Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sobre rodas

por Pedro Correia, em 09.11.18

 

ff2fc755e49512f8e16605ac8be18615.jpg

 

O Ministério da Economia tem novo titular e, logo por coincidência, vai passar a ter também carro novo. Com contrato de aluguer publicitado e divulgado pelo blogue Má Despesa Pública.

É extraordinária a prioridade dos membros do Governo: ainda antes de publicarem sequer uma portariazinha, já estão alapados em novas viaturas. Como se a anterior estivesse contaminada.

Por mim, nada a objectar: gosto de vê-los bem instalados e a rodar como lhes apraz. Desde que tenham muita saudinha e não se estampem, como já sucedeu a dois notáveis, em Tancos e Pedrógão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


30 comentários

Perfil Facebook

De Rão Arques a 09.11.2018 às 10:39

Adjudicação direta ou consulta ao mercado?
Com direito a carregamento rápido sendo elétrico?
Os motoristas do anterior ministro ficam, e à sua conta vai alargar o leque da escala de serviço?
Quantos vão ser ao todo?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 09.11.2018 às 23:57

O carrinho eléctrico permanece bem arrumadinho, na garagem da Gomes Teixeira. Não vá constipar-se.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 09.11.2018 às 11:05

já estão a rodar em novas viaturas. Como se a anterior estivesse contaminada

Não está contaminada, mas já tem quatro anos de idade. Em qualquer empresa é normal fazer-se o mesmo: os gestores da empresa têm carros em leasing durante quatro anos. Passados quatro anos o carro é considerado imprestável ou infiável para pessoal superior.

O ministro da economia arranja carro novo, não por ser um ministro novo, mas sim (calculo eu!) porque o carro anterior chegou ao limite dos quatro anos de idade.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 09.11.2018 às 12:05

Já faltava o "liberal" Lavoura, a picar o ponto, sempre na primeira linha da defesa do Governo e do Estado.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.11.2018 às 12:53

Cá está o Snr Pedro Correia sempre na primeira linha na caça aos políticos. Mesmo sem saber bem o que se passa mas o povo gosta de deitar políticos abaixo. Quem escreve deve satisfazer o gosto ao povo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 09.11.2018 às 23:58

Já cá faltava o duplo do Lavoura. Em defesa e louvor do Governo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.11.2018 às 09:48

As trocas de automóvel nas empresas devem-se à sua depreciação enquanto activos. Acaba por ser mais rentável comprar um novo. Mas tirando os patrões Chupistas, só o fazem quando contabilisticamente faz sentido.
No caso dos Ministros e Secretários de Estado...

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.11.2018 às 10:11

Vale a pena ter uma empresa de aluguer de automóveis só para municiar a frota do Estado. De tanto em tanto tempo, novo contrato de aluguer, não vão Suas Excelências notar os primeiros sinais inequívocos de precário estado do assento traseiro.
Com os basbaques do costume a bater palminhas.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 10.11.2018 às 17:12

As trocas de automóvel nas empresas devem-se à sua depreciação enquanto activos. Acaba por ser mais rentável comprar um novo.

Se isso é assim nas empresas, quem lhe diz que não é exatamente o mesmo no Estado?

O que faz o Estado aos carros já com 4 anos de idade? Se calhar vende-os a um preço razoável, por que não? Quem lhe diz que o Estado não age exatamente como uma empresa agiria, de acordo com a mesmíssima boa lógica financeira?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.11.2018 às 17:38

Tem razão
Deixe-me analisar o R&C apresentado aos accionistas do Ministério.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 09.11.2018 às 13:55

"mas já tem quatro anos de idade", por isso reformam-no. Sim senhor. Grande lógica esta . Governo mãos largas sim, mas sempre em proveito próprio.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 09.11.2018 às 23:59

Tenham cuidado. Este Governo vai fazer quatro anos. Idade para ser "reformado" também.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.11.2018 às 14:09

A toilette primeiro.Um menistr@ deve apresentar-se bem.
Depois o transporte,o coupé,a libré.
Só então se pode dedicar às grandes questões filosóficas do cargo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 09.11.2018 às 23:59

Vivemos em "libredade", viva a libré.
Sem imagem de perfil

De Octávio dos Santos a 09.11.2018 às 14:10

Creio que não errarei se disser que muitos, mas mesmo muitos (talvez a maioria) dos automóveis que as forças policiais portuguesas utilizam têm mais de quatro anos de idade... e isto quando os podem utilizar: quantos vão ficando parados por avarias ou por falta de (verbas para pagar) combustível? Como em outras, as prioridades estatais quanto à mobilidade motorizada são conhecidas desde há bastante tempo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.11.2018 às 00:00

Não erra, seguramente.
Sem imagem de perfil

De Justiniano a 09.11.2018 às 15:58

Quedei-me verdadeiramente preocupado com a notícia avançada hoje pelo DN, acerca da vontade de legislar sobre "fake news". Já não achei nada estranho a quem atribuem a iniciativa.
Tenho bastante confiança no Prof Costa Andrade mas....temo, sinceramente, um ataque à liberdade de expressão. Aquando do tempo da maldade (leia-se, governo PPC e troika) o TC inaugurou uma doutrina que determina, às normas restritivas de direito sociais, a aplicação de um regime mais exigente do que às restrições a direitos e liberdades (será mais fácil legislar sobre matéria penal doque restringir direitos socio-económicos ou expectativas económicas de determinadas categorias de cidadãos)( Durante a próxima troika, ao invés alterar a relação de emprego na administração pública, criminalizam-se determinados agentes da administração. Será mais fácil. Coisas estranhas acontecem!!)
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.11.2018 às 00:01

Os proibicionistas andam aí. Não descansam enquanto não proibirem tudo.
Imagem de perfil

De Pedro a 09.11.2018 às 16:05

Será carro eléctrico? Ou há problemas de incompatibilidade fotovoltaica?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.11.2018 às 00:00

O carro eléctrico da propaganda não sai da garagem quando há chuva. Para evitar curtos-circuitos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.11.2018 às 17:59

Como eu gosto de socialismo! Tive um administrador - um jovem bonequinho socialista- que como era costume ficavam com o carro atribuído quando terminavam o contrato. Este bonequinho socialista antes de terminar o contrato mandou fazer uma revisão total e completa ao seu carro e depois pagou 1/3 da revisão do carro imputando os restantes custos à empresa.
Parece que este socialismo continua a ter pés para andar.
Sem imagem de perfil

De Zeca a 09.11.2018 às 19:29

"um jovem bonequinho socialista- " Leiam e pensem. Este fenómeno alastra.
Sem imagem de perfil

De sampy a 09.11.2018 às 20:14

Atendendo à data do contrato... é coincidência mesmo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.11.2018 às 00:02

Puríssima coincidência.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.11.2018 às 14:49

O Costa e seus muchachos estão sempre a promover o transporte público e o uso da bicicleta... é passar das palavras aos a(c)tos.

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.11.2018 às 15:01

É dar ao pedal. Muito mais ecológico do que um carro.
Sem imagem de perfil

De Costa a 10.11.2018 às 21:14

E, evidentemente, de bicicleta de e para os ministeriais trabalhos agrícolas nas comunitárias hortas urbanas que radiosamente florescem em torno da capital, liderando as massas pelas ciclovias paternal e laboriosamente criadas graças à desinteressada dedicação à coisa pública, tão estremecidamente manifestada por Sua Excelência o Senhor Presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

Tudo isto sob o vivo aplauso da preclara lavoural figura (não, eles são governantes: podem ter carros; dos caros e muito naturalmente com não mais do que quatro anos!).

Costa
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 13.11.2018 às 21:17

Lavoura, que utiliza ciclovias sempre que pode, abomina carros. Excepto quando se trata de viaturas oficiais.
Aí já bate palminhas.

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D