Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



À conversa com o Fernando Alves

por Pedro Correia, em 21.04.18

image[2].jpg

 

O meu livro 2017 - As Frases do Ano foi pretexto para 10 minutos de diálogo na TSF

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O meu vizinho Canetti

por Pedro Correia, em 16.04.18

20180415_122158-1.jpg

 Livraria Bertrand, Avenida de Roma (Lisboa), ontem de manhã

 

Encontrar livros nossos à disposição do público nos postos de venda tem destas ironias saborosas: a minha mais recente obra, 2017 - As Frases do Ano, surge junto A Língua Resgatada, de Elias Canetti. Que figura há anos entre os meus autores de culto.

Por uma vez somos vizinhos, caro Elias. Nem imaginas como me satisfaz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

250x[1].jpg

 

Chegou ontem às livrarias o meu mais recente livro, intitulado 2017 - As Frases do Ano. Um registo dos acontecimentos do ano passado (sem falhar um dia) em discurso directo. Com declarações de políticos, jornalistas, empresários, desportistas, escritores, actores, cantores, humoristas. Sem esquecer personalidades tão diversas como Madonna ou o Papa Francisco, que de algum modo marcaram também a actualidade portuguesa em 2017. 

Esta obra tem 262 páginas e é editada pela Contraponto. 

 

Aqui ficam algumas das frases recolhidas, só para vos abrir o apetite:

«Os portugueses são os nórdicos do século XXI.» (Marcelo Rebelo de Sousa)

«Mário Centeno é o Ronaldo do Ecofin.» (Wolfgang Schäuble)

«Nunca recebi dinheiro de ninguém.» (José Sócrates)

«Fiquei praticamente com o correspondente a dois salários mínimos.» (Ricardo Salgado) 

«Mariana Mortágua há-de ser ministra das Finanças.» (Francisco Louçã)

«O PS nunca mais vai precisar da direita para governar.» (Pedro Nuno Santos)

«Prefiro um enfarte à desilusão de o Benfica perder.» (Ricardo Araújo Pereira)

«Bardamerda para todos aqueles que não são do Sporting.» (Bruno de Carvalho)

«É extraordinário como gostamos de comer merda desde que seja açucarada.» (António Lobo Antunes)

«Os homens têm medo de mulheres livres.» (Isabel Moreira)

«É evidente que Nossa Senhora não apareceu em Fátima.» (Padre Anselmo Borges)

«Faz imensa falta uma primeira-dama em Belém.» (Maria Cavaco Silva)

«Que venha a chuva. Bom dia.» (Catarina Martins)

 

Espero que gostem.

Autoria e outros dados (tags, etc)


O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D