Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tenho andado a preparar-me mentalmente para resistir aos disparates e alarvidades que vou ler e ouvir nos próximos dias sobre as eleições legislativas húngaras, que se realizam no domingo. Para que se preserve a minha sanidade mental, peço a todos os que quiserem escrever sobre o assunto que, por favor, não tratem o senhor George Soros por milionário filantropo e benemérito, mas por aquilo que ele é, financeiro e especulador. Peço por favor que não considerem o Jobbik como mais um partido democrático, mas que o definam como partido de extrema-direita, anti-semita e anti-cigano. Peço por favor a todos os que quiserem escrever sobre este assunto que não considerem o MSzP como um simples partido socialista, mas como o herdeiro do antigo partido único e actualmente baluarte do pós-comunismo. Peço também a todos os analistas que admitam por um instante os bons resultados económicos do governo do Fidesz, o carácter liberal da economia, o desemprego mínimo e a situação muito razoável da classe média. E, por favor, não escrevam que as fronteiras estão seladas, pois no ano passado, mais de três mil migrantes pediram asilo, dos quais mil conseguiram estatuto de refugiado. Considerem por um instante que a explicação para a vitória mais que provável do governo se deverá não à falta de democracia, mas à falta de oposição credível. Grande parte da crise política está nos socialistas, que não se livram do código genético da era comunista e que chegam a admitir aliar-se ao Jobbik para governar (a geringonça ao quadrado). Admitam por um segundo que o PM Viktor Orbán é um excelente orador e político carismático, genuinamente popular, que conquistou a direita e o centro eleitoral: provavelmente, só quando o seu partido se dividir em dois haverá verdadeira oposição e acredito que isso possa acontecer nos próximos quatro anos. Por favor, não repitam a asneira do governo ser anti-europeu ou de não haver instituições e liberdade de imprensa. Não insistam na lenda absurda de Orbán ser pró-Putin e rejeitem as interpretações parvas que comparam a Hungria com o regime turco ou com a Rússia. Tentem compreender a amizade da Hungria com a Polónia, que é um velho assunto, e procurem entender que são antigas muitas das coisas que ali se passam.      


16 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.04.2018 às 17:39

Uma nova e revigorada perspectiva.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 04.04.2018 às 18:41

não tratem o senhor George Soros por milionário filantropo e benemérito, mas por aquilo que ele é, financeiro e especulador

Ele é financeiro, especulador, milionário, e também filantropo e benemérito. É todas essas coisas.

Na história americana há muitos indivíduos que tanto foram exploradores gananciosos como filantropos beneméritos. O senhor Soros nada tem de anormal.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 04.04.2018 às 18:43

não escrevam que as fronteiras estão seladas, pois no ano passado, mais de três mil migrantes pediram asilo

Uma coisa não contradiz a outra: as fronteiras podem estar seladas mas alguns estrangeiros que já tenham a sorte de estar dentro delas pedirem asilo.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 04.04.2018 às 18:54

Sobre Orban:

1)Last month, the Hungarian prime minister praised Miklos Horthy, the nationalist leader who colluded during the second world war in the dispatch to Nazi death camps of Hungarian Jews. He counted Horthy among the country’s “exceptional statesmen” .

Sobre Horty:
Vejam-se as suas leis antijudaicas e a deportação de judeus húngaros.

2)Mr Orban is careless of such distinctions. Last year he led an Islamophobic backlash against the refugees, saying they would steal the jobs of Hungarians and infiltrate terrorists - parecem -me claramente declarações xenófobas (refugiados =terroristas =açabarcadores)

3)We want a safe, fair, Christian and free Europe. We should never underestimate the power of the Dark side - leia-se : Não Brancos

Artigo 2.
The Union is founded on the values of respect for human dignity, freedom, democracy, equality, the rule of law and respect for human rights, including the rights of persons belonging to minorities. These values are common to the Member States in a society in which pluralism, non-discrimination, tolerance, justice, solidarity and equality between women and men prevail.


" por favor, não tratem o senhor George Soros por milionário filantropo e benemérito, mas por aquilo que ele é, financeiro e especulador"

Sobre Soros :

Soros é o segundo maior filantropo dos Estados Unidos, logo a seguir ao fundador da Microsoft Bill Gates.

Fica a pergunta :

E Champalimaud foi o quê na
privatização e venda do Totta?

É por isso que nos deve desmerecer a sua Fundação ?

É virtuoso aquele que pensa ou que age virtuosamente?

Champalimaud, tal como Soros , poderia aplicar o dinheiro noutros lados, como a maioria dos milionários lusos faz - Em Fundações de fachada sem qualquer relevância social, ou apenas com um papel assistencialista- como a Popota, da SONAE. A Fundação do Banco Montepio , da EDP, Gramaxo....e por aí fora.

Já agora é proibido ganhar fortunas em Bolsa/Mercado? É assim que funciona o mercado livre de capitais.
Imagem de perfil

De Luís Naves a 05.04.2018 às 12:28

Uma coisa é certa, os húngaros escrevem muito bem em inglês
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 05.04.2018 às 13:45

Ainda tentei escrever em magiar mas , dava- me um trabalho dos diabos!
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 04.04.2018 às 19:21

According to Economic Minister Mihaly Varga, Hungary is facing an urgent labor shortage, with about 50,000 empty jobs that need to be filled.

And state officials are happy to welcome foreign workers to fill those roles — with only one small caveat: They should have a similar “cultural and historical” background to Hungarians.

Portanto só os aceitam se forem brancos e o IEFP, lá do sítio , der luz verde. É isto a definição de refúgio e de refugiado? As crianças/velhos ,não tendo idade para trabalhar, imagino, que as descartem automaticamente.

Sendo eu loiro , de olhos azuis e pagão, imagino que, se meio mundo seguisse a lógica dos húngaros , estava tramado.



Sem imagem de perfil

De JSP a 04.04.2018 às 19:32

Reconfortante e motivador ler alguém que sabe ( domina ) a matéria sobre a qual se pronuncia.
Aceite os cumprimentos, e agradecimentos , de um tipo que venera Budapeste.
Sem imagem de perfil

De Mário Gonçalves a 04.04.2018 às 20:17

Muito bem dito. É mesmo isto que nenhum comentador de TJ sabe dizer.
Sem imagem de perfil

De JgMenos a 04.04.2018 às 20:21

Tudo muito 'incorrecto'!
Veremos o que por aí vem.
Sem imagem de perfil

De Lucklucky a 04.04.2018 às 23:06

A sua sanidade está em risco, pois não serve a narrativa do Jornalismo Marxista.
Onde a missão principal é o que censurar.
Por outras palavras fake news - fake news lembre-se foi mais uma narrativa que tentaram lançar mas que se voltou contra.

Alguém perguntou ao PAN sobre a activista atiradora contra o Youtube?

Interessante como em alguns casos o acto de uma pessoa serve para atacar toda uma ideia e em outros casos não...
Se o PAN se tivesse feito difícil já teria jornalistas à porta a fazerem-lhes "perguntas".

E quem citou um estudo feito pelo CDC a pedido da administração Obama sobre autodefesa?
https://www.cnsnews.com/news/article/cdc-study-use-firearms-self-defense-important-crime-deterrent

Sem imagem de perfil

De Octávio dos Santos a 05.04.2018 às 11:13

Sim, George Soros é «financeiro e especulador». Mas também é apoiante activo (com muitos, muitos milhões de dólares) de várias instituições e iniciativas de (extrema) esquerda (principalmente nos EUA, mas não só), e criminoso de guerra nazi.
Imagem de perfil

De Luís Naves a 05.04.2018 às 12:32

Criminoso de guerra nazi não é de certeza absoluta. George Soros é judeu e esteve escondido durante a guerra. Na altura, Soros era um adolescente e, se não tivesse sido protegido, teria provavelmente sido vítima do Holocausto. Saiu da Hungria em 1956, já adulto.
Sem imagem de perfil

De Octávio dos Santos a 05.04.2018 às 13:06

«Não é de certeza absoluta»? Por ser judeu?

Olhe que não, olhe que não... ;-) :

https://www.youtube.com/watch?v=W8Id0-Lsyr0
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 05.04.2018 às 16:54

Soros tinha 14 anos. E mentiu sobre a sua origem judaica para sobreviver. Não teve parte activa no Genocídio

O meu avô pertenceu à Legião e fê-lo por obrigação e não por vontade própria (Capitão de Infantaria, com 2filhos e mulher empregada no Estado).

E o Octávio, ou quaisquer um de nós, até onde iríamos para continuarmos vivos, sobretudo quando ainda crianças ?
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 05.04.2018 às 17:51

George Soros saiu da Hungria (para estudar em Inglaterra), não em 1956 mas sim em 1947, com 17 anos de idade, ainda adolescente portanto e não adulto. É o que está na wikipedia.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D