Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Já li o livro e vi o filme (234)

por Pedro Correia, em 17.05.18

922552183_1_261x203_a-pousada-da-sexta-felicidade-

bergman-inn-of-the-sixth-happiness[1].jpg

  

  A POUSADA DA SEXTA FELICIDADE (1957)

Autor: Alan Burgess

Realizador: Mark Robson (1958)

A história real de Gladys Aylward, missionária inglesa na China devastada por duas guerras, inspirou um bom livro muito fiel à sua biografia e um filme hoje interessante apenas pela presença da incomparável Ingrid Bergman.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (233)

por Pedro Correia, em 09.05.18

1027725[1].jpg

c2ce2aa2-c1ce-473a-9542-626bc137229a[1].jpg

 

  ZORBA, O GREGO (1946)

Autor: Nikos Kazantzaki

Realizador: Michael Cacoyannis (1964)

A obra-prima do escritor grego cedo fascinou um vasto grupo de leitores, que se foi alargando ao ser adaptada ao cinema, naquele que foi o maior papel da carreira de Anthony Quinn. Fascinante, a cena da dança com Alan Bates numa praia de Creta ao som da partitura de Mikis Theodorakis. Cinco estrelas para livro e filme.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (232)

por Pedro Correia, em 02.05.18

250x[1].jpg

our-souls-at-night[1].jpg

 

 AS NOSSAS ALMAS NA NOITE (2015)

Autor: Kent Haruf

Realizador: Ritesh Batra (2017)

Meio século após Descalços no Parque, Jane Fonda e Robert Redford voltavam a protagonizar um filme - desta vez não uma comédia mas um melodrama, fiel ao belo romance crepuscular de Haruf, que aqui se despedia da literatura e da vida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (231)

por Pedro Correia, em 26.04.18

250x[1].jpg

the-jackal-1997-1439834823[1].jpg

 

      CHACAL (1971)

Autor: Frederick Forsyth

Realizador: Michael Caton-Jones (1997)

Um dos melhores thrillers políticos das últimas décadas, centrado num atentado real ao Presidente francês Charles de Gaulle em Agosto de 1963, serviu de base ao fraco "filme de acção" protagonizado por Bruce Willis e Richard Gere. Com a França transposta para os EUA. O livro é incomparavelmente superior.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (230)

por Pedro Correia, em 18.04.18

1282214553-f[1].jpg

C70LTDJW.jpg

 

APARIÇÃO (1959)

Autor: Vergílio Ferreira

Realizador: Fernando Vendrell (2018)

Um dos melhores romances portugueses do século XX, e o melhor alguma vez escrito sobre Évora, permaneceu todo este tempo incompreensivelmente à margem do cinema. Vendrell colmatou a falha, mas o livro suplanta o filme por larga margem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (229)

por Pedro Correia, em 11.04.18

livro_648993630_1_433[1].jpg

017-the-french-lieutenant-s-woman-theredlist[1].jp

  

A AMANTE DO TENENTE FRANCÊS (1969)

Autor: John Fowles

Realizador: Karel Reisz (1981)

Este romance magistral - que a Time incluiu nos cem melhores de língua inglesa entre 1923 e 2005 - deu origem a um filme, tão denso e mais labiríntico, com argumento de Harold Pinter, futuro Nobel. Entre as duas versões, escolho o livro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (228)

por Pedro Correia, em 05.04.18

IMG_0605[1].JPG

imagesER1AM37A.jpg

 

SUBLIME OBSESSÃO (1929)

Autor: Lloyd C. Douglas

Realizador: Douglas Sirk (1954)

Alemão imigrado em Hollywood, Sirk foi mestre do melodrama, recriando aqui um popular romance dos anos 20. O filme, com o seu expressionismo cromático, envelheceu muito menos do que o livro. Com Jane Wyman e Rock Hudson no elenco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (227)

por Pedro Correia, em 28.03.18

Screen-Shot-2017-11-06-at-3.38.21-PM[1].png

Passage to India Aziz Godbole Quested[1].jpg

 

      PASSAGEM PARA A ÍNDIA (1924)

Autor: E. M. Forster

Realizador: David Lean (1984)

Raras vezes livro e película se entrelaçam tão bem: o admirável romance de E. M. Forster - que o Guardian inclui entre as cem melhor obras de ficção em língua inglesa - foi transposto de forma exemplar para a tela por David Lean, um dos grandes mestres do cinema, neste seu filme-testamento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (226)

por Pedro Correia, em 21.03.18

ber-brooklyn[1].jpg

1_k3sTeT4nopY9tJ_D4yrTTQ[1].jpg

 

        BROOKLYN (2009)

Autor: Colm Tóibín

Realizador: John Crowley (2015)

O filme protagonizado por Saoirse Ronan - justamente nomeada para o Óscar de melhor actriz - está em perfeita sintonia com o belo romance, centrado numa jovem imigrante irlandesa em Nova Iorque no início da década de 50.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (225)

por Pedro Correia, em 15.03.18

1017719[1].jpg

image[1].jpg

 

       O DOENTE INGLÊS (1992)

Autor: Michael Ondaatje

Realizador: Anthony Minghella (1996)

Por vezes é muito difícil escolher. É o caso. Belíssima longa-metragem (que vi primeiro), galardoada com o Óscar de melhor filme e melhor realização, exibida em Portugal sob o título - mais literal mas mais ambíguo - O Paciente Inglês. Belíssímo romance intemporal sobre o rasto de um amor devastado pela guerra.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ja li o livro e vi o filme (224)

por Pedro Correia, em 07.03.18

Misery[1].jpg

misery1990imagegallery5[1].jpg

 

     MISERY (1987)

Autor: Stephen King

Realizador: Rob Reiner (1990)

Eis um caso em que livro e filme quase se equivalem. Com ligeira vantagem para o romance, que por ter 470 páginas nos prolonga o prazer do convívio com o acidentado escritor Paul Sheldon e a sua fã número um, por acaso também sua carcereira. O filme valeu um merecidíssimo Óscar à actriz Kathy Bates.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (223)

por Pedro Correia, em 28.02.18

250x[1].jpg

175323-004-4C5C0806[1].jpg

 

      BAMBI - UMA VIDA NOS BOSQUES (1923)

Autor: Felix Salten

Realizador: David Hand (1942)

O filme produzido por Walt Disney - que tem sensibilizado gerações de crianças para a necessidade de protegermos a vida animal - tornou-se muito mais conhecido do que o livro. Mas obra literária não lhe é inferior. Um clássico para todas as idades.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (222)

por Pedro Correia, em 21.02.18

8050058638-emmanuelle-emmanuelle-arsan[1].jpg

1977-goodbye-emmanuelle1[1].jpeg

 

     EMMANUELLE (1959)

Autora: Emmanuelle Arsan

Realizador: Just Jaeckin (1974)

Poucos géneros cinematográficos envelheceram tão mal como o soft porno, que na década de 70 seduziu multidões. O filme é uma curiosa relíquia desse tempo em que se mitificava a liberdade sexual como prelúdio ou complemento da revolução social. Superior, ainda assim, ao livro - pedante e pretensioso, nos limites do ridículo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (221)

por Pedro Correia, em 14.02.18

1540-1[1].jpg

darkest-hour-gary-oldman[1].png

 

     A HORA MAIS NEGRA (2017)

Autor: Anthony McCarten

Realizador: Joe Wright (2017)

Churchill nunca foi tão bem retratado, no cinema ou na televisão, como nesta longa-metragem que valeu a Gary Oldman uma justa nomeação para Óscar de melhor actor. Um desempenho que vale por todo o filme. Falta ao competente livro-guião este suplemento de energia e autenticidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (220)

por Pedro Correia, em 07.02.18

A-Toupeira[1].jpg

B007BVOF8E_TinkerTailorSoldierSpy_UXNB1._RI_SX940_

 

     A TOUPEIRA (1974)

Autor: John Le Carré

Realizador: Tomas Alfredson (2011)

Talvez seja a definitiva obra de espionagem. Muito mais romance psicológico do que thriller, com grande parte da acção desenrolada no intelecto do protagonista - o taciturno George Smiley, figura crucial da ficção britânica. O filme esforça-se por ser fiel ao livro, embora incapaz de lhe captar muitas subtilezas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (219)

por Pedro Correia, em 01.02.18

puff-e-os-seus-amigos[1].jpg

7559182942_9930a0b711_b[1].jpg

 

     PUFF E OS SEUS AMIGOS (1926)

Autor: Alan Alexander Milne

Realizadores: John Lounsbery e Wolfgang Reitherman (1977)

Um clássico da literatura infantil muito bem transposto para o grande ecrã pelas produções Walt Disney - inicialmente em filmes de curta-metragem, ainda supervisionados nos anos 60 pelo histórico patrão do estúdio, e reunidos na década seguinte numa película de longa dimensão. Gostei mais de ver do que de ler.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (218)

por Pedro Correia, em 25.01.18

500x[1].jpg

The-Remains-of-the-Day-film[1].jpg

 

    OS DESPOJOS DO DIA (1989)

Autor: Kazuo Ishiguro

Realizador: James Ivory (1993)

Inesquecível, o desempenho de Anthony Hopkins no papel do mordomo Stevens, oculto na penumbra da mansão de Darlington Hall. Mas prefiro o admirável romance do autor anglo-japonês, há meses distinguido com um Nobel bem merecido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (217)

por Pedro Correia, em 17.01.18

1041883[1].jpg

v1[1].jpg

 

     REBECA (1938)

Autora: Daphne du Maurier

Realizador: Alfred Hitchcock (1940)

Obra-prima do romance psicológico, confrontando duas mulheres casadas com o mesmo homem: a falecida, que dá nome ao livro, e a sucessora, que nunca saberemos como se chama. Daqui nasce o primeiro filme americano de Hitchcock, galardoado em 1941 com o Óscar para melhor longa-metragem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (215)

por Pedro Correia, em 12.01.18

img_197841490_1339199365_abig[2].jpg

500px-BG-RM+GC-01[1].jpg

 

  BEAU GESTE (1924)

Autor: Percival C. Wren

Realizador: William Wellman (1939)

Um caso evidente em que o filme supera o livro. Este livrinho, baseado na suposta experiência do autor na Legião Estrangeira, resistiu menos à passagem do tempo do que a segunda versão filmada, com Gary Cooper como protagonista.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (214)

por Pedro Correia, em 03.01.18

ano passado em marien[1].jpg

Marienbad1[1].jpg

 

 O ANO PASSADO EM MARIENBAD (1961)

Autor: Alain Robbe-Grillet

Realizador: Alain Resnais (1961)

Provavelmente o mais entediante filme de todos os tempos: planos fixos, monólogos interiores debitados sem traço de emoção, enredo nulo, secura humana. Tudo começa neste guião editado em livro: uma inenarrável chumbada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (213)

por Pedro Correia, em 28.12.17

1040225[1].jpg

Bloodline_Still3[1].jpg

 

 LAÇOS DE SANGUE (1977)

Autor: Sidney Sheldon

Realizador: Terence Young (1979)

Típica "literatura de aeroporto", este romance assinado por um dos nomes de maior êxito comercial na ficção literária norte-americana, com mais de 300 milhões de livros vendidos, deu origem a um filme que foi fracasso de bilheteira. Mesmo com Audrey Hepburn, Ben Gazzara, Romy Schneider e James Mason no elenco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (112)

por Pedro Correia, em 20.12.17

917352253_1_1000x700_peter-pan-ediao-especial-rui-

disneys-peter-pan-1953[1].jpg

  

    PETER PAN (1911)

Autor: J. M. Barrie

Realizadores: Wilfred Jackson, Clyde Geronimi e Hamilton Luske (1953)

A fabulosa produção dos estúdios Walt Disney universalizou a história do rapaz que nunca deixou de ser menino. Livro e filme equivalem-se: ambos continuam a fazer sonhar gerações de miúdos e graúdos embalados para a Terra do Nunca.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (211)

por Pedro Correia, em 15.12.17

acapitães%20corajosos[1].jpg

136491_full[1].jpg

 

    CAPITÃES CORAJOSOS (1897)

Autor: Rudyard Kipling

Realizador: Victor Fleming (1937)

Típica literatura juvenil, pela pena enérgica do britânico distinguido em 1907 com o Nobel. Muito bem transposta para um filme que por cá se chamou Lobos do Mar: Spencer Tracy recebeu um merecido Óscar no papel de um pescador português.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (210)

por Pedro Correia, em 06.12.17

a beleza é um presente envenenado.jpg

39666e04a71279c2b704c67229a4c9c9--helen-mirren-the

 

   A ÚLTIMA PRIMAVERA (1950)

Autor: Tennessee Williams

Realizador: Robert Allan Ackerman (2003)

"A beleza é um presente envenenado": eis o mote desta pungente novela, escrita por Williams no pós-guerra em Roma. A adaptação a filme televisivo, com Helen Mirren, Anne Bancroft e Rodrigo Santoro, não presta inteira justiça ao livro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (209)

por Pedro Correia, em 29.11.17

1321634975-f[1].jpg

baladadapraiadoscaes_01[1].jpg

 

  BALADA DA PRAIA DOS CÃES (1982)

Autor: José Cardoso Pires

Realizador: José Fonseca e Costa (1987)

Não é o melhor livro de Cardoso Pires, mas talvez seja a melhor longa-metragem de Fonseca e Costa: um denso policial, baseado em caso verídico, com inesquecível desempenho de Raul Solnado no papel do chefe de brigada Elias Santana, da Judiciária. Se tivesse de optar entre um e outro, elegia o filme.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (208)

por Pedro Correia, em 22.11.17

voando-sobre-um-nibho-de-cucos[1].jpg

140113_MEDEX_PsychWardCuckoosNest.jpg.CROP.promova

 

     VOANDO SOBRE UM NINHO DE CUCOS (1962)

Autor: Ken Kesey

Realizador: Milos Forman (1975)

Romance centrado num hospital psiquiátrico como metáfora de um mundo concentracionário. Tanto o livro como a película (que recebeu cinco Óscares) têm elementos hoje algo datados, ligados à contracultura dos anos 60. Jack Nicholson, com um magnífico desempenho, faz a diferença a favor do filme.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (207)

por Pedro Correia, em 15.11.17

O-Primo-Basilio[1].jpg

oprimobasilio_1959_01[1].jpg

 

  O PRIMO BASÍLIO (1878)

Autor: Eça de Queirós

Realizador: António Lopes Ribeiro (1959)

Filmar Eça é tarefa gigantesca e quase inglória para qualquer cineasta: a película costuma ficar muito aquém do livro. Foi o caso desta adaptação demasiado teatral e passadista. Com António Vilar, Ribeirinho e João Villaret no elenco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (206)

por Pedro Correia, em 08.11.17

dez dias[1].jpg

Reds-1_lowres-20130717-120507-large[1].jpg

 

    DEZ DIAS QUE ABALARAM O MUNDO (1919)

Autor: John Reed

Realizador: Warren Beatty (1981)

Uma das reportagens mais célebres de todos os tempos, assinada pelo jornalista americano John Reed (1887-1920), relata-nos em primeira mão a tomada do poder pelos sovietes na Rússia faz agora cem anos. O livro serviu de base ao filme Reds, com Warren Beatty no papel de Reed. Óscar merecido para a realização, também de Beatty. Mas prefiro o livro, escrito numa linguagem vívida e empolgante.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (205)

por Pedro Correia, em 01.11.17

881181353_1_1000x700_viagem-ao-centro-da-terra-jul

journey_to_the_center_of_the_earth_3d_movie_image_

 

  VIAGEM AO CENTRO DA TERRA (1864)

Autor: Júlio Verne

Realizador: Eric Brevig (2008)

A obra-prima de Verne continua a seduzir leitores década após década, século após século. A simpática fita homónima de aventuras vê-se bem (com óculos apropriados a três dimensões) mas está longe de ombrear com o fascínio do livro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (204)

por Pedro Correia, em 25.10.17

849593191_1_261x203_as-horas-de-michael-cunningham

1024x1024[1].jpg

  

  AS HORAS (1998)

Autor: Michael Cunningham

Realizador: Stephen Daldry (2002)

Bela paráfrase de Mrs. Dalloway, obra-prima de Virginia Woolf, transposta para a vida quotidiana de duas mulheres com um elo em comum, só desvendado ao cair do pano. O romance foi premiado com um Pulitzer bem merecido, o filme (com Meryl Streep, Nicole Kidman e Julianne Moore) presta-lhe adequada homenagem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (203)

por Pedro Correia, em 19.10.17

shining[1].jpg

23371_54_news_hub_19715_656x500[1].jpg

 

  THE SHINING (1977)

Autor: Stephen King

Realizador: Stanley Kubrick (1980)

Confesso-me pouco ou nada apreciador do género, o que me torna suspeito para avaliar tanto o livro como o filme, com títulos sem tradução portuguesa. Apesar de tudo, senti menos desconforto com a leitura do extenso romance (619 páginas) de King. De Kubrick prefiro outras obras, passando ao lado do terror.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (202)

por Pedro Correia, em 11.10.17

img_194088715_1322653567_abig[1].jpg

War-of-the-Roses_kathleen-turner_michael-douglas[1

 

   A GUERRA DAS ROSAS (1981)

Autor: Warren Adler

Realizador: Danny De Vito (1989)

O livro lê-se muito bem. Mas o filme supera-o na sua delirante toada de comédia negra - uma das mais apreciadas e aplaudidas da década de 80, com brilhantes desempenhos de Kathleen Turner e Michael Douglas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (201)

por Pedro Correia, em 04.10.17

imagem[1].jpg

925272_1_0729-born-free-cecil_standard[1].jpg

  

  UMA LEOA CHAMADA ELSA (1960)

Autora: Joy Adamson

Realizador: John Hill (1966)

Gostei muito do livro, que foi best seller mundial. Mas a película britânica supera-o: magnífico relato de uma leoa que viveu três anos em ameno convívio com os donos no Quénia. Ao som da bela canção Born Free - nome original do filme.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (200)

por Pedro Correia, em 26.09.17

cerromaior[1].JPG

cerromaior_1b-300x218[1].jpg

  

  CERROMAIOR (1943)

Autor: Manuel da Fonseca

Realizador: Luís Filipe Rocha (1981)

Talvez o melhor romance neo-realista português, esta vibrante e comovente saga alentejana deu origem ao filme homónimo, muito elogiado na época da estreia mas que, à distância, parece ter envelhecido bastante mais do que o livro. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (199)

por Pedro Correia, em 20.09.17

1000751[1].jpg

1-live-and-let-die[1].png

   

  VIVER E DEIXAR MORRER (1954)

Autor: Ian Fleming

Realizador: Guy Hamilton (1973)

Provavelmente o melhor livro de aventuras escrito por Ian Fleming. Acção trepidante, bem transposta para o cinema, marcando a estreia de Roger Moore no papel do agente 007. Prefiro o filme, até por ter uma das mais belas Bond girls de sempre: a actriz britânica Jane Seymour.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (198)

por Pedro Correia, em 13.09.17

toda-nudez-ser-castigada-nelson-rodrigues[1].jpg

maxresdefault[1].jpg

  

  TODA NUDEZ SERÁ CASTIGADA (1965)

Autor: Nelson Rodrigues

Realizador: Arnaldo Jabor (1973)

Talvez a mais delirante peça teatral escrita por Nelson Rodrigues - autor ainda hoje tão amado como detestado - transposta de forma exemplar para cinema pela mão de Arnaldo Jabor, cineasta e escritor cujo talento iguala o do dramaturgo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (197)

por Pedro Correia, em 07.09.17

9789727087211[1].png

xnVNW7hDqhGILuKqLCUlyKXwKjc[1].jpg

 

    O BEIJO DA MULHER ARANHA (1976)

Autor: Manuel Puig

Realizador: Hector Babenco (1985)

Este romance, ambientado nos anos de chumbo da ditadura argentina, centra-se num preso político e num homossexual encerrados na mesma cela - cada qual com o seu imaginário e as suas obsessões. O filme, com Sonia Braga no papel onírico da "mulher aranha", valeu um Óscar a William Hurt, mas o livro é superior.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (196)

por Pedro Correia, em 24.08.17

1001579[1].jpg

AndersonTapes1[1].jpg

 

   DOSSIER ANDERSON (1970)

Autor: Lawrence Sanders

Realizador: Sidney Lumet (1971)

Este trepidante e engenhoso policial sobre um assalto a um prédio novaiorquino por um punhado de vencidos da vida valeu a Sanders um prémio nesta sua estreia na ficção literária. O filme de Lumet, à boleia do sucesso de vendas da obra, funciona como uma pálida réplica do livro, mesmo com Sean Connery no principal papel.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (195)

por Pedro Correia, em 17.08.17

O_DESPREZO_1482241255391056SK1482241255B[1].jpg

brigitte-bardot-and-michel-piccoli-in-contempt-god

  

   O DESPREZO (1954)

Autor: Alberto Moravia

Realizador: Jean-Luc Godard (1963)

Brigitte Bardot filmada por Godard naquele que é talvez o mais deslumbrante filme da fugaz carreira dela. Rodada na ilha de Capri, com Michel Piccoli, Jack Palance e Fritz Lang no elenco, a película supera o romance homónimo de Moravia, em grande parte pelos cenários deslumbrantes e pela sua fotografia inesquecível.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (194)

por Pedro Correia, em 09.08.17

carol%20ou%20o%20preço%20do%20sal[1].png

maxresdefault[1].jpg

 

  CAROL (1952)

Autora: Patricia Highsmith

Realizador: Todd Haynes (2015)

O mais atípico e autobiográfico romance de Patricia Highsmith, escrito no auge da sua criatividade literária, é uma obra-prima da novelística norte-americana da segunda metade do século XX. A tardia adaptação ao cinema, embora competente, não dispensa a leitura - antes pelo contrário.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (193)

por Pedro Correia, em 02.08.17

img_227895680_1488310367_l[1].jpg

008-diamonds-are-forever-theredlist[1].jpg

 

   OS DIAMANTES SÃO ETERNOS (1956)

Autor: Ian Fleming

Realizador: Guy Hamilton (1971)

Os livros de Fleming devoram-se a um ritmo tão acelerado como as películas adaptadas destas novelas: são bons para ler em aeroportos. Sempre preferi as trepidantes versões filmadas - incluindo esta, a última oficial com Sean Connery interpretando o papel do inconfundível agente 007.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (192)

por Pedro Correia, em 26.07.17

250x[1].jpg

bella di giorno[1].jpg

 

  BELA DE DIA (1928)

Autor: Joseph Kessel

Realizador: Luis Buñuel (1967)

Há obras-primas do cinema que nascem de livros medianos. Este é um desses casos. O filme de Buñuel, com Catherine Deneuve na inesquecível protagonista, voa muito mais alto do que a novela em que se inspirou.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (191)

por Pedro Correia, em 19.07.17

book_249[1].jpg

29675_40486_95700[1].jpg

 

  AMOR DE PERDIÇÃO (1862)

Autor: Camilo Castelo Branco

Realizador: Manoel de Oliveira (1979)

A mais célebre novela de Camilo, centrada na trágica paixão entre dois adolescentes da nobreza provinciana da primeira década do século XIX, Teresa Albuquerque e Simão Botelho, originou uma das mais controversas longas-metragens do cineasta de Aniki-Bóbó. Entre livro e filme, prefiro ler. E reler.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (190)

por Pedro Correia, em 06.07.17

denunciante-211x300[1].jpg

ford-the-informer[1].jpg

 

   O DENUNCIANTE (1925)

Autor: Liam O' Flaherty

Realizador: John Ford (1935)

Ford venceu o primeiro dos seus quatro Óscares como melhor realizador com esta obra-prima sobre a traição e a vingança nos bastidores revolucionários da Irlanda de 1922, tão bem descritos no magnífico romance que originou o filme.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (189)

por Pedro Correia, em 21.06.17

1540-6[1].jpg

jules-et-jim-3[1].jpg

 

  JULES E JIM (1953)

Autor: Henri-Pierre Roché

Realizador: François Truffaut (1962)

A novela de Roché - que retratava a amizade muito especial que o autor manteve pelo escritor alemão Franz Hessel e pela sua mulher, Helen Grund - passou despercebida ao ser editada. E assim teria permanecido sem a adaptação cinematográfica de Truffaut. Eis um caso em que o filme é muito superior ao livro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (188)

por Pedro Correia, em 14.06.17

9789727084272[1].png

Reflets-dans-un-Oeil-dOr-Reflections-in-a-Golden-E

  

REFLEXOS NUNS OLHOS DE OIRO (1941)

Autora: Carson McCullers

Realizador: John Huston (1967)

Não é frequente, mas acontece: livro e filme equivalem-se. A segunda obra escrita por Carson McCullers, sobre um insólito quarteto amoroso num aquartelamento militar, teve uma soberba adaptação para cinema. Com Marlon Brando, Elizabeth Taylor, Brian Keith e Jullie Harris nos principais papéis.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (187)

por Pedro Correia, em 07.06.17

imagem[1].jpg

Arandir-Ney-Latorraca-Nelson-Rodrigues[1].jpg

  

O BEIJO NO ASFALTO (1961)

Autor: Nelson Rodrigues

Realizador: Bruno Barreto (1981)

O pungente drama de Nelson Rodrigues - o mais camiliano dos escritores brasileiros - transposto de forma muito competente para o cinema com Tarcísio Meira, Ney Latorraca, Christiane Torloni e Lídia Brondi à frente do elenco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (186)

por Pedro Correia, em 31.05.17

Diário%20de%20uma%20criada[1].jpg

journal-d-une-femme-de-chambre-1946-01-g[1].jpg

18864732.jpg-r_760_x-f_jpg-q_x-20070907_055535[1].

 

DIÁRIO DE UMA CRIADA DE QUARTO (1900)

Autor: Octave Mirbeau

Realizador: Jean Renoir (1946)

Realizador: Luis Buñuel (1964)

Implacável sátira à moral burguesa da sua época, esta obra-prima da literatura fascinou cineastas como o francês Renoir, filmando nos EUA, e o espanhol Buñuel, filmando em França. Paulette Goddard interpreta a criada no primeiro, mais poético; Jeanne Moreau no segundo, mais corrosivo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (185)

por Pedro Correia, em 17.05.17

1027238[1].jpg

splendoredthing1[1].jpg

 

A COLINA DA SAUDADE (1952)

Autor: Han Suyin

Realizador: Henry King (1955)

O romance - em grande parte autobiográfico - que deu fama à escritora sino-belga viu ampliado o sucesso após a estreia do filme, rodado em Hong Kong e Macau, com Jennifer Jones e William Holden. Gosto de ambos, mas prefiro o livro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já li o livro e vi o filme (184)

por Pedro Correia, em 10.05.17

image[1].jpg

The-time-machine[1].jpg

 

 A MÁQUINA DO TEMPO (1895)

Autor: H. G. Wells

Realizador: Simon Wells (2002)

Clássico dos clássicos na ficção científica, obra de culto entre os apaixonados do género, este romance já seduziu várias gerações de leitores. O filme, cheio de concessões aos ditames da correcção política, é fraco sucedâneo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D