Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Profetas da nossa terra (27)

por Pedro Correia, em 26.05.14

«Prevejo uma vitória esmagadora do Partido Socialista. Prevejo uma hecatombe da coligação, que ficará abaixo dos 30%. O PS vai ficar acima dos 40%, com certeza... 42%. Prevejo uma diferença entre 10% e 14%.»

José António Saraiva, RTP, 21 de Maio de 2014


23 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.05.2014 às 01:44

Afinal quem foi o castigado PS ou PSD/CDS? São só frases para o PS, como se fosse este que estivesse no governo. O CDS, se fosse só, teria eleito algum deputado? Sem o CDS qual era a percentagem do PSD? São incógnitas que ninguém questiona.... Isto são Europeias, eleições, a que os portugueses sempre se abstiveram de votar porque os senhores políticos falam de tudo menos das referidas eleições. A maioria das pessoas, não faz a mínima ideia do que são e para que são as eleições europeias. Culpa? Políticos que nunca esclareceram o cidadão comum. Infelizmente em Portugal, a maioria da população não é letrado e muito menos em política. É bom que nos lembremos destes pormenores....
Imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 27.05.2014 às 09:40

Parece que foram todos castigados porque a vitória do PS não lhe dá espaço de manobra para nas legislativas ter maioria absoluta.
Nesse caso terá que se coligar, depois da experiência de governar em minoria feita por Socrates.
E coliga-se com quem?! O BE não chega, logo ou será PC - difícil porque querem sair do euro - ou com o PSD, ou com o Marinho e Pinto ou com o CDS. Não lhe restam muitas hipóteses…
Por isso a "vitória", que sem dúvida o foi, tem um sabor tão amargo!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.05.2014 às 12:39

Helena, até lá não sabemos se o PS vai mudar de táctica ou não e se o BE aguenta ou não. Se tiver de ser com Marinho Pinto que o seja que pelo menos esse, não tem medo de enfrentar o touro, a não ser que entretanto, os maus vícios se lhe entranham e aí nada a fazer. Coligação com este PSD e este CDS desculpe-me nunca, seria a nossa morte.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D