Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Solidários com os milionários

por Pedro Correia, em 27.01.20

22822592[1].jpg

 

Pode ter sido distracção minha, mas até ao momento ainda não ouvi uma palavra oriunda do PCP sobre o que está a ocorrer em Angola - nomeadamente, as mais recentes notícias acerca das «lucros fabulosos» (expressão muito cara a Jerónimo de Sousa) acumulados pela filha do antigo Presidente da República que ali se perpetuou durante quatro décadas no poder - e foi amealhando também uns cobres muito razoáveis, ao que rezam as crónicas.

A repugnância dos comunistas perante fortunas pessoais - neste caso em contraste com as situações de extrema pobreza que afligem grande parte da população angolana - dissolve-se quando os milionários pertencem ao MPLA, "partido irmão" do PCP?

Não haverá, nas fileiras comunistas, vozes críticas capazes de se insurgirem contra esta chocante conivência? Pode ser que existam, mas andam emudecidas. Porque daquelas bandas nem um sussurro se tem escutado.

 

A verdade é que, ao longo de todos estes anos, o PCP alinhou sempre com José Eduardo dos Santos, a sua próspera família e o partido que tem gerido Angola em sistema monopolista. Com indecorosas atitudes de subserviência perante o poder angolano, agora deposto. Basta lembrar a censura ao livro Diário de um Preso Político Angolano, de Luaty Beirão, na Festa do Avante! de 2018, e o chumbo comunista de um voto parlamentar contra as penas de prisão aplicadas a 17 activistas angolanos, em 31 de Março de 2016 - aqui em jubilosa parceria com o PSD e o CDS.

Sem um reparo que fosse, sem o mais ligeiro tremor de perturbação. Pelo contrário, o exercício da crítica, por parte dos comunistas portugueses, visou sempre aqueles que ousavam contestar a autocracia angolana, inserindo-os em maquiavélicas conspirações orquestradas por Washington - numa patética recriação da linguagem soviética dos tempos da Guerra Fria.

 

foice_e_martelo[1].gif

Aqui ficam alguns exemplos, com sublinhados meus:

 

Avante!, 22 de Outubro de 2015:

«Portugal não deve ser instrumento e servir de plataforma para a promoção da ingerência contra um Estado soberano, designadamente ao serviço daqueles que, envolvendo e mobilizando cidadãos angolanos partindo de reais problemas, contradições, fenómenos negativos e legítimos anseios, de facto agem com o intuito de os instrumentalizar para desestabilizar e concretizar a denominada «transição» ou «mudança» de regime em Angola. (...) Existem interesses externos e sectores da sociedade angolana que consideram criadas as condições e chegado o momento de fomentar a desestabilização neste país. (...) Não seremos instrumento para fazer de Angola uma nova Líbia com o seu rasto de destruição, sofrimento, devastação e morte.»

 

Declaração de voto parlamentar, 31 de Março de 2016:

«O PCP não acompanha campanhas que, procurando envolver cidadãos angolanos em nome de uma legítima intervenção cívica e política, visam efectivamente pôr em causa o normal funcionamento das instituições angolanas e desestabilizar de novo a República de Angola. (...) O PCP não acompanha os votos apresentados na sequência da decisão do Tribunal Provincial de Luanda, adoptada em 28 de Março, que condenou 17 cidadãos angolanos a penas de prisão pelos crimes que o Tribunal considerou como de actos preparatórios de rebelião e associação de malfeitores. (...) A rejeição do presente voto por parte do PCP emana da defesa da soberania da República de Angola e da objecção da tentativa de retirar do foro judicial uma questão que a ele compete esclarecer e levar até ao fim.»

 

Avante!, 7 de Abril de 2016:

«Usam ora Rafael Marques ora Luaty Beirão para se guindarem a educadores do povo angolano, ditando aos angolanos o que o seu país é e o que dele devem fazer. (...) Será que ninguém estranha que as posições assumidas por BE e PS nos votos que apresentaram sobre Angola sejam convergentes com aquelas que foram assumidas pelo Departamento de Estado norte-americano e pela União Europeia? (...) O PCP nunca será instrumento ao serviço das operações que querem fazer de Angola mais uma vítima, que queiram fazer de Angola uma nova Líbia

 

Avante!, 14 de Abril de 2016:

«Interesses externos e sectores da sociedade angolana que, não deixando de utilizar uma qualquer oportunidade para envolver cidadãos angolanos a partir de reais problemas e legítimos anseios, de facto agem com o intuito de os instrumentalizar para promover a desestabilização de Angola e, se possível, concretizar a sua tão almejada mudança de regime. (...) Os significativos e genuínos laços históricos e afectivos que unem o povo português ao povo angolano e Portugal a Angola não devem ser instrumentalizados por intensas e hipócritas campanhas mediáticas que, objectivamente, contribuem para "legitimar" obscuras operações contra Angola e os interesses e aspirações do seu povo.»


46 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.01.2020 às 12:01

Perante a gravidade dos factos, relevar a incoerência de um qualquer partido, é seguramente desviar o foco do essencial.

João de Brito
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 27.01.2020 às 12:31

Se os factos têm gravidade, como você reconhece, e o "partido irmão"do MPLA em Portugal se cala perante eles, isso não é incoerência. É algo muito pior. É cumplicidade.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.01.2020 às 12:57

Se a cumplicidade do PCP, para além de política, for criminal, retiro o que escrevi...

João de Brito
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 27.01.2020 às 17:03

Só falo de questões políticas, não de questões criminais. Isso é outra conversa.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 27.01.2020 às 16:45

Em termos práticos veja quem andou, de mão dada, a vender o país aos angolanos, Pedro. O Pedro é um homem muito inteligente, mas às vezes baralha - me, francamente.

Abraço, sincero

PS: não estou no gozo. É mesmo sincero
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 27.01.2020 às 17:07

Espero que esteja melhor da mão.

Não estou no gozo. É mesmo sincero.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 27.01.2020 às 17:25

Obrigado, Pedro. Talvez sexta feira retire a tala. Ontem foram quase 30 km na Serra do Soajo. Lá em cima, mas ainda com os pés no chão, entendemos que a maioria dos problemas não passam de bolinhas de sabão. Vida dura, a daquelas brandas. Gente que sendo da nossa terra, parece de outro mundo. Para o ano pergunte-me pelo pólipo vesical. Achado acidental, numa ecografia de rotina. Estou a ficar entradote. Abraço. E sobre o PCP, mais os angolanos, que se danem.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 27.01.2020 às 20:50

Continuação de boas melhoras.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.01.2020 às 12:28

Bom dia Pedro Correia.
Não, não está distraído, caladinhos e sossegados.
António Cabral
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 27.01.2020 às 12:32

Solidários com os proletários em Portugal, solidários com os milionários em Angola.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.01.2020 às 12:48

Jornalismo é isto mesmo, aqui...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 27.01.2020 às 17:03

É o que se arranja. E ainda se arranja muito mais, se for preciso.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.01.2020 às 12:53

O habitual facciosismo do Pedro Correia sempre em defesa dos "democratas liberais" que se untaram nos milhões vindos de Angola.
Toda a gente sabia como eram (e são) conseguidos esses milhões lavados em Portugal em empresas de referência que estavam (e estão) atoladas em dividas pela brilhante acção dos seus gestores com o beneplácito e respectivas prebendas da classe política portuguesa por isso engavetaram o Rui Pinto assim que puderam.
Espero que isto seja só o começo e que sejam divulgadas informações sobre outras situações graves que se passaram e passam em Portugal.

" Os portugueses podem confiar no BES "
" O FMI já não vem "
" Os vistos gold são bons para a economia "
" A PT é uma empresa bem gerida "

WW
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 27.01.2020 às 14:56

Aqui estrá o WWW sempre pronto a desculpal os camaradas, mas desta vez quem argumentos requentados.
Mude de cassete, homem!
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 27.01.2020 às 16:46

Excelente WW
Imagem de perfil

De jpt a 27.01.2020 às 12:54

belo postal.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 27.01.2020 às 17:04

Abraço grato, camarada.
Sem imagem de perfil

De Bea a 27.01.2020 às 13:00

Não entendo esta atitude do PCP. Até me parece mal. Eu que, no geral, até admiro a postura e o carisma de Jerónimo de Sousa . Será coisa relacionada a interesses do partido comunista chinês ou por aí?! O que me irritam estas posições e apoios aos camaradas sejam eles quem sejam e façam o que façam. Ora bolas.
Jerónimo, desceste uns degraus
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 27.01.2020 às 17:05

Em relação a Angola, a "postura" do PCP é tudo menos recomendável. Começando pela vergonhosa censura ao livro do Luaty Beirão na Festa do Avante!
Como se tivesse lepra. Ou peste.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.01.2020 às 13:11

Comungo do seu pensamento.
Políticos que nos amofinam sistematicamente com falta de seriedade num discurso muito hipócrita, agressivo e carregado de chavões.

É assim desde Abril de 74.
Sem imagem de perfil

De Manuel a 27.01.2020 às 14:03

"É assim desde Abril de 74."
Antes é que era bom.
Basta haver censura aos media para todos os problemas se resolverem.
Imagem de perfil

De Manuel a 27.01.2020 às 13:29

Acabou a era do MPLA russo. Agora vem a era MPLA chinês. (O diabo escolher o pior dos dois)
Em Portugal o testemunho disso deixa de estar nas mãos do PCP para passar para as do BE.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 27.01.2020 às 17:08

Nada disso. O "partido irmão" do MPLA continua a ser o PCP.
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 27.01.2020 às 14:36

Seria caso para perguntar como é que o PCP quer ser levado a sério, mas basta ver a evolução dos seus resultados eleitorais para obter a resposta.
A surpresa na tendência longa, se tal não uma contradição, é o tempo que tem sido necessário para que o último partido comunista europeu desapareça.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 27.01.2020 às 17:09

O PCP está em competição acelerada com o PC grego nesse campeonato dos últimos. Mas o PC grego, tanto quanto se sabe, nunca foi financiado por Angola. Desvantagem competitiva.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.01.2020 às 00:15

O PCP foi financiado por Angola?
A Gomes sabe disso e não diz nada, ou está com medo dos marfins da UNITA.
E o Pintinho de crista não pia.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.01.2020 às 11:08

É algo que toda a gente sabe mas convém esquecer. Não vá o camarada Jerónimo ficar triste.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.01.2020 às 21:49

Muito em breve saberemos novas revelações sobre este assunto.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.01.2020 às 14:53

A culpa é nossa.

Por preguiça mental e física deixámos medrar a esquerda e os comunistas , após o 25/11/75.

Nessa data devimos ter ajustado contas com os comunistas.

A.Vieira
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.01.2020 às 16:27

Ajustado contas em 11/1975?
Que contas?
Diga lá?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.01.2020 às 23:34

As "contas" da desgraça das lavagens cerebrais efectuadas pelos comissários a mando do PC estalinista da época, iguais á antiga União Nacional, que se estabeleceram nos organismos do Estado.

Como sabe nunca um país comunista se tornou uma democracia ocidental

A.Vieira
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.01.2020 às 02:47

Lavagens cerebrais no espaço de 17 meses?? 25-04-74 a 25-11-75
É pá, não me lembro desse detergente.
Lembro-me dos resultados eleitorais das primeiras eleições.
O que é isso de uma democracia ocidental?
A Índia conta pra ocidental?

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D