Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fora da caixa (2)

por Pedro Correia, em 06.09.19

8172397_rES28[1].jpg

 

 

«Tanto me faz estar como não estar.»

Rui Rio, entrevistado pela TVI 24 (3 de Setembro)

 

O estatuto de ex-presidente do PSD é um dos mais ambicionados na política portuguesa. Dá um bocado para quase tudo - desde administrador não-executivo do grupo financeiro multinacional Goldman Sachs (Barroso) até comentador de futebol na TVI 24 (Menezes). Por isso não admira que Rui Rio ande obcecado por atingir tal meta. Na corrida eleitoral em curso dir-se-ia até que este é o grande objectivo que o anima.

Para lá chegar, deu ontem mais um passo decisivo. No suposto frente-a-frente com Assunção Cristas, em directo no Jornal da Noite da SIC - afinal um monólogo a duas vozes, onde era gritante (até pela linguagem corporal de ambos) a nula empatia ali reinante.

Sem necessidade, como todas as sondagens indicam, o ainda presidente do PSD tudo fez para afugentar ainda mais o que resta do seu eleitorado fiel. Posicionou-se no espaço já ocupado por António Costa: «Eu não vou disputar eleitorado à direita. Disputo mais eleitorado com o PS do que com o CDS.» E saudou como filho pródigo um trânsfuga que nas europeias de 2014, durante a governação PSD-CDS, aceitou figurar no tempo de antena socialista e em Junho de 2015 foi brindado com aplausos frenéticos na Convenção Nacional do PS ao atacar a coligação e exprimir a sua «plena confiança» em Costa.

Rio - que voltou a não proferir uma palavra sobre o anterior Executivo liderado pelo seu partido - dobrou-se em vénias ao trânsfuga, gabando-lhe o «currículo notável» e enaltecendo-o como «pessoa altamente respeitável na sociedade portuguesa». Acelera para a derrota com tão convicta pedalada que já ninguém duvida: conseguirá atingir a cobiçada meta.

Antevejo-o já como comentador no Expresso aos sábados e na RTP3 às quintas. Um futuro auspicioso.

Marxismo, tendência Groucho.

por Luís Menezes Leitão, em 06.09.19

Groucho Marx disse uma vez que se recusava a ingressar em qualquer clube que o aceitasse como membro. António Capucho pelos vistos tem a perspectiva inversa.

Palavras para recordar (12)

por Pedro Correia, em 12.01.17

 

6760468847_71930a9c23[1].jpg

 

ANTÓNIO CAPUCHO

Sol, 4 de Fevereiro de 2011

«Passos Coelho tem toda a razão. Porque é que eu hei-de ter passe social? E porque é que a CP me faz desconto a mim? A minha mulher contou-me que vai para Lisboa por metade do preço por ter mais de 65 anos. Não faz nenhum sentido. É neste tipo de coisas que por uma questão moral mas também financeira que Passos Coelho tem de ser aparentemente liberal, mas é ele que está a defender o Estado Social.»

Deve haver alguma

por Sérgio de Almeida Correia, em 06.01.17

Refiro-me à lógica. Sim, deverá haver alguma. Mais a mais sendo hoje responsáveis pelo PSD os mesmos que ditaram a sua expulsão e não tendo sido António Capucho a solicitar-lhes o apoio. "Escravos dos estatutos", evidentemente, mas só quando lhes convém. Na hora do leilão vão-se as convicções, os princípios, os estatutos. O oportunismo, o atrevimento e a falta de vergonha são as únicas imagens que ficam.

Uns vão de geringonça, outros penduram-se na primeira que aparece para se safarem. Nada de novo, portanto.

Profetas da nossa terra (67)

por Pedro Correia, em 28.05.15

«Não acredito que o Syriza possa ganhar. (...) Penso que, não sei se para o bem ou para o mal, a Nova Democracia ainda vai conseguir ganhar [as eleições gregas de 25 de Janeiro].»

António Capucho, 2 de Janeiro de 2015

Profetas da nossa terra (57)

por Pedro Correia, em 22.10.14

«Isto deixou de ser um Governo do PSD, com o CDS como segundo partido, para ser um Governo Paulo Portas-CDS com o PSD acessório, absolutamente acessório.»

António Capucho, 24 de Julho de 2013

Frases de 2014 (12)

por Pedro Correia, em 20.05.14

«Apoio a candidatura do Partido Socialista. Faço-o como social-democrata, em coerência

António Capucho, hoje, no tempo de antena do PS

Sempre nas notícias

por Pedro Correia, em 14.02.14

António Capucho suspende mandato de presidente da Câmara de Cascais alegando "razões de saúde"

27 de Janeiro de 2011

 

Capucho recusa convite de Passos para ser segundo na lista de Lisboa por ficar abaixo de Fernando Nobre

21 de Abril de 2011

 

António Capucho "suspende militância activa" no PSD

23 de Março de 2012

 

"Quero voltar à política activa nas eleições autárquicas"

5 de Setembro de 2012

 

Capucho está disponível para ser presidente da Cruz Vermelha Portuguesa

4 de Janeiro de 2013

 

"Havia de ser engraçado moverem-me um processo disciplinar, mas não têm coragem para isso"

24 de Abril de 2013

 

Capucho é candidato independente à Assembleia Municipal de Sintra contra o PSD

16 de Maio de 2013

 

Candidatura independente derrotada em Sintra

30 de Setembro de 2013

 

Capucho está disponível para disputar a Presidência da República

13 de Novembro de 2013

 

Capucho expulso do PSD por ter concorrido como independente

11 de Fevereiro de 2014

 

"PSD já não funciona como um partido democrático"

12 de Fevereiro de 2014

 

"Tenho perfil para o lugar de Presidente da República"

14 de Fevereiro de 2014


O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D