Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Questão de idade?

por Helena Sacadura Cabral, em 04.03.15

 Mulheres mais velhas3.jpeg

Se um homem mais velho casar com uma mulher mais nova, toda a gente considera normal. Se, ao invés, uma mulher mais velha casar com um homem mais novo, muita gente ainda fica surpreendida. E, até, nalguns casos, chocada. Porquê? O que é que justifica a reacção negativa?

Em certos países esta opção é já bastante comum entre as chamadas “famosas”, que não costumam preocupar-se muito com a diferença etária, dado o estatuto especial de que gozam. Todavia, longe dos holofotes, muitas mulheres não hesitam e namoram rapazes mais novos. São elas que conhecem as vantagens e os inconvenientes que a diferença de idade pode trazer a um relacionamento. 

Do ponto de vista sexual, na cama, a diferença de idade não importa muito, dizem os clínicos. Quem já passou por isso, limita-se a afirmar que “que basta ambos quererem e tudo será muito bom”.

O problema pode surgir no dia a dia em que as coisas não são assim tão simples". Hoje já muitas mulheres de 40 anos preferem homens que tenham, no máximo, a mesma idade delas.  Porque são independentes e entendem que não têm por missão ficar em casa a aturar as vicissitudes de um marido mais velho.

Ora é aqui que reside o cerne da questão. Antigamente o homem mais velho era o garante da sobrevivência da mulher. Para muitas, para cada vez mais isso já não é válido. Ora se assim é, que justificação pode haver para censurar uma relação em que o homem seja mais novo que a mulher?

Acresce que se a menopausa pode trazer ao sexo feminino problemas clinicamente solúveis, eles não são, nos dias que correm, menores nem maiores do que aqueles que surgem no sexo masculino da mesma idade...

Autoria e outros dados (tags, etc)


17 comentários

Sem imagem de perfil

De Vento a 04.03.2015 às 21:10

Eu não vejo problema. Parece-me que o problema está nas objecções implícitas em sua reflexão.
Resta somente saber as motivações das relações, em um e outro lado. Acredito que as mulheres, mais idosas e menos idosas, tenham um ideia (as que têm)mais sólida a respeito destas ligações que o homem (com certeza, há excepções).
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 05.03.2015 às 10:06

É evidente que para uma mulher tem vantagens em casar com um homem mais novo. Primeiro, no dia-a-dia, porque fica melhor servida na cama - os homens com a idade perdem a tusa, por vezes ficam mesmo totalmente dependentes do viagra. Segundo, não têm que tratar dele quando ele envelhece - os homens geralmente morrem mais novos que as mulheres.
Sem imagem de perfil

De Vento a 05.03.2015 às 12:03

Meu caro Luís,

permita que aproveite o seu comentário para deixar uma sugestão ao povo.

Rapaziada, a propósito da tusa ou da perda de tusa que nos dá conta o Luís, para uns uma realidade e para outros talvez um dia, sugiro contensão (e refiro tensão por causa disso mesmo, do tesão) no uso de medicamentos, pois estamos em crise e o dinheiro faz falta ao estado para um dia pagar as dívidas que vão aumentando.
A única tusa que vou vendo neste país é a contínua erecção da dívida. E vós sabeis que esta erecção vai contra tudo e todos. Ora bem, se isto dá jeito a quem dá jeito comigo não pega, pois sou heterossexual.
Como estamos em época eleitoral quero dizer-vos que não há necessidade para tanto rancor e despudor no aumento contínuo da tusa, isto é, da dívida.

E como esta situação está muito ligada aos mercados, o que qualquer dona de casa idosa e não idosa bem sabe, sugiro que para alívio de tanta ansiedade se congele a tusa, perdão, a dívida. Há muitos anos que foi inventado o frigorífico e a arca congeladora. Por isto, não há necessidade para tanta preocupação com a rigidez da honra quando o produto pode ser colocado num destes aparelhos e usado para gaudio de qualquer dona de casa que saiba manipular os géneros.
Por isto mesmo, apelo que nas próximas eleições se vote só em mulheres que tenham revelado o saber e o sabor na conservação e uso do produto.
Sem imagem de perfil

De Vento a 05.03.2015 às 15:09

Quero acrescentar que este comentário "Ora bem, se isto dá jeito a quem dá jeito comigo não pega, pois sou heterossexual" não explica o sentido que pretendia dar ao contexto e apresento minhas desculpas se alguém sentir-se ofendido.
Pretendia tornear o uso de uma expressão comum, "não gosto que me venham ao...", que não é ofensiva, e saiu-me mal no contexto.
Ninguém se ofenda por isto. Não houve intenção em tocar noutras condições e ferir sensibilidades. Foi somente um pensamento mal conseguido na escrita.
Sem imagem de perfil

De Vento a 05.03.2015 às 15:25

Acrescento ainda ao comentário anterior que o pensamento humorístico mal conseguido foi originado tendo em conta o contexto da relação homem mulher (heterossexual) que faz parte do texto no post de Helena.
Uma vez mais, as minhas desculpas.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 05.03.2015 às 10:38

O problema é que, se a mulher até pode gostar de arranjar um homem mais novo, isso pode ser na prática difícil, porque os homens têm uma preferência instintiva por mulheres novas - as únicas que lhes podem dar filhos. Instintivamente, os homens avaliam as mulheres pelo corpo, e dão forte preferência a corpos jovens.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 05.03.2015 às 10:40

Igualmente interessante é o preconceito em favor de o homem ser mais alto do que a mulher. Esse preconceito parece ainda encontrar muito favor junto das mulheres - uma mulher alta (digamos, com 1,70 metros) casa-se quase sempre com um homem ainda mais alto que ela. É muito raro uma mulher aceitar andar com um homem mais baixo que ela. Porquê?
Sem imagem de perfil

De ana pinto a 05.03.2015 às 11:20

Acho que os relacionamentos entre as pessoas devem depender mais da questão sentimental do que propriamente etária, contudo, acho que deve haver um limite que não deveria ultrapassar os 10 anos, não porque não resulte mais diferença, mas sobretudo para que continue a funcionar.
As diferenças acho que resultam melhor quando é a mulher que é mais velha, desde que não haja uma situação de dependência financeira dele em relação a ela,ou dependência afetiva dela em relação a ele.Se os dois se amarem e à priori não valorizarem as diferenças, acho que pode funcionar como se fossem da mesma idade.
O sucesso destes casais passa muito mais pelas interferências, ou não, das respetivas famílias de cada um, dos filhos, ex-conjuges etc.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 05.03.2015 às 14:34

deve haver um limite que não deveria ultrapassar os 10 anos

Um ex-colega meu casou-se aos 23 anos de idade com uma mulher de 36 - treze anos mais velha que ele. Tiveram dois filhos e ainda hoje, trinta anos depos, estão, creio, casados. Ultrapassaram o limite dos 10 anos e não se deram mal por isso.
Imagem de perfil

De ana a 05.03.2015 às 12:06

Não censuro, mas não me vejo a viver com um rapaz que podia ser meu filho.
Imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 05.03.2015 às 14:07

Ana dez ou doze anos de diferença não dariam para ser seu filho...
Imagem de perfil

De ana a 05.03.2015 às 16:45

Cara Helena

Falava de diferenças de 20 anos. Tenho 60 anos e não me vejo a andar com um rapaz de 35/40. Sei, por uma amizade, de uma mulher da minha idade que vive com um rapaz de 38. Ele é de facto um doce e inteligente homem e são muitos felizes, e a minha amiga tem a noção que se calhar daqui a uns anos ele seguirá outro caminho.
Sem imagem de perfil

De Bela a 05.03.2015 às 12:49

A questão da diferença de idade só preocupa ou é motivo de maledicência para quem, por falta de coragem ou oportunidade não consegue 'arranjar' alguém mais novo.
Condenável, a meu ver, é quando, quem tem menos idade - eles ou elas - ligarem-se aos com mais por interesse social ou económico.
O resto...
A questão de as coisas não correrem bem, vê-se mais quando elas são mais novas.Porque com o passar dos anos, neles, as diferenças notam-se mais, além disso eles vão perdendo algumas capacidades, o que os faz tornarem-se desconfiados e obsessivos em relação à mulher ou companheira.

Sem imagem de perfil

De OLP a 05.03.2015 às 16:33

Se a tendência é que as mulheres procurem homens mais novos, não se entende a forma provocante e descarada com que nos últimos tempos, a Marilú anda a fazer olhinhos ao Wolfgang Schauble.
Sem imagem de perfil

De anonima a 05.03.2015 às 18:45

Vivo com o meu namorado há 24 anos, ele é mais velho que eu 22 anos. Estamos lindamente/ felizes da vida. E recomenda-se.
Se ele fosse mais novo que eu 22 anos, não sei se iria gostar, mas respeito as opções dos outros, pois o que interessa é o sentimento, a idade não conta. Felicidades e xis. :)
Sem imagem de perfil

De antoniopestana a 05.03.2015 às 19:51

Porém,apenas os que atribuem ao complementar e ao perverso a mesma importancia que se deve atribuir ao essencial e ao natural, nunca encontrarão desvantagens neste tipo de relacionamento.

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D