Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O caso Evo Morales

por Luís Menezes Leitão, em 10.07.13

 

Esta descrição que Evo Morales faz do seu vôo atribulado por diversos Estados europeus enche de vergonha qualquer cidadão europeu minimamente consciente. Não se compreende como é que um avião de um Chefe de Estado estrangeiro pode ver rejeitado o sobrevôo ou mesmo a aterragem no território de vários Estados europeus por mera suspeita, pelos vistos infundada, de que no avião se encontrava Eduard Snowden, cuja captura é exigida pelos Estados Unidos. Aliás, mesmo que essa suspeita se confirmasse, alguma vez seria admissível a revista do avião e a prisão do referido Snowden, sabendo-se que a aeronave de um Estado é considerada território desse Estado?

 

A posição mais hipócrita foi neste caso a portuguesa. Primeiro alegou "razões técnicas" para não permitir a aterragem, e agora Portas diz que não queria "importar" Snowden. Mas que importação se verificaria se o avião fosse abastecido e seguisse viagem? A vassalagem aos Estados Unidos é de tal ordem que o Estado Português se sente obrigado a invadir o avião dum Chefe de Estado estrangeiro, logo que ele aterra em Portugal, apenas porque tal lhe foi pedido?

 

Esta atitude foi de uma irresponsabilidade sem precedentes. Noutros tempos poderia mesmo ser considerada um "casus belli". Portas estava convencido que as nossas escassas relações com a Bolívia lhe permitem fazer essa desconsideração ao seu Chefe de Estado, mas é evidente que vai ser surpreendido com uma reacção geral dos países sul-americanos em defesa de Evo Morales. Espanha já percebeu o filme e pediu apressadamente desculpas. Mas em Portugal vamos continuar a fazer uma triste figura.

Índios, cabeludos e homofóbicos

por Pedro Correia, em 22.04.10

 

O frango "capitalista", carregado de hormonas femininas, provoca a calvície e faz espalhar a homossexualidade pelo mundo: "Quando los hombres comen esos pollos, tienen desviaciones en ser como hombres." A Coca-Cola, como já sabíamos por cá desde 1975, é a água suja do imperialismo. Uma batata holandesa não serve para alimentar o povo, talvez devido à nefasta influência das tulipas. Os transgénicos devem ser condenados ao garrote. Assim falou Evo Morales, um dos ídolos da esquerda mundial, incensado também em Portugal pelos pândegos do costume. Muy macho, manda "comer quichua", um cereal dos Andes, que produz homens de barba rija e não tipos mansos, como a tia do Louçã.

"La calvicie, que parece normal, es una enfermedad en Europa, casi todos son calvos. Y es por las cosas que comen. Mientras, en los pueblos indígenas no hay calvos, porque comemos otras cosas", proclamou o Presidente socialista da Bolívia, de que o Avante tanto gosta e a quem alguns bloguistas cantam hossanas. Façam como ele diz: comam quichua. Ficam índios, cabeludos e homofóbicos, capazes de escalpar o general Custer e trepar a qualquer cordilheira. Uma gracinha.


O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D