Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Reflexão do dia

por Pedro Correia, em 29.10.14

«É possível que o Estado que oferece uma multa de amigo às pessoas que ocultaram milhões de euros no estrangeiro, que as isenta de responsabilidades criminais e que ainda tem atenção suficiente para lhes proteger a identidade, é possível, dizia eu, que este mesmo Estado execute penhoras da única casa de quem deve dois mil euros ao Fisco e já tem o magro salário penhorado? É possível - e acontece em Portugal.»

Bruno Faria Lopes, no Diário Económico


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Vento a 29.10.2014 às 13:17

Em Portugal tem acontecido muita coisa que tem denegrido a imagem dos palhaços circenses e enaltecido palhaçadas que mais lembram a luta dos perseguidos face às feras neste coliseu.

Como é possível que uma viúva com seis filhos não tenha direito a um reescalonamento da dívida de acordo com suas possibilidades. Chamam a estas acções eficiência fiscal, pois eu penso que é um assalto aos desprotegidos.

Estes tipos, durante sua vida, vão ter oportunidade de conhecer a miséria e as consequências da mesma.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 29.10.2014 às 14:09

Tortuga, Madagáscar, Port Royal... Terras de piratas, governadas por piratas... Agora também perto de si, no extremo ocidente da Europa...
Sem imagem de perfil

De Carlos a 29.10.2014 às 14:20

É possível e acontece como se de algo normal se passasse e para cúmulo, ainda há pessoas que andam atrás deles como marionetes e que apoiam, esta gente, sem escrúpulos e sem vergonha. A falta de escrúpulos é tal que ainda obrigam o cidadão comum, a pagar as dívidas que eles fizeram e fazem no seu desgoverno. Àqueles que desviam os seus milhões para o estrangeiro, passam-lhes as mãos delicadamente, pois também eles o fazem sem qualquer pudor. Pergunta-se: para onde caminhamos, onde quem não tem princípios, ética, moral e vergonha,
sai sempre por cima e o honrado, o equilibrado, o sensato e cumpridor das suas obrigações é sempre espezinhado?....
Sem imagem de perfil

De Descansadinho da Costa a 29.10.2014 às 14:27

Não tarda nada, com o Costa Livre, tudo isso acaba.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 29.10.2014 às 18:01

É o estado que temos: insaciável, cego, surdo e mudo. Esta é uma questão de falta de bom senso por parte do fisco, a começar no governo, passando pelo director geral e a acabar no director de finanças local, que tem obrigação e poder para resolver este tipo de problemas da melhor maneira.
Mas preferem levar tudo a eito, e este é mais um episódio da velha história: quem deve tostões ao estado, tem um enorme problema; quando a divida é de milhões, então o problema passa a ser do estado, quer dizer do resto dos contribuintes.
Sem imagem de perfil

De singularis alentejanus a 29.10.2014 às 18:02

O que não são estes senhores senão uma forma de "Estado Islâmico"? São puros terroristas, que matam de uma forma diferente daqueles.
Imagem de perfil

De cristof a 30.10.2014 às 16:26

Para quem viveu a alegria do 25 abril 74 assistir a isto é duma tristeza revoltante.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D