Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Por estes rios acima (27)

por Pedro Correia, em 23.07.18

5448356_ZdS9b[1].jpg

5448357_F4q0T[1].jpg

 

 

RIO TUA

 

Nascente: A norte de Mirandela, por junção dos rios Tuela e Rabaçal

Foz: Rio Douro, na aldeia de Foz Tua, concelho de Carrazeda de Ansiães

Extensão: cerca de 57 km

 

«Encosta abaixo medra o carvalho negral, o castanheiro, a oliveira e o sobreiro; e sazonam em frutos incomparáveis as laranjas do Tua, as vinhas do Roncão, as cerejeiras de Penajóia e as amendoeiras de Freixo de Espada à Cinta.»

 

Jaime Cortesão, Portugal - A Terra e o Homem 

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Cristina M. a 23.07.2018 às 13:59

é o que há de mais bonito em Mirandela.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 23.07.2018 às 15:29

Ao que já ouvi dizer em Mirandela nada mais há de bonito.
Perfil Facebook

De Rão Arques a 23.07.2018 às 19:29

Mirandela linda terra
Terra de tanta flor
Nunca vou a Mirandela
Que não veja o meu amor
Sem imagem de perfil

De Costa a 23.07.2018 às 15:04

Essa foz já não existe. Está devidamente modernizada.

https://www.google.pt/url?sa=t&source=web&rct=j&url=%23&ved=0ahUKEwiI9fjzsbXcAhXDZVAKHfOdCk0Qxa8BCCUwAA&usg=AOvVaw0VTJzWxrN8ZFOD4xbU2nov

Costa
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 23.07.2018 às 15:30

Omitiu-se nesta série os rios Torto e Távora, dois afluentes do Dauro em cujos vales se fazem dos melhores vinhos de Portugal.
Perfil Facebook

De Rão Arques a 23.07.2018 às 19:26

BATATADA A MURRO (4)
Repescado do PPTAO com a data de 28 de Outubro de 2011
> O assalto continua......do Sabor, do Tua e do Corgo para a Serra. De entre os milhares de milhões de prejuízo da REFER alguém faz o favor de nos dizer qual o peso específico dos alegados prejuízos de exploração contabilística destas linhas?
E o serviço incontabilizável para as populações, a destruição das obras de arte á força de braço quando estes agiotas ainda adormeciam nas entranhas dos antecedentes bem como a exploração turística negligenciada?
Reportemo-nos agora e apenas à 1ª pedra criminosa da barragem do Tua.
Crime digo eu. Trata-se de uma irrepetível centenária obra de arte, esculpida a músculo num cenário montanhoso agrestemente inigualável. Nem precisamos de comparar com o que seria a demolição ou soterramento de estátuas ou pirâmides de outros mundos. Devem os salteadores ser acusados por intenção conscientemente criminosa de decapitação de uma maravilha terrena inseparável do eterno Douro, património da humanidade que não podemos deixar assassinar.
Será que a maioria dos Portugueses conhece? É hora de organizar excursões de todo o País á região, para que um sentimento de revolta se instale e impeça tal acto de dimensão terrorista destruidora.
Naquelas paragens pelas alturas de S. Mamede de Riba Tua tal a grandeza e extensão do feito chamam-lhe carinhosamente a contemplação do belo horrível.
Quem dá caça a tais actos terroristas engendrados no aconchego do ar condicionado e regulados apenas ao sabor de contabilidades caseiras inscritas na parede do lucro fácil com tições de carvão roubado?

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D