Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pensamento da Semana

por Alexandre Guerra, em 01.07.18

Uns glorificam-se, outros choram e lamentam-se e há aqueles que se posicionam, depois de um deplorável e degradante processo, onde ninguém esteve bem. Dos defensores do "status quo" estilo norte-coreano aos "challengers" que cobardemente nunca verdadeiramente o são, passando pelos intelectuais e "notáveis" que tiveram uma espécie de revelação e mudaram de agulhas, tudo foi muito mau. Os dementes chamam-lhe "golpe", já aqueles que estão inebriados pela ilusória vitória, chamam-lhe "democracia". A verdade é que pouco importa o lado do lamaçal, é tudo gente sem elevação e verticalidade, cidadãos pouco recomendáveis. O que se leu, o que se viu e o que se ouviu, sobretudo daquelas pessoas que se têm em conta como seres esclarecidos e sábios (e algumas com responsabilidades na sociedade), é revelador de como as nossas pseudo elites rapidamente embarcam na sua própria vaidade em direcção ao disparate. A contribuir para este espectáculo de cabaret esteve a comunicação social, com o seu jornalismo e comentário de sarjeta. Dizem que as elites acabam por ser um reflexo do povo. Mas será mesmo assim? Curiosamente, quando se convive com o cidadão comum, aquele que todos os dias apanha o comboio às oito da manhã no Cacém para entrar ao serviço, fica-se com a sensação de que uma grande maioria do povo se esteve literalmente a marimbar para uma querela intestina, estilo bizantino, entre Alvalade, as redacções e os "índios" das redes sociais. Deixa-se à reflexão...

 

Este pensamento acompanhou o DELITO durante toda a semana


13 comentários

Perfil Facebook

De Rão Arques a 25.06.2018 às 08:12

Gostei e aplaudo a reflexão.
A propósito da avaliação que faz lembrei-me de citar isto, "Só os peixes mortos vão a favor da corrente", e veio-me à memória de 22 Junho 2017 esta bárbara tirada:
O presidente dos bomboeiros numa primeira abordagem á estrada da morte deu a entender que "as pessoas não utilizaram o normal senso e ao avançar nem imaginaram a armadilha em que se metiam".
Depois disto não há Santo Marta que me valha.
Façam um favor, em primeiro lugar ao Sprting e depois a Bruno de Carvalho.
Principalmente os sportinguistas desliguem da novela e deixem o homem, mesmo dando o dito por não dito, sendo que nomeadamente sobre a anunciada impugnação da assembleia é elementar que se aguarde pelos termos da respetiva fundamentação.
Que vá somando derrotas e se for caso disso que volte a perder de novo.
O que não se lhe pode negar é o exercício dos seus inalienáveis direitos.
Ás vezes até parece que se de um lado chove do outro faz vento, com situações de novas e instantâneas captações de cargos de duvidosa legitimidade.
É vê-los sentarem-se à pressa.
Parece evidente que Bruno de Carvalho sendo um homem perturbado, tem agarrada a si muita gente que lhe tem batido a não querer deixa-lo sózinho nas acrobacias em larga rede para duvidosos exercicios, com saidas de embaraçosos saltos mortais para rasteiro tapete.
Sem imagem de perfil

De O Gajo a 25.06.2018 às 08:58

Para o golpe o povo treina-se no carro e não no comboio.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 25.06.2018 às 09:13

De que está o Alexandre a falar?
Perfil Facebook

De Rão Arques a 25.06.2018 às 10:10

Não arranja quem lhe empreste o desenho?
Imagem de perfil

De Sarin a 25.06.2018 às 14:24

Há uns que analisam a situação com os olhos do sectarismo, outros do clubismo.
Outros, ainda, com os olhos da cidadania.
A maioria, como em quase tudo:

https://g.co/kgs/yS6ory
Sem imagem de perfil

De Vento a 25.06.2018 às 21:34

Na 2ª. circular tornou-se comum o congestionamento de tráfego.
Eu aceito a evidência: golpe democrático em andamento lento. E como é democrático, qualquer golpe é válido.
Ainda hão-de ver quotas a fazerem parte dos estatutos redigidos pelas mãos dos cotas.
Como sou um democrata, mas não democrático, gostaria de ver o Rei a governar. Por favor, podem alterar a constituição democrática?
Sem imagem de perfil

De O Gajo a 26.06.2018 às 00:01

Pelo castigo maior dos outros suportamos melhor a nossa própria frustração. Daí a simpatia para com a tendência tirânica de Bruno.
Imagem de perfil

De Sarin a 26.06.2018 às 23:41



É o que se chama dizer cobras e lagartos...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.06.2018 às 21:55

"Dizem que as elites acabam por ser um reflexo do povo."

Elites?
O que é isso?!

João de Brito
Sem imagem de perfil

De O Gajo a 27.06.2018 às 00:26

https://www.google.pt/search?client=ms-android-orange-pt&biw=360&bih=295&tbm=isch&sa=1&ei=dMsyW7mCJsvbgAbn-aWwCg&q=pinterest+social+pyramid+comedia&oq=pinterest+social+pyramid+comedia&gs_l=mobile-gws-wiz-img.3...8048.14367..15049...3....128.1576.9j7......0....1.........41j30i10.GomFvb%2Bgx9g%3D#imgrc=L4qZ8ctWurDGnM:
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.06.2018 às 11:33

Nunca se deve misturar sequer, mesmo só em comparações, as elites com o povo...
Não se deve comparar sequer!
Regra geral, o povo é que trabalha honradamente e sustenta as elites que quase sempre são gente baixa ,gente rasteira,traiçoeira, mas que usa luvas brancas...
Sem imagem de perfil

De jo a 29.06.2018 às 11:23

" Dizem que as elites acabam por ser um reflexo do povo."
Elites?
Só esses próprios se acham elites.
Para que povo estes são os seus melhores?
Só se o povo que está a falar são os energúmenos que bateram nos jogadores.
Sem imagem de perfil

De Bea a 30.06.2018 às 10:52

Não é regra, mas muita vez acontece o povo compreender e destrinçar o que vale do que não vale a pena comentar.
às oito da manhã no Cacém. Ora, ora. E às sete. E às seis. Pelos Cacéns de Portugal e arredores.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D