Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pensamento da semana

por Teresa Ribeiro, em 13.05.17

O Facebook dá-nos uma experiência holística (cruza amigos do passado, amigos do presente e amigos desconhecidos, quem sabe do futuro) e mística, porque dá-nos palco, seguidores e um sentido para a vida. Não admira que se tenha tornado uma religião.

Este pensamento acompanhou o DELITO durante toda a semana.

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De isa a 08.05.2017 às 14:50

Começo a parecer do contra mas, associar o Facebook a uma experiência holística, depois de ter deixado um comentário esperançoso, no "Viver habitualmente" do Pedro Correia, este poste, quase me faz perder a fé no ser humano.

Um termo criado em 1926 em que o conceito de holismo é definido como "tendência da natureza de usar a evolução criativa para formar um "todo" que é maior do que a soma das suas partes", misturar natureza com algo tecnológico que está a tentar "moldar" o ser humano, afastando-o cada vez mais do que é natural e da sua própria natureza, para não falar da última tendência de troll´s, munidos com o novo "cardápio" do politicamente correcto, a fase 2, de extermínio da liberdade de expressão que, com a ajuda de nova legislação europeia, comprova o interesse em manipular, até aquilo que se pensa... digamos que, se for considerada uma religião, talvez seja a praticada pela elite internacional (Luciferian religion)

"For our struggle is not against flesh and blood, but against the rulers, against the authorities, against the powers of this dark world and against the spiritual forces of evil in the heavenly realms." - Ephesians 6:12 - Bible, New International Version
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 08.05.2017 às 16:04

"Este post quase me faz perder a fé no ser humano" - sério?! Cruzes credo!

Eu explico em que sentido aplico o termo "holístico": através do convívio com pessoas que foram das nossas relações em tempos diferentes e demarcados da nossa vida temos acesso ao nosso universo pessoal de relações como nunca antes. Isso dá-nos de uma curiosa visão a 360º do que fomos/somos.
Sem imagem de perfil

De isa a 08.05.2017 às 21:53

Conforme uma lista cronológica de pessoas, conseguimos ter uma visão a 360º do que fomos/somos?
Confesso que essa do "universo pessoal de relações dar uma visão a 360º do que fomos/somos"... tive quase um "dèjá vue" de outro Pensamento da Semana, de que nos podemos avaliar por esse "universo de relações"... talvez outra má interpretação minha, no entanto, nesse poste, também não consegui convencer o seu autor que acabou por tirar conclusões erradas

http://delitodeopiniao.blogs.sapo.pt/pensamento-da-semana-9207303

A minha confiança no Ser Humano, está precisamente em que, cada um, pode ser muito mais do que um produto, conforme as pessoas com as quais se cruza... aí, alguns, definitivamente, sempre poderiam arranjar uma boa desculpa para as suas acções
Mas a ideia do Facebook é mesmo essa, dar a sensação às pessoas que têm um "palco, seguidores e um sentido para a vida" e, aí, é que começam os verdadeiros problemas, até com as pessoas reais com quem convivem.
Sempre resisti ao Facebook e, se me chatearam o juízo por não aderir (até desistirem por cansaço ), agora, tenho que ouvir as queixas, as depressões, o ter que riscar uns amigos que nunca conheceram, comentários que não gostaram, tempo gasto pela "cara metade", troll´s, um sem fim de problemas, perfeitamente evitáveis.
A última... alguém me disse que não consegue tirar do smartphone, a app do Facebook e, alguns, ainda nem descobriram que não conseguem "morrer" para o Facebook... uma espécie de casamento eterno... e à força para toda a Eternidade
Para alguns, é quase como um emprego, não remunerado, não faltam as últimas fotos, das viagens, dos filhos, do gato e do cão, nada como serem as próprias pessoas, a acabar com a Privacidade, na verdade, se vir bem, a maioria já nem se importa de estar em direto... do WC...
Se pensa que é por acaso esta "engenharia social"... tanta coisa que as pessoas pensam ter sido elas que escolheram.

"Social engineering is a discipline in social science that refers to efforts to influence particular attitudes and social behaviors on a large scale, whether by governments, media or private groups in order to produce desired characteristics in a target population. Social engineers use the scientific method to analyze and understand social systems in order to design the appropriate methods to achieve the desired results in the human subjects."
"Social engineering continues to be effective because it relies on how the human mind works.

Se ainda, nem todos perceberam o futuro que os aguarda, pistas não faltam mas, em vez de ler e pesquisar informação, quase ilimitada, não lhes pode faltar o tempo para duas vidas, uma real e outra virtual.

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D