Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Poetisa, pitonisa

por Pedro Correia, em 20.03.19

thumbnail_20190319_120259-1.jpg

 

Eis-me em Lagos. E a caminho da Meia Praia, num final de Inverno que mais parece início de Verão, deparo com esta placa. Homenageando justamente uma das maiores escritoras portuguesas de todos os tempos. E também justamente aqui, pois Sophia está profundamente ligada a Lagos, onde compôs alguns dos seus mais belos poemas.

Gosto desta homenagem. E gosto também que a placa toponímica a designe por "poetisa", reabilitando assim este belo substantivo feminino agora escorraçado do discurso cultural dominante, que designa homens e mulheres pela palavra poeta, na reiterada tentativa - que em certos casos deriva para obsessão ideológica - de esbater diferenças de género. 

Há palavras que me tocam muito. Uma delas é precisamente poetisa - que rima com pitonisa. Agrada-me vê-la exposta a quem passa, nesta Rua Sophia de Mello Breyner Andresen, em Lagos. Onde hoje vejo «a luz mais que pura sobre a terra seca», como a autora do Livro Sexto escreveu, aqui bem perto, há mais de meio século. 


18 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 20.03.2019 às 10:34

hoje vejo «a luz mais que pura sobre a terra seca»

É bem verdade, terra muito seca. Ai de nós.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.03.2019 às 10:39

Você não parece muito inspirado esta semana.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.03.2019 às 23:37

Mesmo nada, aliás.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 20.03.2019 às 10:38

Tão má como a eliminação da palavra "poetisa" é a eliminação da palavra "embaixatriz", que foi subsituída por uma inexistente e feia "embaixadora", com o argumento foleiro de que uma embaixatriz é a mulher de um embaixador - quando é bem sabido que boa parte dos embaixadores são homossexuais, outros são infiéis às mulheres, e que ninguém tem nada de qualquer forma a ver com o embaixador ter ou não ter mulher.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.03.2019 às 10:40

Aqui já reconheço a sua verve. Inconfundível.
Sem imagem de perfil

De alex.soares a 20.03.2019 às 13:36

Infiéis às mulheres? Quais mulheres? Adultério? Bíblia? Apedrejamento já.
Ou morte à sede com a cabeça enterrada na areia molhada.
Outra coisa, os homossexuais não podem ter mulheres? E quem é que decide isso?
... vou beber alguma coisa fortificante para ver se "isto" passa. Passa ou xuta, vai dar ao mesmo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.03.2019 às 23:40

Espere sentado. Ou até deitado. Jamais terá resposta.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 20.03.2019 às 10:40

Outra palavra que foi abastardada é "inquietação", que o francófilo Manoel de Oliveira resolveu substituir pela palavra francesa "inquietude", que não existe em português, no que foi imediatamente secundado pelos pedantes intelectuais nacionais.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.03.2019 às 23:39

Deixe lá o Manoel de Oliveira, que não se encontra entre nós. Tanto alvo vivo por aí: para quê escolher um morto?
Perfil Facebook

De Rão Arques a 20.03.2019 às 10:58

Os obsessivos ideólogos teimam em ignorar que sem diferenças de género não estávamos cá.
Sem imagem de perfil

De João Silva a 20.03.2019 às 12:53

"sem diferenças de género não estávamos cá." E diferenças que se reconheçam facilmente. Senão pode acontecer como ao Ronaldinho (futebolista brasileiro) que pensando que era mulher foi com um travesti. Descobriu já um bocadinho tarde. Vive la diference!!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.03.2019 às 23:40

Já o nosso Ronaldo nunca poderia ser conhecido por Ronaldinho. Mais fácil ser conhecido por Ronaldão.
Sem imagem de perfil

De João Espinho a 20.03.2019 às 13:48

Melhor que o teu elogio à homenagem, só mesmo os comentários que ele provocou.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.03.2019 às 14:29

Eheheh. Um abraço, João.
Sem imagem de perfil

De Cristina M. a 20.03.2019 às 22:40

obrigada, Pedro, por mais uma lembrança da poetisa maior na nossa língua :-)
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.03.2019 às 22:43

Obrigado eu, Cristina, por mais um comentário tão atento e tão amável.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 21.03.2019 às 08:35

O Pedro nunca pára quito. Antes em Castelo Branco, agora a Lagos....

Como é que estamos de escrita? Romance ou livro de viagens?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.03.2019 às 08:56

Escrita, todos os dias. De tudo um pouco.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D