentes, profissões variadas, com as mais díspares experiências de vida mas com dois traços em comum: o gosto pela escrita e a apetência pelo debate.

Reunida a equipa em poucas semanas, lançámos o projecto, que deixou de ser meu e se tornou numa plataforma de partilha de ideias e opiniões, aberta à participação dos leitores, atenta ao país e ao mundo. Uma plataforma administrada por todos, sem excepção, a partir de uma carta de princípios divulgada no primeiro dia e com uma regra dominante: aqui não há autores anónimos, cada um assume aquilo que escreve.

 

Os tempos mudaram, sucederam-se ciclos políticos, o País entrou em recessão e saiu dela, a blogosfera foi-se especializando em nichos temáticos, com vários dos seus protagonistas transitando para as colunas da imprensa ou instalando-se em palcos televisivos. Mas este blogue permaneceu, com a sua identidade própria, fiel às metas enunciadas no dia do lançamento. Da nossa parte esperam-se opiniões fortes, uma atmosfera plural, diversidade temática e a porta sempre aberta aos leitores. A tal ponto que alguns se tornaram também autores, passando a integrar a tribo delituosa.

Não foi apenas o mundo que mudou nos 3652 dias entretanto decorridos. Muitos de nós fomos mudando: aconteceram casamentos, separações, vieram filhos, as rotas profissionais foram-se alterando, não faltou quem experimentasse o desemprego. Estabeleceram-se novas relações, muitos projectos passaram do sonho à realidade. Houve tempo de luto, para chorar a morte de dois dos nossos - o João Carvalho e o Joaquim Coutinho Ribeiro.

O DELITO foi ficando. Já não apenas em formato digital, mas desde o ano passado também em livro que reúne textos de vários de nós. Uma antologia que só se tornou possível devido à entusiástica adesão dos nossos leitores, que a reservaram e pagaram por antecipação, numa prova de carinho que jamais esquecerei. Outra poderá vir a caminho, eventualmente com novos autores.

Há tanto por fazer, ideias não nos faltam.

 

De repente, passaram dez anos. O que fica do percurso iniciado em Janeiro de 2009? É ainda cedo para fazer um balanço, que em última análise, de resto, caberá a quem nos lê. Pela minha parte, já é gratificante ter alargado contactos e conhecimentos: hoje orgulho-me de que sejamos acima de tudo um grupo onde os laços de amizade perduram para além do ciclo efémero das estações. Como lembra o escritor espanhol Manuel Vicent, «a imortalidade é esse dom que os deuses depositam na memória dos amigos».

Frase magnífica, que nos pode servir de mote e lema.

Entre os mais comentados

por Pedro Correia, em 31.12.18

Em 21 destaques feitos pelo Sapo em Dezembro, entre segunda e sexta-feira, para assinalar os dez blogues nesses dias mais comentados nesta plataforma, o DELITO DE OPINIÃO recebeu 15 menções ao longo do mês. Incluindo cinco textos na primeira posição.

 

Os textos foram estes, por ordem cronológica:

Leitura recomendada (32 comentários)

"Tu tens cara de ser rico" (32 comentários)

A China e o país inibido (47 comentários)

Os comunocapitalistas (32 comentários)

Estátuas dos nossos reis (104) (216 comentários, o mais comentado do dia)

Pensamento da semana (160 comentários, o mais comentado do dia)

Só eu me espantarei? (66 comentários, o mais comentado do dia)

Marcelo (18 comentários)

Quem não tem cão caça com PAN (80 comentários, o mais comentado do dia)

Belles toujours (40 comentários, terceiro mais comentado do dia)

DELITO: blogue político do ano (46 comentários, terceiro mais comentado)

Ficar bem na fotografia (17 comentários)

Grandes romances (25) (56 comentários, o mais comentado do dia)

Jingle Bells (40 comentários)

Expressamente (30 comentários)

 

Com um total de  942 comentários  nestes postais. Da autoria do JPT, da Ana Vidal e de mim próprio.

Fica o nosso agradecimento aos leitores que nos dão a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.


O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D