Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sugestão: um livro por dia

por Pedro Correia, em 09.03.18

250.jpg

 

    Nova Arte de Conceitos, de Luís Miguel Rosa

Contos

(edição Companhia das Ilhas, 2017)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Beatriz Santos a 09.03.2018 às 18:32

O título é intrigante e inesperado num livro de contos. Serão especiais? Ou especialmente diferentes?
Sem imagem de perfil

De Vigilex a 09.03.2018 às 20:28

Não deve ser gande espingarda. Tipo por curiosidade pus-me a procurar na net e não há nada sobre o livro. Vai na volta é mais um vanity press. Um outro gajo que nunca ninguem ouviu falar deu-lhes uns miminhos num blógue:

http://esquerda-da-virgula.blogspot.pt/2017/09/nova-arte-de-conceitos-contos.html

Este é o problema de Portugal, tudo publica-se, depois não admira que as livrarias não vendem e fecham,ninguém encontra o que vale a pena. Um gajo entra numa livraria e nem há Eça e Pessoa é só estes totós que pensam que tem direito a publicar tudo lá porque lhes deu alinhevar uns sentimentos. Isso também eu faço, mas não me meto a artista. O Pacheco Pereira é que tinha razão à uns tempos atrás. O Delito também tem piada, tanto faz réclame a um escritor conceituado como João Tordo como depois se mete a se escrever sobre vanity presses. Não há critério, é como entrar na livraria, fica-se atordoado com tanta barafunda que sai sem levar nada.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 09.03.2018 às 22:55

Não é preciso recuar "à uns tempos atrás": há hoje obras de Eça e Pessoa em todas as livrarias.
Quem nunca frequenta livrarias, claro, não faz a menor ideia.
Sem imagem de perfil

De Beatriz Santos a 09.03.2018 às 23:16

Pronto. São especialmente diferentes, pelo que li. Não me servem, prefiro contos que eu entenda. Ora quer a crítica destes como talvez a sua escrita, são complexos. Não é a minha praia e nem correspondem ao que gosto num conto.

Vigilex, acho que devia vigiar o seu português escrito. Não é por nada.
Sem imagem de perfil

De Vigilex a 10.03.2018 às 16:24

Ó Senhora Dona Beatriz Santos, não se preocupe tanto com o meu português, para a caixa dos comentários está bom o suficiente,não venho aqui a escrever exames da escola.

Ao Leitor Atento, pois bem, então não é vanity press, mas assim como assim já tem o rei na barriga, veja aqui:

http://www.novoslivros.pt/2017/11/luis-miguel-rosa-nova-arte-de-conceitos.html

É cada respostas mais presumida, tipo como se já soubese tudo.
Sem imagem de perfil

De Beatriz Santos a 11.03.2018 às 10:06

Vigilex
Preocupo-me sempre com a falta de respeito pela língua portuguesa que, pelo menos no meu caso, tem valor próprio; escrever o melhor que se consegue é fim em si mesmo, e não apenas um meio para.

Não posso na verdade, criticar contos que não li. Também não ambiciono ler contos de 100 palavras todos escritos com termos começados por A (o bocadinho que li pareceu-me francamente pateta quanto ao sentido). Mas admito que o mercado esteja saturado de coisas normais e as pessoas procurem o diferente e se esgueirem por estas brechas. Este jovem escreve bastante, 700 páginas escritas é obra. E ninguém lhes fez caso até ao presente livro...talvez eu seja apenas ignorante e de gosto duvidoso.
Sem imagem de perfil

De Leitor Atento a 11.03.2018 às 10:28

Diga-me lá, 'Vigilex', o que é que essas respostas têm de presumidas? Mostram aliás autocrítica e à-vontade para brincar consigo próprio. Se ele já "soubese" tudo (um problema de que o 'Vigilex' não sofre), ele não teria dito que anda a estudar os clássicos para compreender melhor o seu processo de escrita.
Sem imagem de perfil

De Vigilex a 14.03.2018 às 18:04

Senhor Leitor Atento (ui!), já percebi que não vale a pena debater com você, que os meus argumentos não o vão convencer. Falei mal do seu amiguinho e veio logo aqui a toda a presa defende-lo. Já deu para perceber. Pois é, o Luiz Pacheco é que tinha muita razão.
Sem imagem de perfil

De Leitor Atento a 16.03.2018 às 09:46

"Vigilex", eu nem sabia que estávamos a debater.

Eu só passei por aqui porque leio o DO com assiduidade; por acaso decidi ler esta caixa de comentários e reparei que o poeta Nuno Dempster estava a ser caluniado; foi por ele que me manifestei. Não sou "amiguinho" de Luís Miguel Rosa, nem sei quem seja, nem li o livro dele. Quem aqui parece ter algo pessoal contra ele é o "Vigilex". Mas para lhe causar tanta animosidade, esse LMR deve ter alguma qualidade.

Eu da minha parte acabei; já repus os factos sobre Nuno Dempster. Adeus.
Sem imagem de perfil

De Leitor Atento a 10.03.2018 às 10:12

Quanta confusão por aqui!

Nuno Dempster é um poeta discreto que já pública há anos; ele não usa 'vanity presses'. E a Companhia das Ilhas não é uma 'vanity press'. É uma editora a sério que este ano ainda vai reeditar a obra completa de Vitorino Nemésio.

Comentar post



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D