Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pôr fim à discriminação

por Pedro Correia, em 28.03.19

padre-e-figlio-tramonto.jpg

 

Agora que tanto se fala - e muito bem - contra as discriminações, venho apontar uma. A do Dia do Pai, relativamente ao Dia da Mãe.

Esta última festividade calha sempre a um domingo, o que facilita imenso o convívio entre as mães e os filhos de qualquer idade. 

Pelo contrário, o Dia do Pai ocorre inevitavelmente a 19 de Março, o que na maioria dos anos - como na semana passada aconteceu - coincide com uma jornada de trabalho e de actividade escolar. Dificultando precisamente esse convívio que se desejaria incentivar.

Talvez não fosse má ideia transferir o Dia do Pai também para um domingo - neste caso o domingo imediatamente posterior a 19 de Março, por exemplo. Não seria medida original, na medida em que o Dia da Mãe se celebrou durante décadas a 8 de Dezembro antes da alteração que o deslocou para o primeiro domingo do mês de Maio.

Em alguns países europeus e americanos, o Dia do Pai festeja-se no primeiro ou no terceiro domingo de Junho. Provavelmente faz mais sentido. E põe fim à discriminação actual, em que o calendário propicia muito mais encontros dos filhos com as mães do que com os pais nos dias estipulados para o efeito.

Autoria e outros dados (tags, etc)


38 comentários

Sem imagem de perfil

De Luis Eme a 28.03.2019 às 11:44

Plenamente de acordo, Pedro.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.03.2019 às 21:28

Intriga-me que este tema não seja alvo de debate público, Luís.
Perfil Facebook

De Rão Arques a 28.03.2019 às 11:49

Ocorreu-me que se adote -O dia dos pais- a um domingo em lugar da separação induzida que até pode constituir um fator traumatizante.
Sendo -os meu pais- uma expressão vulgarmente usada quando nos referimos ao casal progenitor, talvez isso não ofendesse os fundamentalismos da igualdade de género.
O masculino já é suficientemente esquecido, como na velha tradição de dar os parabéns à mãe quando nasce uma criança, mas se ignora o pai para quem bastava um simples bom trabalho.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.03.2019 às 21:36

Essa discrepância das felicitações pelo nascimento de um bebé faz sentido. Nunca há dúvidas quanto à mãe, como verdadeira progenitora. Já o pai, é só presumido (ou putativo, como também há quem diga).
Perfil Facebook

De Rão Arques a 28.03.2019 às 22:09

Nunca são de excluir trocas na incubadora como tantas vezes se suspeita.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.03.2019 às 22:23

Direi mesmo que é um clássico. E não só da literatura.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.03.2019 às 12:02

Bom dia Pedro Correia.
Concordo consigo.
Mas temo que os donos vários que para aí andam considerem uma opinião machista.
António Cabral
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.03.2019 às 21:29

Não me admirava nada, caro António.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.03.2019 às 12:03

Se eu tivesse que estar sujeito a um dia para conviver com o meu filho, muito mal andaria eu - ou o meu filho... datas, valem o que valem; um laço entre pai e filho tem pouco a ver com datas, ou com leis; existe ou não existe. Não é pai quem quer; é pai quem assume a paternidade.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.03.2019 às 21:30

Isso quer dizer o quê? Que o Dia da Mãe é inútil? Que o Dia do Pai não serve para nada?
Sem imagem de perfil

De Manuel Santos a 28.03.2019 às 12:51

Para falar verdade eu ando enjoado com tanto dia disto e daquilo. Que, quando não são esquecidos, significam oferta de prendas insignificantes. E insignificantes porque muita gente não tem dinheiro para prendas significantes a tantos familiares, amigos ou conhecidos. Por mim, abolia todos excepto o dia do orgasmo (a 31 de Julho, não é?). E mesmo este já me aborrece porque raramente encontro alguém disposto (sou hetero) a colaborar comigo para comemorar condignamente e sem perigo (há sempre uma forte hipótese de ser acusado de qualquer inconstitucionalidade, desde falta de consentimento explícito até não sei o quê. Jogo na prudência e fico a zero ou faço a coisa à mão).
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.03.2019 às 21:31

Caramba, o dia do orgasmo é só a 31 de Julho?
Sem imagem de perfil

De Anonimus a 28.03.2019 às 14:04

Todo o dia é dia do Pai, da Mãe e da Criança.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.03.2019 às 21:30

Em teoria, sim. Na prática é diferente.
Sem imagem de perfil

De J. L. a 29.03.2019 às 11:20

"Todo o dia é dia do Pai, da Mãe e da Criança." Ficam-lhe muito bem esses sentimentos. Assim é que é.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.03.2019 às 23:48

Bonito, sim.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.03.2019 às 17:22

Na verdade não concordo muito com isso de dias de isto e mais aquilo. Mas também ´reconheço que os filhos (e as respectivas progenitoras) enchem os restaurantes, é dia em que não há lugares vagos. Ou quase não há. Pergunto-me se eles iriam ao restaurante com a velhota se não houvesse um Dia da Mãe. É que fico sempre com a triste sensação de que acontece apenas uma vez no ano. Contudo, eu que sou mãe, julgo que é melhor que haja uma vez do que nenhuma. Seja lá qual for o motivo.
Quanto ao Dia do Pai: é verdade que tem celebração mais modesta e sempre teve. Também não sei se os pais têm o mesmo peso que as mães no coração dos filhos. Julgo que hoje terão, a partilha de tarefas caseiras aproxima-os das crianças. Mas os pais mais antigos, salvaguardadas as devidas excepções, eram mais de andar por fora, eram ríspidos e de pouco jeito com crianças; metiam respeito para não dizer medo.
Mas concordo consigo, toca a encher restaurantes de pais com os seus filhos. Nada de discriminação. Abaixo o dia do pai à semana.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.03.2019 às 21:32

Haja alguém que concorde comigo.
Sem imagem de perfil

De Zeca a 28.03.2019 às 17:40

Pois eu até acho que não se deve pôr fim à discriminação. Porque homens e mulheres não são iguais. Costumo dizer que são iguais em dignidade mas não o são no sentido que muita gente dá a igualdade. A maternidade é muito diferente da paternidade. Penso que a desigualdade que existe nas celebrações que refere é útil, pelo menos faz as pessoas meditarem no significa igualdade. Logo, sou contra o fim da desigualdade que o preocupa.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.03.2019 às 21:34

Expressou bem o seu ponto de vista. Posso discordar, mas reconheço isso.
Sem imagem de perfil

De Protesto a 28.03.2019 às 19:33

E o Dia dos Avós? E o Dia do Cão? E o Dia da Prima Vera?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.03.2019 às 21:33

Também há o Dia do Anónimo. Que são todos os dias do ano aqui no blogue.
Sem imagem de perfil

De Desconhecido a 29.03.2019 às 11:26

"Dia do Anónimo. Que são todos os dias do ano aqui no blogue." E muito bem. Este é dos poucos blogues que dá mais atenção ao argumento do que ao nome do autor do argumento. Sou um cartesiano convicto pelo que acho muito bem. Só me interessa o argumento, o nome não interessa. Graças a essa atitude o Delito conquistou um lugar ímpar na blogosfera.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.03.2019 às 23:46

Grato pelas suas palavras.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.03.2019 às 21:30

Não estou de acordo que se altere o dia, à conveniência do que quer que seja, o dia é aquele, um qualquer contacto nesse dia, por parte dos filhos, será suficiente, o que não obsta a que seja marcada uma comemoração posterior.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.03.2019 às 21:40

Sim, mas o Dia da Mãe foi alterado sempre para um domingo, quando é mais fácil conviver. No lar ou fora dele.

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D