Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pago jornal, levo propaganda

por Pedro Correia, em 25.04.19

thumbnail_20190425_092315-1.jpg

 

Compro um exemplar do jornal espanhol El País, que com a actual directora regressou aos tempos de colagem despudorada ao Partido Socialista, e salta-me lá de dentro um panfleto eleitoral com esta carantonha que parece de um foragido de Alcatraz.

Pego na coisa com a repugnância de quem se sente servido por gato a preço de lebre e questiono-me se é isto que querem aqueles que em Portugal reivindicam a todo o tempo que a imprensa "assuma" preferências partidárias. Lamento contrariá-los, mas prefiro o modelo português. Detesto que na compra de um jornal me ofereçam propaganda partidária em jeito de brinde. E só abriria uma excepção a esta inabalável regra se no panfleto eleitoral do PSOE me surgisse a inspiradora imagem que se segue.

 

58.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


56 comentários

Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 25.04.2019 às 12:27

Bom, bom era quando o El País se colava despudoradamente ao discurso de Rajoy na questão da secessão catalã. Eram os russos, diziam....

https://elpais.com/politica/2017/09/22/actualidad/1506101626_670033.html#?ref=rss&format=simple&link=guid
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.04.2019 às 14:50

Bom, bom, é agora, quando compramos um exemplar do 'El País' e nos surge lá dentro um panfleto eleitoral do PSOE a três dias das legislativas.
Um admirável exemplo de isenção.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 26.04.2019 às 09:29

Não se trata de falta de isenção (creio). Trata-se de publicidade paga.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.04.2019 às 15:22

Os jornais não deveriam permitir publicidade partidária, pois a comunicação social serve, como o Parlamento, para a fiscalização fo Poder Politico(4'Poder)

Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 25.04.2019 às 12:46

Estou em "modo chato"


Aportando todavía más pruebas de su patético y verdaderamente vergonzoso descenso de gran periódico liberal a diario corporativo sin vergüenza, dominado por un discurso atlantista sin base, El País ha sugerido recientemente que detrás del impulso por el referéndum independentista en Cataluña podría encontrarse la diabólica mano de Putin", escribe Harrington (Professor Catedático de Estudos Hispânicos da Universidade Trinity de Hartford, Connectitut)

Manipulação de fatos, ausência de pluralidade, registros de censura e mal planejamento da produção jornalística na TV pública da Espanha. Esta é a síntese documento que detalha 23 exemplos que marca a cobertura tendenciosa do conflito independentista na região da Catalunha.

A análise, divulgada na última semana de outubro, foi elaborada pelo Conselho de Informativos da Corporação de Rádio e Televisão Espanhola – RTVE, tomando por base o mês em que ocorreu um plebiscito (01/10/2017) que contou com cerca de 2,3 milhões de pessoas — 90% dos quais favoráveis ao independentismo — e foi praticamente ignorado pela reportagem e programas da emissora pública. O documento alerta para a gravidade da “renúncia da TV Espanhola em ser o referente informativo de uma jornada histórica, em um momento crítico e de inquestionável interesse jornalísticos”, destaca.

http://observatoriodaimprensa.com.br/conjuntura-mundial/manipulacao-da-tv-publica-espanhola-na-cobertura-sobre-catalunha/
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.04.2019 às 14:51

"Manipulação de fatos"?
Deve ser um bom alfaiate, esse manipulador de fatos.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 25.04.2019 às 15:26



Agora a sério, o Pedro tem um sentido de humor do camandro....
Sem imagem de perfil

De alexandra g. a 25.04.2019 às 12:50

Santa paciência, Pedro, mas o homem até tem um certo charme, em maroto
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.04.2019 às 14:38

Eheh. Para a próxima cedo-te o meu exemplar, Alexandra.
Sem imagem de perfil

De alexandra g. a 25.04.2019 às 14:41

Thanks, but no, thanks, Pedro :P.
Até ver, sou eu quem escolhe os seus charmosos, em maroto/não maroto :)
Sem imagem de perfil

De alexandra g. a 25.04.2019 às 14:52

Ná, demasiado betinho. Enganaram-se no sobrenome, ou foi adoptado
Sem imagem de perfil

De António a 25.04.2019 às 13:10

A colagem da imprensa portuguesa aos partidos é apenas mais dissimulada, e não sei se é um sistema melhor. De qualquer forma, a imprensa assim deixa de ser o quarto poder.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.04.2019 às 14:40

Nunca me aconteceu, comprar um jornal português e sair-me um folheto de propaganda eleitoral.
Sei que faz parte dos costume pátrios o ritual da autoflagelação. Mas, caramba, devemos sentir alguma superioridade nisto.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 25.04.2019 às 15:37

Pedro, lembra-se das primeiras páginas do Expresso, há uns meses atrás, como tão bem destacou? ("A colagem da imprensa portuguesa aos partidos é apenas mais dissimulada")

Pedro, tendo/sendo jornalista até que ponto a isenção de um órgão de comunicação social/ jornalista pode ser prejudicial, nomeadamente no acesso às fontes governamentais, ou no acesso a anunciantes/ investidores?

Dan Rather (CBS): 'If we journalists had done our job, perhaps we would not have gone to war.'

https://youtu.be/S0W699C7nfw
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.04.2019 às 15:46

Lembro-me das primeiras páginas todas. Mas, lamento contrariá-lo, nunca vi nada disto na imprensa portuguesa.
Seguramente haverá neste preciso instante muitos profissionais do 'El País' a corar de vergonha.
Sem imagem de perfil

De António a 25.04.2019 às 21:39

Há muito tempo que não me acontece comprar um jornal português. A última publicação em papel a entrar cá em casa era sobre cinema. Vou sabendo as notícias online, pela rádio, por jornais que alguns colegas compram, e pelo DO. E talvez tenha culpas pelo estado da imprensa, quando os jornais vendiam e davam lucro podiam dar-se ao luxo de serem independentes. Pessoalmente acho que me desinteressei quando me começaram a vender mais opiniões que factos. O velho “quem, como, quando, onde e porquê” foi sendo substituído pelo “acho que”. Isso faço eu em casa, “achar que”, não preciso que me sirvam os factos já cozinhados.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.04.2019 às 21:48

Meu caro, o "acho que" - ou seja, o achismo - transformou-se numa praga nacional.
E o problema não é só nos jornais: é também na rádio e sobretudo na TV. Os palpiteiros estão a roubar cada vez mais lugar aos jornalistas. Comentadores dão "notícias" em primeira mão, na política e no futebol, conforme lhes dá jeito. Com os jornalistas cada vez mais longe dos holofotes.
E a Comissão da Carteira Profissional dos Jornalistas, tão zelosa dos seus pergaminhos, assobiando para o ar, fingindo não ver nada disto.
Sem imagem de perfil

De Anonimus a 26.04.2019 às 13:33

A Comissão está mais preocupada com a carteira.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 26.04.2019 às 09:31

Nunca me aconteceu, comprar um jornal português e sair-me um folheto de propaganda eleitoral.

Mas saem-lhe com frequência folhetos de propaganda comercial.

Se saem comerciais, por que não hão de sair eleitorais?

Em Portugal não saem porque é proibido por lei. Somente isso.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.04.2019 às 13:12

El Falconetti, El Okupa, El del colchón, El doctor cum fraude, etc.

A praga "democrática" da Europa do Sul...


JSP
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.04.2019 às 14:44

Fujo a sete pés da propaganda eleitoral portuguesa e tenho de levar com a propaganda eleitoral espanhola quando compro um jornal que se presume "isento"?
Vade retro...
Imagem de perfil

De jpt a 25.04.2019 às 13:36

sejam lá que forem estes nuestros hermanos, neste caso concordo completamente contigo
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.04.2019 às 14:42

Quando ouvir a expressão "diário de referência" aplicada a este periódico, levarão com este texto.
Fiz bem em apanhar o folheto, que caiu ao chão vindo lá das entranhas do jornal.
Imagem de perfil

De jpt a 25.04.2019 às 18:52

Bem, aqui entre nós, que ninguém nos lê, eu referia-me mesmo à tua preferência pela senhora ("nuestra hermana") abaixo. Um folheto com ela não me ofenderia ..., razões estéticas, pronto.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.04.2019 às 19:17

Ah, sintonia total. Quase apetece soltar um viva ao iberismo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.04.2019 às 14:35

" E só abriria uma excepção a esta inabalável regra se no panfleto eleitoral do PSOE me surgisse a inspiradora imagem que se segue." Apoiado, neste borrachinho eu votava sem hesitações.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.04.2019 às 14:45

Cuidado, camarada, com a linguagem "falocêntrica".
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.04.2019 às 18:41

"Cuidado, camarada, com a linguagem "falocêntrica"."
Não tenho quaisquer complexos, tenho mesmo falo. E não hesito em me comportar de acordo com os instrumentos com que a natureza me dotou. Nós, os portadores de falo, não temos que nos auto flagelar.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.04.2019 às 19:12

Prepare-se para enfrentar as brigadas patrulheiras. Elas andam aí.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.04.2019 às 14:59

Caríssimo, creio que lhe falhou a "Lola Trifálica".
Ao lado desse pássaro bisnau, a Adriana torna-se uma pessoa estimável...


JSP
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.04.2019 às 15:03

Essa dama ainda não me foi apresentada. Talvez quando voltar a comprar um exemplar do 'El País'.
Sem imagem de perfil

De V. a 25.04.2019 às 15:16

E eu que moro em S. Jorge de Arroios levo com propaganda da gaja gorda a dizer que o PS é que está a fazer os "passes" baratos.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.04.2019 às 15:30

Isso vem dentro de que jornal? O Borda d'Água?
Sem imagem de perfil

De V. a 27.04.2019 às 00:42

Mailing directo — na caixa do correio juntamente com a conta da EPAL
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.04.2019 às 16:09

Tem razão no postal. Mas hoje o vizinho Malomil,que os deuses guardem,comemora por interposto :
http://malomil.blogspot.com/2019/04/o-meu-25-de-abril.html

Acaba bem,não esmorecer. Aquilo da foto era para esse tal del pays.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.04.2019 às 17:36

Eheh. Bela crónica do Pacheco. As revoluções devem fazer muita sede - é uma das conclusões a que chego depois de a ler.

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D