Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sobre a Ucrânia

por Pedro Correia, em 03.03.14

Le Monde:

«Appelons les choses par leur nom: la Russie vient de s'emparer de la Crimée, territoire appartenant à l'Ukraine. Elle l'a fait par la force, au mépris du droit international et de tous les traités qu'elle a elle-même signés. C'est un acte de guerre froide. Il est signé Vladimir Poutine.»

 

New York Times:

«The United States and the European Union have few effective levers short of military force, which is not an option, to compel President Putin of Russia to back down, but they must make clear to him that he has stepped far outside the bounds of civilized behavior, and that this carries a steep price in international standing and in economic relations.»

 

El País:

«En escenarios tan volátiles y emocionalmente cargados, cualquier incidente puede desencadenar una situación fuera de control. Nada es más urgente, en línea con lo advertido ayer por Washington y la OTAN, que Moscú deje de pretender obtener ventaja de los acontecimientos. Putin debe hacer buena su promesa de cooperar con Occidente para atajar la crisis de Ucrania.»

 

Corriere della Sera:

«Le acrobazie di Putin, per quanto brillanti, non possono nascondere la distanza che separa una rivolta popolare da un intervento armato. Non possono mascherare quella che da parte russa è una reazione ampiamente prevedibile, ma non per questo meno inaccettabile.»

 

Guardian:

«The scale of the Kremlin's duplicity is breathtaking, but hardly a shock. Mr Putin's Russia, lest we forget, is a country where human rights are trampled on, pro-democracy demonstrators frequently beaten up or jailed, reporters can be murdered, newspapers shut down and inquisitive foreign journalists harassed and expelled.»


34 comentários

Sem imagem de perfil

De Vento a 04.03.2014 às 12:58

Lá estás tu com as tuas barricadas. Ó homem, porra, pula a cerca. Não permaneças como carneiro.

Por outro lado, deves purgar os traumas educacionais que te acompanham, olhando o contexto, a época e seguindo em frente.

Sabes qual é o maior aliado do diabo, aquele com quem ele se dá melhor? Eu digo: A IGNORÂNCIA.

Mas continuo a responder, não vá eu fazer o papel do diabo, quer de advogado quer de acusador:
O ocidente, naturalmente, tem os seus interesses estratégicos, mas tem de compreender que a sua estratégia não pode passar por comprometer a estabilidade dos outros que também são parte deste universo.
Por outro lado, a decadência do Ocidente revela-se no facto de seus líderes não passarem de fantoches e palhaços nas mãos de interesses que desregulam os equílibrios sociais.
Ao permanecerem sob o jugo destes seus donos, e aceitarem uns biscoitos futuros dos mesmos, contribuem para as teorias Bilderberguianas daquela nova ordem mundial que tanto influenciou os capatazes que posteriormente estiveram a líderar nações e organizações: a começar por Bush, um dos discípulos e elemento activo da Skulls and Bones, até....

Se compreenderes que o veneno satânico se propaga através de gerações e que inquina de forma hereditária a vontade, a compreensão e a acção dos povos, das famílias, dos governantes tu já terias compreendido o significado de détente, que mais não é que um período para reflexão e posterior promoção da PAZ e da Harmonia.
Espero que te tenhja ajudado, usando metáforas e realidades, a iniciares o pulo da cerca. Se assim o entenderes, a partir de agora és tu e aquele por quem optares que decidirão o teu futuro.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D