Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O que diz Vargas Llosa

por Pedro Correia, em 27.02.18

mw-860[1].jpg

 

Excelente entrevista de Mario Vargas Llosa à revista dominical do El País a propósito do seu mais recente livro, O Apelo da Tribo - ensaio sobre sete pensadores liberais: Adam Smith, Friedrich von Hayek, Isaiah Berlin, Jean-François Revel, José Ortega y Gasset, Karl Popper e Raymond Aron.

 

Alguns excertos:

«A democracia avançou e os direitos humanos passaram a ser reconhecidos fundamentalmente graças aos pensadores liberais.»

«O liberalismo não apenas admite mas estimula a divergência. Reconhece que uma sociedade está composta por seres humanos muito diferentes e que é importante preservá-la assim.»

«O nacionalismo é uma tendência retrógrada, arcaica, inimiga da democracia e da liberdade, e está sustentado em ficções históricas, em grandes mentiras, nisso a que agora chamamos pós-verdades históricas.»

«O liberalismo defende algumas ideias básicas: a liberdade, o individualismo, a rejeição do colectivismo e do nacionalismo; no fundo, de todas as ideologias ou doutrinas que limitam ou interditam a liberdade na vida social.»

«Ninguém medianamente lúcido quer para o seu país um modelo como o da Coreia do Norte, ou o de Cuba, ou o da Venezuela: o marxismo já é marginal na vida política, ao contrário do populismo, que ameaça corromper as democracias por dentro, é muito mais sinuoso do que uma ideologia.»

«A correcção política é inimiga da liberdade porque rejeita a honestidade e a autenticidade. Devemos combatê-la como um desvio da verdade.»

«Andamos sobrecarregados por uma tecnologia que se colocou ao serviço da mentira, da pós-verdade, e que pode chegar a ser, se não combatermos este fenómeno, profundamente destruidora e corruptora da civilização, do progresso, da verdadeira democracia.»


39 comentários

Sem imagem de perfil

De Vlad a 28.02.2018 às 13:19

Obrigado.

Não existe Verdade. Existem interpretações da Realidade. E sendo a realidade interpretada ela é subjectiva e pessoal.

Sem imagem de perfil

De Justiniano a 28.02.2018 às 15:24

Vlad, calma!! Existem manifestações do real que são peremptórias! São, sem dúvida, a verdade sobre que poderemos edificar todas as interpretações que adiram ao real. Qualquer interpretação que se subverta à verdade será um embuste fantasioso sem qualquer valor estético!!
Logo, nem todas as interpretações da realidade são reais ou verdadeiras!!
Consequentemente, a verdade existe!!
Sem imagem de perfil

De Vlad a 28.02.2018 às 18:35

A Realidade depende do Sentido e dos sentidos. A realidade da Vida é para o químico uma. Para o físico outra. Para o biólogo outra. Para o trolha ainda outra.

Existe é uma realidade humana contida numa outra realidade. A existência depende da percepção. Assim a realidade de um morcego é uma. De um golfinho outra. De um super-humanno dotado de extra sentidos outra ainda.

Vivemos em 4 dimensões (tempo como medida também ). Vemos em 3 dimensões. Mas a matemática fala de haver 11 dimensões possíveis.

Onde está a verdadeira Realidade?

E sobre a realidade absoluta da moralidade ou do sentido escatológico é melhor nem falar
Sem imagem de perfil

De Alexandre Policarpo a 28.02.2018 às 17:22

"A Verdade a que temos direito", slogan inventado pelo Ary dos Santos e muito em voga numa certa época pós 25/4/74, também era uma interpretação da Realidade, que entre outras coisas considerava o regime fascista/estalinista da ex URSS o "sol na terra" e que negava a existência dos Gulags, p. ex. Curiosamente e apesar de estarmos em pleno sec XXI, ainda há quem continue a interpretar a realidade de acordo com essas "verdades", pelo menos 25% da população portuguesa.
Imagem de perfil

De Pedro a 28.02.2018 às 17:45

Isso é muito antigo! Cheira a mofo!
A verdade hoje é outra. Outro também o altar. Contudo as vitimas,essas, continuam as mesmas de sempre
Sem imagem de perfil

De Alexandre Policarpo a 28.02.2018 às 19:04

Pois cheira a mofo, mas eles lá estão no governo. Caso único no Ocidente Liberal.
Imagem de perfil

De Pedro a 28.02.2018 às 21:16

Quanto maior o espectro de opções politicas melhor. Julgo que fazem falta, em Portugal, mais opções. Gostava de ter Partidos portugueses Liberais, Libertários, Religiosos, Fascistas, Nacionalistas, Anarquistas, Místicos....Tântricos...Naturalistas.....
Sem imagem de perfil

De Alexandre Policarpo a 01.03.2018 às 01:23

Isso não são própriamente opções politicas, é mais um álbergue espanhol.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D