Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sondagens

por Pedro Correia, em 29.10.17

 

A maioria dos catalães é favorável à realização de eleições antecipadas na Catalunha.

 

Separatistas longe da maioria absoluta nas eleições já marcadas para 21 de Dezembro.

 


19 comentários

Sem imagem de perfil

De jerry khan a 29.10.2017 às 09:49

'tenho uma são daje
que me dá uma vantaje'

era da errosondage
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 29.10.2017 às 10:04

A errossondagem ainda não transpôs a fronteira.
Sem imagem de perfil

De jerry khan a 29.10.2017 às 11:07

El País
EL DESAFÍO CATALÁN
El ministro belga de Inmigración cree factible que Puigdemont pida asilo si huye a Bélgica
Theo Francken es miembro del partido independentista flamenco, que gobierna en coalición con los liberales

o puig deve cheirar tão mal como a errosondagem
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 29.10.2017 às 19:43

Os belgas andam a precisar de turistas, pelos vistos.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 29.10.2017 às 13:10

Reflexos Pavlovianos
(Resposta/reflexo condicionado)

Primeiro referendo :

Campainha - estímulo álgico- resposta

Campainha - estímulo álgico-resposta

Campainha -resposta condicionada.
---------------------------------

Próximas eleições :

Referendo/ independência - ameaça económica-Resposta.

Referendo/ independência - Resposta condicionada ao estímulo álgico

Voila, com acento
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 29.10.2017 às 19:43

A eleição de 21 de Dezembro reforçará o bloco constitucionalista na Catalunha. A maioria dos catalães não quer separar-se de Espanha.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 29.10.2017 às 14:26

https://ionline.sapo.pt/586614

A possibilidade foi colocada pela Bélgica, caso Puigdemont peça asilo

Theon Francken, o secretário belga, disse que a hipótese de asilo é uma possibilidade, porque o governo espanhol “já está a falar em sentenças”.

“Quando vemos a situação, a repressão de Madrid e as penas de prisão que arrisca, questionamo-nos se ele [Puigdemont] terá um processo justo. Agora isso colocar-nos-ia numa situação diplomática delicada com Espanha”, referiu o governante belga.



Imagem de perfil

De Pedro Correia a 29.10.2017 às 19:47

Coisa mais disparatada. Tanto Espanha como Bélgica inserem-se no Espaço Schengen. O ex-presidente do governo regional catalão, aliás casado com uma cidadã romena, pode mudar-se para a Bélgica sempre que entender.
Conceder "asilo político" a um indivíduo que está livre, vive numa democracia, circula por onde quer e dispõe de uma generosa pensão concedida pelo Estado espanhol aos ex-presidentes de governos regionais é uma farsa. Produto típico da grosseira propaganda política dos separatistas catalães.
Sem imagem de perfil

De JgMenos a 29.10.2017 às 15:34

A golpada sempre é a forma mais apelativa para os extremistas.
Eleições é maçada ,,,
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 29.10.2017 às 19:47

Queriam urnas? Aí têm as urnas: a Catalunha vai a votos.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 29.10.2017 às 15:43

1) A sondagem foi encomendada pelo El Mundo, um jornal anti-independentista. Os resultados da sondagem são precisamente aquilo que esse jornal quer noticiar. Deve ser coincidência.

2) Os independentistas estão longe da maioria absoluta, mas perto da maioria simples.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 29.10.2017 às 19:49

Os separatistas estão cada vez mais longe da maioria absoluta - que aliás nunca tiveram em termos populacionais.
Não há "independências" com maioria simples.
A maioria absoluta dos catalães sente-se espanhola e quer continuar espanhola.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 29.10.2017 às 21:42

Dissolução da Checoslováquia

Em novembro de 1992, por exemplo, uma pesquisa de opinião registrou que 49% dos eslovacos e 50% dos tchecos eram contrários à separação.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 30.10.2017 às 10:49

Não há "independências" com maioria simples.

Então não há?! Já é muita sorte ter havido um referendo - a maior parte das independências nem sequer envolvem uma consulta à população. O D. Afonso Henriques, que o Pedro Correia tanto admira, provavelmente tinha uma maioria dos nobres portugueses contra si. E George Washington tinha também quase de certeza a maioria do povo americano (branco) contra si.
As independências são geralmente um jogo de força de vontade e de força das armas. Raramente vão a votos.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.10.2017 às 11:12

Você não admira D. Afonso Henriques? Então admira quem?
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 30.10.2017 às 11:21

Eu não admiro Afonso Henriques nem deixo de admirar. O que eu afirmo é que a causa da independência de Portugal não era, no tempo dele, uma causa unânime entre os (nobres, que eram aqueles que contavam) portugueses. Muito provavelmente, nem sequer era uma causa maioritária entre eles. Simplesmente, aqueles que eram a favor da independência conseguiram derrotar militarmente os que eram contra ela (na batalha de São Mamede). Mas essa derrota não significa que os vencedores fossem mais nem que fossem melhores; significa apenas que, naquele momento crucial, venceram. Tal como o Porto vencer o Sporting numa final da Taça não significa que os portistas sejam mais nem melhores do que os sportinguistas - significa apenas que, num jogo crucial, venceram. Como o Pedro Correia certamente compreenderá...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.10.2017 às 11:51

Então admira quem? O Puigdemont?
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 30.10.2017 às 11:58

Admiro Gandhi, que conseguiu a independência da Índia (incluindo os atuais Paquistão e Bangladeche) sem disparar um tiro. (Ao contrário de Afonso Henriques, que teve que matar uma tanta gente, provavelmente não muita, para atingir a independência.)
Puigdemont está a tentar realizar um feito análogo - conseguir uma independência sem disparar um tiro. Duvido que o consiga. Se conseguir, não poderei deixar de o admirar. Por enquanto, não o admiro.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 30.10.2017 às 14:02

Prefiro o VI ao I....ganda maluco

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D