Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Saudades de São Francisco

por Pedro Correia, em 01.11.19

sanfran-trolley-alcatraz-wharf_dp_700[1].jpg

 

Há uma atmosfera cintilante, tão parecida com a de Lisboa. E a luz coada. E a neblina, que cai quando menos se espera. E os carros eléctricos sulcando as curvas de Lombard Street. E os leões marinhos expostos aos raios do sol e ao olhar indiscreto dos turistas no Fisherman's Wharf. E as frondosas alamedas verdes do parque Golden Gate, o maior pulmão verde da cidade. E a ponte. E os labirintos do bairro chinês. E a memória cinéfila ao espreitar de qualquer esquina, devolvendo-nos cenas míticas de alguns dos filmes das nossa vidas - Dark Passage, Vertigo, Bullitt, Dirty Harry, Basic Instinct. E os barcos que cruzam a baía, rumo a Sausalito. E o rochedo de Alcatraz, lá mais ao longe. E a eterna cantiga de Scott Mackenzie tocada algures em Union Square. E Haight-Ashbury, local mítico da geração das flores.

«Vimos estendida diante de nós a fabulosa cidade branca de São Francisco sobre as suas onze colinas míticas com o Pacífico azul e, ao largo, a sua muralha de nevoeiro marítimo a avançar, e fumo e a luz áurea do fim de tarde do tempo», escreveu Jack Kerouac nas páginas de On the Road. Com um deslumbramento que qualquer forasteiro sente ao visitar Frisco. À despedida, só apetecer trautear a canção de Tony Bennett. «I left my heart in San Francisco / High on a hill, it calls to me.


26 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 01.11.2019 às 10:52

Sim, SanFran é uma cidade muito bonita. Mas segundo ouço dizer agora está com mais merda nas ruas que Lisboa (e é merda humana, não de cães), e com pessoas a viver em tendas espalhadas pelos passeios. A crise habitacional lá é ainda pior que cá.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 02.11.2019 às 10:46

Eu prefiro elaborar juízos com base no que vejo e oiço do que no "ouço dizer".
Imagem de perfil

De Isabel Paulos a 01.11.2019 às 13:59

Quando li o post pensei: uma das mais belas cidades por onde passei, mas que raio, pouco me lembro; duas horas depois já a memória se encheu de espaços. Estive lá no Verão de 98. Retenho o lago e os jardins do Fine Arts Museum, onde além dos artistas de rua, reparei pela primeira vez no hábito dos turistas recém-casados escolherem imponentes edifícios públicos para as fotografias de noivos e que o lilás é a cor de cerimónia em muitas partes do mundo (o que mais tarde confirmei no Oriente). Lembro da grande marina. E da minha imagem do país, aqui é tudo em ponto grande. Fiz a highway 1 de San Diego a San Francisco, e fiquei embasbacada com a extensão das bases militares. O mundo começou a ficar mais claro, com menos mistérios sobre a ordem natural do poder global. Em San Francisco derreti com os novos beetles. Em Portugal ou ainda não havia a nova versão, ou havia poucos; lá as ruas estavam apinhadas deles, muito coloridos, a contrastar com os imponentes carros americanos. Uma cidade luminosa e alegre. Vista da parte alta, distendida e relaxada, de gente descontraída e casas ao estilo europeu, mas mais desempoeiradas, e muito diferente do feio e frio centro de Los Angeles. Fiquei apaixonada. Lembro ainda da reservada Chinatown e dos fortune cookies. Recordo o avistar de Alcatraz divertida ao som dos muitos leões marinhos, mas sem Sean Connery. E do porto, do navio Queen Mary. E, claro, da Golden Gate, que dá excelentes fotografias. E das noites numa Van de sete lugares no meio de nada, ou num motel baratucho à entrada da cidade. Depois de passar por San Francisco nunca mais se ouve as músicas San Francisco e Hotel California da mesma forma. You can check out any time you like,/But you can never leave!'
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 02.11.2019 às 11:14

Excelente comentário, Isabel. Gostei muito mais de São Francisco do que Los Angeles. Passar aquela ponte, que tanto nos recorda a de Lisboa, transmite-nos a sensação de sermos protagonistas dum filme. Foi ali que vi uma das mais engenhosas soluções para reduzirmos o tráfego para a capital: carros que transportem a partir de três pessoas só pagam um dólar de portagem; se nele forem uma ou duas, paga cinco.
Fui à praia, banhada pelo Pacífico - bastante mais inóspita do que as da nossa Costa do Sol: aí não há comparação possível. Em compensação, a "Cacilhas" deles é muito mais bonita: gostei imenso de atravessar a baía e aportar em Sausalito. Só não fui a Alcatraz: as filas de visitantes eram enormes e não me apeteceu esperar tanto tempo para conhecer o interior duma prisão desactivada, aliás bem conhecida também de tantos filmes.
Imagem de perfil

De Isabel Paulos a 02.11.2019 às 18:29

Obrigada, Pedro. A ideia de pagar menos portagem por cada passageiro a mais é excelente sim. E São Francisco é de facto incomparavelmente mais bonita do que Los Angeles. Para dizer a verdade o centro de LA assustou-me; há ali uma frieza impessoal que não me agrada. Cheguei a visitar um tribunal e fiquei com a ideia de ali não é o sítio recomendável para praticar um crime. Coisa que também percebi quando fomos parados pela polícia numa das ruas por infringirmos um proibido virar à direita e pelo tom com que um dos polícias falou com a condutora. Mas percebo, ali corta-se a direito mesmo. À séria. Não estão para brincadeiras.

Fiz essa viagem para fugir à de fim de curso. Como ir para Varadero em excursão não era o meu ideal de destino, fui para a Marktest fazer entrevistas telefónicas durante ano e meio para pagar uma viagem de um mês e picos aos Estados Unidos.

Quanto ao sentirmo-nos como num filme, também experimentei a sensação mas de forma bem pífia. Éramos um grupo de 7, maioritariamente feminino. Como tínhamos poiso não muito longe das praias do Baywatch, resolvemos ir tirar uma fotografia com o salva-vidas in loco. Avistamos a vítima de calções vermelho no ponto de vigia e lá fomos, de máquina fotográfica em punho, pedir a alguém que registasse o nosso momento com um esbelto nadador salvador das praias de LA. Sucede que ao aproximarmo-nos demos com um desinteressante bexigoso com pança. E era ver-nos a implorar a quem tirava a fotografia para recuar e tirar de mais longe possível para não se notar muito. Mas ele esforçou-se na pose, fez peitaça e meteu a barriga para dentro. E tivemos o nosso momento Baywatch de trazer por casa. E o mar, convenhamos, tinha petróleo a mais. Ainda nadei um pedaço, mas não foi entusiasmante para estreia no Pacífico.

P.S.: acho que nunca vi um episódio do Baywatch. Quando muito uma cena ou outra enquanto mudava de canal.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 03.11.2019 às 19:37

Que relato tão sugestivo, Isabel.
(Eu, confesso, fui espectador regular dessa série por gostar muito de... praia )
Imagem de perfil

De Cristina Torrão a 01.11.2019 às 18:39

Adorava visitar.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 02.11.2019 às 10:47

Gostei muito - e encontrei nela muitas semelhanças com Lisboa. Aconteceu-me também com Istambul, outra belíssima cidade, de que fiquei a gostar para sempre.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.11.2019 às 18:39

Hoje é um desastre, aliás como a Califórnia...afogada em regulacionismo e esquerdismo.


https://www.city-journal.org/san-francisco-homelessness

"Failure to enforce basic standards of public behavior has made one of America’s great cities increasingly unlivable."

"For the last three decades, San Francisco has conducted a real-life experiment in what happens when a society stops enforcing bourgeois norms of behavior. "


lucklucky
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 02.11.2019 às 10:48

Alguns de vocês têm mesmo que meter a política em tudo.
Ainda não perceberam que existe vida para além da política.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.11.2019 às 20:28

Fico-me pela vertigem que era Kim Novak...


JSP
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 02.11.2019 às 10:51

Sem ela, 'Vertigo' não seria - como é - o filme das vidas de tantos de nós. Em São Francisco andei a reconstituir o circuito de várias cenas dessa inesquecível longa-metragem de Alfred Hitchcock.
Infelizmente não vi a Kim Novak. Mas vi em palco o Jerry Lewis, para compensar. E a Suzanne Vega, que me autografou um CD.
Sem imagem de perfil

De kika a 01.11.2019 às 22:21

São Francisco, tantas séries e tantos filmes.
E ,que dizer de Tales of the City de Armistead Maupin que
tanto prazer me deu . Mal acabava um livro lá ía eu a correr
comprar o seguinte. Um prazer simples e tão agradável.
Mas tudo tem um fim.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.11.2019 às 00:12

Bullitt
https://www.youtube.com/watch?v=FJZ-BHBKyos
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 02.11.2019 às 11:06

Uma das mais fabulosas e trepidantes cenas de perseguição de automóveis da história do cinema, protagonizada pelo Mustang conduzido por Steve MacQueen, actor que chegou a ser piloto de competição.
Confesso que sou admirador incondicional e "coleccionador" destas cenas. Obrigado por tê-la trazido aqui (vê-se Alcatraz e espreita-se a ponte, lá ao longe).
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 02.11.2019 às 10:53

É uma cidade absolutamente cinéfila. Como seria Lisboa: custa-me acreditar que tão poucos filmes sejam aqui rodados.
Há pouco tempo revi 'Cidade Branca', de Alain Tanner. Lisboa aparece-nos, vergonhosamente, como uma cidade feia e suja e decadente.
Sem imagem de perfil

De kika a 02.11.2019 às 21:15

Gostei imenso desse filme que aliás foi premiado
no Festival de Cannes . Lisboa aparece-nos dessa forma ,
porque realmente era suja ( e continua) e decadente .
Feia nunca foi nem nunca será. 🤗
Sem imagem de perfil

De kika a 02.11.2019 às 21:26

Não, não foi premiado no Festival de Cannes,
ganhou um César em Paris o que também tem um certo prestígio. 🙉
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 03.11.2019 às 19:39

De facto Lisboa era uma cidade muito suja na década de 80, como este filme documenta. E um interessante romance da mesma década - 'Hotel Lusitano', de Rui Zink - testemunha também.
Sem imagem de perfil

De kika a 03.11.2019 às 20:57

Não conheço o autor. Neste espaço passo a vida a " tomar nota "
Agradeço a dica

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 03.11.2019 às 21:26

Aposto que gostará, Kika.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.11.2019 às 23:01

As drogas apareceram em força na Lisboa dos anos 80.

lucklucky
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 03.11.2019 às 23:05

Assim foi. E de que maneira.
Imagem de perfil

De Inês Bonfim Madeira a 09.11.2019 às 17:25

São Francisco é sem dúvida uma cidade icónica, mas por muitas cidades que existam, Lisboa tem um encanto próprio que é quase intraduzível. A nossa bela capital, tão adorada por portugueses e apreciada por estrangeiros, é tão fotogénica como São Francisco, Paris ou Milão. Claro que no meio da confusão de uma fila de trânsito pode ser difícil achar isso, mas nem por isso é menos verdade.
Deixo-vos também o convite para passarem no meu blog para lerem algumas frases marcantes e inspiradoras para o vosso dia a dia. Obrigada. https://inesbonfimadeira.blogs.sapo.pt/

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D