Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os comunocapitalistas

por Pedro Correia, em 06.12.18

O PCP continua sempre ao lado dos hipercapitalistas chineses, membros do Partido Comunista lá do sítio. Mesmo quando ordenam o fecho total do luxuoso Ritz só para se instalarem - algo inédito nos 70 anos de história deste hotel, fundado durante o consulado de Salazar. Só nisto, a factura ascendeu a dois milhões de euros. Para eles são trocos.

Imagine-se só como reagiria o PCP se Donald Trump, Angela Merkel ou Emmanuel Macron procedessem assim numa visita a Lisboa.

Autoria e outros dados (tags, etc)


32 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 06.12.2018 às 09:13

O PCP não se pôs ao lado dos chineses. No seu comunicado o PCP é bem explícito a dizer que deseja melhor cooperação com a China tal como com "todos os outros povos do mundo". No seu comunicado o PCP não tece qualquer comentário sobre o regime chinês nem sobre gostar ou não gostar dele.
O negócio entre o Estado chinês e o hotel Ritz terá sido, presumo eu, voluntário de ambas as partes. Se o Ritz aceitou estar em exclusivo para os seus hóspedes chineses, é lá com ele. Ninguém tem nada que criticar. Se o Estado chinês tem dois milhões de euros para gastar desta forma, também é lá com ele.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 06.12.2018 às 11:11

Substitua lá a palavra China com os EUA...


"O negócio entre o Estado chinês e o hotel Ritz terá sido, presumo eu, voluntário de ambas as partes. Se o Ritz aceitou estar em exclusivo para os seus hóspedes chineses, é lá com ele. Ninguém tem nada que criticar."

Não sabia que era essa a sua moral ou a do PCP: Voluntarismo
https://en.wikipedia.org/wiki/Voluntaryism

Fiquei hoje a saber que o PCP vai abandonar o falsamente chamado "salário mínimo" que nada tem de voluntário, o emprego para toda vida, etc etc.



Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 06.12.2018 às 11:45

Eu não sou nem nunca fui nem pretendo ser do PCP. Nem eu represento as posições do PCP, nem o PCP representa as minhas posições.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.12.2018 às 14:58

Que faria se fosse do PCP...
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 06.12.2018 às 19:51

Então quem é que defende um partido que tem sempre opinião sobre o dinheiro dos outros?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.12.2018 às 23:43

Ele "acorre" sempre em defesa dos socialistas e dos comunistas. Diz-se liberal mas é só para despistar.
Imagem de perfil

De Pedro Vorph a 07.12.2018 às 09:04

Todos os que defendem impostos sobre o rendimento
Sem imagem de perfil

De André Miguel a 06.12.2018 às 13:14

"Se o Ritz aceitou estar em exclusivo para os seus hóspedes chineses, é lá com ele. Ninguém tem nada que criticar."

O LV acaba de refutar todas as suas criticas passadas ao capitalismo, à livre iniciativa e às escolhas voluntárias entre indivíduos.

Acordou para a vida ou isto é apenas mais uma tirada só para ser do contra (como sempre)?
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 06.12.2018 às 14:57

Cite-me lá por favor essas minhas supostas criticas passadas ao capitalismo, à livre iniciativa e às escolhas voluntárias entre indivíduos para eu ver se elas contradizem o que agora escrevi. É que não me recordo de ter caído em tal contradição...
Sem imagem de perfil

De André Miguel a 07.12.2018 às 07:48

Sempre que defende o socialismo e o comunismo está a atacar o capitalismo e a livre iniciativa. Não foram poucas vezes.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.12.2018 às 15:00

O Lavoura é um "liberal" sui generis.
Mais socialista do que os socialistas.
E filo-comunista, quando a sineta soa. Como foi agora o caso em que correu na defesa do PCP.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 06.12.2018 às 15:07

Um filo-comunista é um indivíduo amigo dos comunistas. Isso eu não sou, pode ter a certeza.
Mas não tenho problemas em acorrer em defesa do PCP quando ele é injustamente atacado e caluniado, como no caso deste post.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.12.2018 às 15:28

Caluniado?
Você é mais papista que o Papa.
Nem o Jerónimo de Sousa diria isso.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 06.12.2018 às 19:44

"Mas não tenho problemas em acorrer em defesa do PCP quando ele é injustamente atacado e caluniado, como no caso deste post."

Então é injusto atacar quem critica o luxo só quando é dos outros?
Imagem de perfil

De jpt a 06.12.2018 às 10:14

Nem uma criticazita, eles que tão críticos são dos governos de outros povos com os quais há "paz e cooperação"
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.12.2018 às 14:57

De rastos perante a plutocracia chinesa. Com a foice bem escondida e o martelo bem enterrado. Não vá isso ofender as susceptibilidades da nova classe dirigente chinesa, actual modelo do PCP.
Perfil Facebook

De Rão Arques a 06.12.2018 às 11:16

Nós/eles é mais Afro-Asiáticos à maneira.
Imagem de perfil

De João Pedro Pimenta a 06.12.2018 às 16:28

A propósito de comparações com estadistas de outras potências, não é a primeira vez que Portugal recebe a visita de um presidente chinês. Hu Jintao veio em Novembro de 2010. Manifestaram-se meia dúzia de tibetanos, prudentemente afastados pela polícia (desta vez foram os próprios seguranças chineses a fazê-lo).
Dias depois, iniciava-se a cimeira da NATO em Lisboa. Claro que aí já houve milhares de "activistas" e profissionais das manifs nas ruas, protestando sem parar contra, segundo eles, contra "os poderosos do mundo". Curiosamente, o presidente chinês tinha sido considerado pouco tempo antes o homem mais poderoso do mundo, mas estranhamente os manifestantes não se lembraram de protestar na sua visita. Deviam estar a descansar para a cimeira da NATO.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.12.2018 às 17:01

As indignações selectivas são profundamente fatigantes, João Pedro.
Ainda me lembro da visita de Angela Merkel em Lisboa, em 2013: milhares saíram à rua, muitos com cartazes em que pintavam a chanceler alemã com bigode de Hitler, outros acenderam fogueiras dizendo que queriam vê-la arder.
Desta vez, com o ditador chinês, nem se ouviu sequer um sussurro a propósito do Tibete.
Os indignados profissionais devem andar muito cansados.
Sem imagem de perfil

De Ricardo Silva a 06.12.2018 às 16:32

Merkel e Macron jamais fariam algo do genero pois teriam que se justificar perante os seus cidadãos. Algo que este comunocapitalista jamais terá que fazer. Mas pior que o comunocapitalista, é quem se rebaixa perante o mesmo. E esses, como vimos, não são só do PCP. Antes fossem.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.12.2018 às 18:08

Tem toda a razão, quem lhes vendeu a REN e a EDP a mando de estados estrangeiros também se rebaixou, só mesmo no Portugal dos "liberais" (e de memória curta), até o delfim Montenegro, um "liberal" dos "nossos" veio defender a cooperação inclinada que temos com a China.
Tenham vergonha.

WW
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.12.2018 às 23:42

Um liberal defende a livre circulação de capitais. Não sei qual é o seu espanto.
Devia antes espantar-se com o governo grego, que é da esquerda radical e mesmo assim não hesitou em alienar à finança chinesa dois terços da sociedade estatal que exporta o Porto do Pireu. Com um contrato de privatização válido até 2052, a troco de 368,5 milhões de euros.
https://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/grecia_cede_a_china_67_do_porto_do_pireu_ate_2052

Lá, como cá, estavam a precisar de investimento estrangeiro como de pão para a boca. Tão "liberais" que são afinal os esquerdistas radicais do Syriza...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.12.2018 às 02:07

Ainda estou à espera dos resultados à investigação sobre os Panamá papers...
Investimento estrangeiro não , saque de certeza a mando de quem beneficia do nosso desastre. A EDP só não foi vendida aos alemães pois dava demasiado nas vistas .

WW
Imagem de perfil

De Pedro Vorph a 06.12.2018 às 17:20

Não foram vocês, meus grandes Sociais Democratas e Populares, que andaram de braço dado com os ditos comunistas, quando lhe venderam a REN e a EDP...
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 06.12.2018 às 19:57

Risível se não fosse trágico. Um país completamente descapitalizado não só financeiramente mas destruído moralmente pelo jornalismo Marxista claro que tem de vender os anéis. E mais se seguirá.

Metes lá o teu dinheiro na EDP? Não queres Estado Social?
Imagem de perfil

De Pedro Vorph a 07.12.2018 às 09:01

Vai tratar por tu a puta que te pariu. Falava não terem sido só os comunistas a ficarem calados e genuflectidos perante um país que não respeita os mais elementares Direitos Humanos e é o Dono Disto Tudo.

https://www.google.pt/amp/s/www.jornaldenegocios.pt/economia/mundo/amp/alemanha-compra-rede-electrica-para-evitar-entrada-de-empresa-chinesa

https://www.google.pt/amp/s/www.jornaldenegocios.pt/economia/mundo/amp/alemanha-bloqueia-compra-de-metalurgica-por-chineses
Imagem de perfil

De Pedro Vorph a 07.12.2018 às 09:15

Destruído pelo jornalismo marxista!!! Pensava que tivessem sido os Bancos e os negócios ruinosos do Estado os responsáveis pela desmotivação moral.

https://www.google.pt/amp/s/www.tsf.pt/economia/interior/amp/entrevista-estados-unidos-atentos-e-criticos-do-investimento-chines-em-portugal--9558166.html

Uma entidade estatal comprar uma parte de uma empresa é uma coisa, é um investimento". Agora, a "compra de uma empresa toda e com importância crítica nas infraestruturas" de um país "é diferente: é política", salientou George Glass.

Havia também uma boa e mais segura proposta alemã para a compra da EDP.

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.12.2018 às 19:55

Como diz o sociólogo Boaventura S. Santos:

" O dinheiro não tem cor ..."

Am
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.12.2018 às 23:35

O imperador Vespasiano dizia que o dinheiro não tem cheiro. Consta que andava constipado.
Imagem de perfil

De Sarin a 06.12.2018 às 22:52

Provavelmente como procederam quando Madonna fechou o parque de estacionamento?
Tem memória de o PCP (ou outro partido, já agora) ter criticado os gastos de comitivas de outros países? Confesso que eu não.


Basicamente, Pedro, o meu comentário pretende apontar que, de todas as falhas que o PCP comete quando enaltece o regime chinês sem lhe esventrar os defeitos, esta de não ter dito nada sobre o hotel é muito mal apontada.


E, repetindo WW e o Pedro Vorph, a subserviência notou-se no PCP mas também no CDS e no PSD de há dois governos atrás: Energia, Banca, Seguros.

Comentar post



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D