Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Reflexão do dia

por Pedro Correia, em 30.08.17

 

«Este caso [da polémica em torno de dois cadernos de exercícios pré-escolares da Porto Editora] encerra várias histórias exemplares sobre o Portugal contemporâneo. Desde logo, a história do jornalismo-militante, que por vezes é mais militante do que jornalismo, e a da crise da imprensa (como é que em vários jornais e televisões, que se querem instituições sólidas e confiáveis, passou a mesma manipulação da realidade, sem o mínimo crivo hierárquico editorial sobre a relevância do assunto e a veracidade dos factos?). Mas também a história de um poder político que censura livros "polémicos" e a de um capitalismo tendencialmente receoso do Estado. Se Portugal fosse uma economia de mercado mais saudável, a Porto Editora tinha mandado o ministro Cabrita dar uma volta, de mão dada com a sua estratosférica prepotência. No fundo, esta é a história do estado das nossas elites. A democracia depende tanto da cacofonia das massas como da mediação dessa cacofonia. O que vimos foi a demissão total das elites que deviam fazer essa mediação, que claudicaram ao primeiro rugir da turba inorgânica das "redes sociais".»

Francisco Mendes da Silva, no Jornal de Negócios

Autoria e outros dados (tags, etc)


22 comentários

Sem imagem de perfil

De rão arques a 30.08.2017 às 20:38

Nos trabalhos oficinais da escolaridade, tudo de fato macaco para operar tornos e fresadoras, ou sem direito a escolha equipamento de bata branca para rendas e bordados.
Continuam a existir pobres almas que não deixam de sugerir que a mulher não passa de um homem mal acabado.
As tendências naturais não casam com o molde cego de rebanho do Cabrita, martelado até aos dentes com as unhas dos pés.
Sem imagem de perfil

De Jo a 30.08.2017 às 23:59

Ainda não vi qualquer justificação para a existência de livros de matemática diferentes para meninos e para meninas.
Será que alguma das pessoas que estão a clamar contra a censura consegue explicar?
É que não estamos a falar de uma obra literária. Num manual tudo deve ter um propósito.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.08.2017 às 00:06

Há sempre gente disposta a defender a censura. O espírito de Santa Comba esvoaça por aí.
Sem imagem de perfil

De Jo a 31.08.2017 às 08:35

Há sempre gente disposta a torcer a realidade.
Os manuais não foram proibidos, o editor poderia não os retirar.
Reparo que não encontrou nenhuma resposta à pergunta que fiz.
A matemática é uma questão de sexo?
Se os manuais são exclusivamente manuais de matemática o que foi censurado?
Se não são porque é que ninguém assume o que são?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.08.2017 às 08:48

Manuais?
De matemática?
Para crianças de 4 anos?

Falando em "torcer a realidade", eis três bons exemplos.
Faz a mínima ideia do que fala ou é apenas mais um troll a picar o ponto?
Sem imagem de perfil

De P.I. a 31.08.2017 às 09:22

Tem toda a razão e este fenómeno (não Natural), está a ser criado a nível global procurando censurar, usando uma minoria completamente ignorante do resultado que irá provocar e que é precisamente o oposto da justificação que dão para o querer impôr.
A pergunta mais importante: Quem aproveita este estreitar da Liberdade e o Porquê da necessidade de uma "idiocracia" que quer implementar a Censura?
(idiocracia- junção de "democracia" com "idiotas")

https://www.youtube.com/watch?v=6CAN-VbxNO0&feature=em-uploademail
David Icke Shatters The Antifa Left Alt Right Paradigm
Sem imagem de perfil

De jo a 31.08.2017 às 21:13

Farta-se de andar à volta para não responder à pergunta.

A matemática é bastante mais que as contas da 4ª classe.

Porque é que "os livros de atividades" são diferentes para rapazes e raparigas?

Será que alguém consegue explicar, ou está de chuva?

Se o governo não pode proibir e existia uma razão válida para os manuais serem diferentes, porque foram retirados PELA EDITORA?

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.08.2017 às 21:54

Ainda falas disso, Makiavel? A polémica já foi enterrada, com vitória por goleada do Ricardo Araújo Pereira, que deu dez a zero à CIG, organismo que dispõe de 59 funcionários/as e é brindado com 4,5 milhões de euros de orçamento anual, pago por todos os contribuintes.

Os caderninhos deviam fazer-te bem: pareces ter idade mental de 4 anos. Ao contrário do que afirmas, não só a editora não retirou essas publicações do mercado (era o que faltava, andar a reboque do ministro censor), como ainda hoje comprovei, comprando dois exemplares.
Aliás, garantem-me de lá que têm vendido mais exemplares que nunca nos últimos dias. De resto, estão no mercado desde Julho de 2016 sem nunca terem perturbado ninguém até à 'silly week' anterior a esta.


P. S. - Pela hora, apercebi-me que apareceste aqui enquanto decorria o jogo da selecção. Dá para perceber que não gostas de futebol. Preferes brincar às princesas, pá?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.08.2017 às 00:14

1. Não são manuais. São blocos de actividades.
2. Não são de matemática.
3. Há revistas femininas e SIC Mulher. A partir de que idade é que as meninas podem passar a ter coisas de meninas?
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 31.08.2017 às 11:20

A partir de que idade é que as meninas podem passar a ter coisas de meninas?

A partir da idade em que têm vontade própria para escolher as coisas que querem ter e as que não querem. Essa idade será mais provavelmente os 14 do que os 4.
Sem imagem de perfil

De P.I. - Politicamente Incorrecta a 31.08.2017 às 13:27

"A partir de que idade é que as meninas podem passar a ter coisas de meninas?"

Ainda não percebeu que TUDO o que estão a implementar será para acabar com o Natural sexo feminino e sexo masculino?
A criação de 31 géneros, WC "para todos" e, já há escolas europeias onde não se tratam os meninos por eles nem as meninas por elas, trocam de papeis, onde professores já se vestem ao contrário do sexo que têm e, algumas escolas, já estão a praticar o "it" (coisa) para tratar todos "por igual".
Se não acredita, confirme:

https://www.youtube.com/watch?v=yA8fgaBSDUw
Europe is finished. Nothing can save it now.

A grande maioria não está a perceber mesmo nada do que se está a passar mas, isto de Globalizar Ideias por vontade de uma minoria que até tem triliões para subsidiar essas suas ideias psicopatas, têm em mente, afastar-nos do que é Natural, para nos transformarem em Coisas Não Pensantes, não só com o Politicamente Correcto mas, ir ainda mais longe, através de um tal Trans-humanismo (ou transumanismo, abreviado com H+ ou h+), um movimento que "visa transformar a condição humana através do desenvolvimento de tecnologias amplamente disponíveis para aumentar consideravelmente as capacidades intelectuais, físicas e psicológicas humanas".

Com palavras até parece ser tudo muito bonito mas, como sempre, os Loucos sempre tiveram a capacidade de convencer tolos ou como pensa que um Hitler, um Mao ou um Stalin chegaram ao Poder?
Com Seguidores.
Sem estes, nunca teriam chegado ao Poder. Agora imagine o que é ter o Poder de Comprar Seguidores e, o pior, controlar Instituições onde quem as chefia não é eleito por povo nenhum e já terem governos que controlam através das grilhetas da Dívida.
Vá reparando naquela do cartão do cidadão, história a ser vandalizada por, ser isto ou aquilo, usando, de borla, todos os idiotas e todos aqueles que, politicamente, sempre gostaram de arrasar culturas para poderem implementar a sua ideologia. Apenas o mesmo processo mas, desta vez a servir outra Agenda.

Muitos trans-humanistas acreditam na compatibilidade entre a mente humana e o hardware de computador, com a implicação teórica que a consciência humana pode um dia ser transferida para mídia alternativa (uma técnica vulgarmente conhecida como upload mental)
Quando perceberem para onde nos estão a tentar levar, perceberão aquilo que julgam ser o Mundo a ensandecer mas é, apenas, um Programa e uma Agenda de uma minoria muito específica.
Se fosse algo Natural, devia ver populações inteiras contra o rosa para meninas e o azul para meninos, uma coisa que não vê, no entanto, vê governos escravos a implementar este caminho com as "suas" Comissões da Tolice.
Como pode um Governo Global governar na perfeição?
Transformando-nos a todos em seres não pensantes, sem opinião individual, uns perfeitos its "coisas".
(its - associated with a person or animal of unspecified sex)

Parece mentira mas, infelizmente não é e, vão reparando nas insanidades e tudo encaixará nesta desumanização e controle dos seres humanos.

Com a escola prestes a começar, só minorias ou gays podem ter orgulho?

Que tal forrar os Livros das Meninas com Rosa e os dos Meninos com Azul para que as Meninas se Orgulhem de ser Meninas e os Meninos se orgulhem de ser Meninos e, isto, sim é que é o Verdadeiro Igualitarismo, Todos Orgulhosos daquilo que são e que, sem escolher, a Natureza lhes Ofereceu.

Quanto aos Ditadores que, dos Seres Humanos até à Natureza, querem controlar, não passam de uns seguidores ignorantes que desdenham e escarnecem de todos os que sofreram e morreram para lhes dar a LIBERDADE.

As descobertas, as inovações e as invenções que surgiram na história da humanidade foram o resultado de um PROCESSO NATURAL, sem direcionamento externo, Sem CENSURA ou pela Força de Legislação, onde o maior perigo está quando sobem ao poder sociopatas, presentemente, meros criados de psicopatas.

Todo o trabalho humano, é resultado da criatividade de pessoas que formularam perguntas a si mesmas e que foram suficientemente corajosas para colocá-las no centro de suas vidas e, Nunca foi a Controlar, Manipular, Condicionar ou a Dominar os Outros, quanto mais, quererem controlar a Maioria e, em vez de chatear, se sofrem de algum trauma psicológico com as cores, deviam consultar um psiquiatra.
Sem imagem de perfil

De João Marques a 31.08.2017 às 23:33

Zeus!

Está a ver como basta meia dúzia de políticos demagogos, e seus delegados, para sair asneira? Não é necessária uma conspiração global.
É suficiente ouvir o rugido de imbecis nas redes sociais para se tomar decisões políticas.

E afinal o que é que o trans-humanismo ter que ver com os manuais da Porto Editora?
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 31.08.2017 às 11:16

não vi qualquer justificação para a existência de livros de matemática diferentes para meninos e para meninas

A justificação é simples: o mercado aceita e gosta disso.

Se estivéssemos num país culturalmente evoluído o mercado rejeitaria tal coisa, mas neste país de merda os papás da classe média anseiam por ela.
Sem imagem de perfil

De sampy a 31.08.2017 às 13:04

Neste país de merda, Lavourinha, tu representas o metano.
Sem imagem de perfil

De Bonito, bonito! a 31.08.2017 às 11:13

No futebol feminino a bola é recebida nos peitos, e no masculino é apenas no peito.

As mamas ficam amarradas no feminino, no masculino ficam à solta.

Nunca nada é igual.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 31.08.2017 às 14:16

no masculino é apenas no peito

Errado. Os relatores de futebol na rádio dizem sempre "a peitaça". Nunca falam do peito, sempre da peitaça.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 31.08.2017 às 11:14

Se Portugal fosse uma economia de mercado mais saudável

Eu diria que, se Portugal tivesse uma cultura mais saudável, e não fosse o país culturalmente e socialmente atrasado e horrivelmente conservador que é, não passaria pela cabeça de nenhuma editora editar um livro de exercícios para meninos de 6 anos de idade com uma versão para meninos e outra para meninas. Tal como não passa pela cabeça de ninguém que os livros de texto do primeiro ano de escolaridade tenham duas versões.

Só mesmo num país de papás conservadores e retrógrados é que se faz uma tal coisa e há papás que estejam desejosos dela.
Sem imagem de perfil

De sampy a 31.08.2017 às 13:07

Sábias palavras de um triste órfão vasectomizado.
Sem imagem de perfil

De P.I. Politicamente Incorrecta a 31.08.2017 às 13:38

Lavoura, você está mais que preparado para lhe fazerem o upload mental, qual o problema de haver coisas para meninos e coisas para meninas?
Se a Natureza nos quisesse todos "its", você tinha maminhas maiores e, entre as pernas, éramos todos iguais.
Sabe o que ganhamos com essa de nos quererem pôr todos no mesmo WC e destruir a família tradicional?
Homem e Mulher formam uma Equipa Invencível, o que falta a um o outro completa, ora quem quiser CONTROLAR (Homens e Mulheres), têm de destruir equipas vencedoras, transformar todos em seguidores e nuns ITS (coisas).
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 31.08.2017 às 14:40

Homem e Mulher formam uma Equipa Invencível

P.I. Politicamente Incorrecta, você e eu formamos uma Equipa Invencível!!!

o que ganhamos com essa de nos quererem pôr todos no mesmo WC

Eu acho que ganharíamos imenso em sermos postos no mesmo WC!!!

família tradicional

Podemos formar uma!!!
Sem imagem de perfil

De P.I. a 31.08.2017 às 17:24

"Grandes argumentos" que apenas confirmam estar pronto para o upload mental.
Nem sequer deve saber a diferença entre igualdade e igualitarismo portanto, para si, qualquer coisa serve.
Comece já, por ir para o emprego vestido do sexo oposto.

https://www.youtube.com/watch?v=yA8fgaBSDUw
Europe is finished. Nothing can save it now.
Sem imagem de perfil

De João Marques a 01.09.2017 às 12:27

Não dê importância caro Luís.
Para o Zeus toda a gente que dele discorda está pronta para o "upload mental". Venha ele, para poder vaguear no espaço interestelar.

Zeus, o iogurte de morango também não é coisa "Natural", nem os óculos, os automóveis, os computadores. Imagino que use pelo menos um computador para escrever na blogo. Já foi apanhado pelo Sistema meu caro. Está tudo perdido.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D