Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Só se estragava uma casa

por Diogo Noivo, em 22.03.17

O Ministro que comparou a concertação social a uma "feira de gado" considera infeliz que o presidente do Eurogrupo tenha caracterizado os países do sul como gastadores em "mulheres e álcool". Nascemos para sofrer.


38 comentários

Sem imagem de perfil

De Einstürzende Neubauten a 22.03.2017 às 11:09

Você faz-me lembrar os politiqueiros, que arruinaram/arruínam este país, que mais que defenderem o bem da pátria, importam-se, sobretudo, com as lutas domésticas de poder - como revolucionários marxistas do quanto pior, melhor. Execrável tal atitude!

Tudo, para si, é aceitável , mesmo a desgraça, a ofensa exterior, a humilhação, o ultimatum estrangeiro.

E a autoridade desse Dijsselbloem, em presidir ao Eurogrupo, que até no CV mentiu!! De si, nem uma palavra.

Defenestração!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.03.2017 às 11:48

Do que você escreve, dir-se-ia, que eu acho muito bem o que o holandês disse. Faça-me o favor de citar uma só passagem minha de onde possa honestamente retirar tal conclusão. Ou então, por uma questão de honestidade, por favor defenestre-se.

Quanto ao tema em si, é utilissimo aos nossos alegados governantes. Mais circo - e daquele que apela às emoções mais básicas - para entreter quem caminha para o (mais um) buraco. Pudesse Portugal impor-se perante as declarações daquele tipo (que se alguma coisa mostram é que o tempo dos Estadistas pertence a uma passado cada vez mais remoto), atirando-lhe à cara contas equilibradas ou em evidente e consolidado caminho de o estarem e exemplos de sólida probidade da parte de quem conduz os negócios públicos do país.

E não pode. Só pode gritar indignações de vão de escada.

Costa

Ps: "politiqueiro" parece-me você, ao argumentar como argumenta a propósito da opção por Évora nos comentários a outro texto deste blogue. Já começamos, receio, a abusar da paciência de quem é aqui nosso anfitrião, mas regresse lá, peço-lhe.
Sem imagem de perfil

De Costa a 22.03.2017 às 11:58

Do que você escreve, dir-se-ia, que eu acho muito bem o que o holandês disse. Faça-me o favor de citar uma só passagem minha de onde possa honestamente retirar tal conclusão. Ou então, por uma questão de honestidade, por favor defenestre-se.

Quanto ao tema em si, é extraordinariamente útil aos nossos alegados governantes e será por eles hábil e entusiasticamente cavalgado. Mais circo - e daquele que apela às emoções mais básicas - para entreter quem caminha para o (mais um) buraco. Pudesse, isso sim, Portugal impor-se perante as declarações daquele tipo (que se alguma coisa mostram é que o tempo dos Estadistas europeus do pós-guerra pertence a um passado cada vez mais remoto), atirando-lhe à cara contas equilibradas ou em evidente e consolidado caminho de o estarem e exemplos de sólida probidade da parte de quem conduz os negócios públicos do país.

E não pode. Não pode, como qualquer cidadão pagante de impostos e pensando pela sua cabeça não deixa de constatar. Só pode gritar indignações, de súbito e muito alto, como fez agora o sr. primeiro-ministro -, de algazarra de rua.

Costa

Ps: "politiqueiro" parece-me você, ao argumentar como argumenta a propósito da opção por Évora nos comentários a outro texto deste blogue. Já começamos, receio, a abusar da paciência de quem é aqui nosso anfitrião, mas regresse lá, peço-lhe.
Sem imagem de perfil

De Costa a 22.03.2017 às 15:25

Isto foi duas vezes... Deverá ser da minha iliteracia informática. Considere-se o segundo.

Grato,
Costa
Sem imagem de perfil

De Einstürzende Neubauten a 22.03.2017 às 16:25

Costa, não lhe respondia a si, mas ao autor do post.

Mas já agora, um ser "(a)imoral" pode ser dotado de sentenças razoáveis. E Santos Silva, embora não tendo, em termos pessoais, moral para criticar determinadas fraseologias, tem obrigação, como MNE, de condenar e pedir a cabeça desse Laranja.

Quanto ao exagero de linguagem, desculpe, mas sou um romântico, um Camille Desmoulins

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D