Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O momento zen de Ferreira Leite

por Pedro Correia, em 10.02.17

1. Comentário de ontem de Manuela Ferreira Leite na TVI 24:

«Ainda não percebi se querem, desculpem a expressão, dar cabo da Caixa de vez ou se não estão interessados em colaborar na recuperação da Caixa Geral de Depósitos. Cada um dos cenários é absolutamente inaceitável. É absolutamente inaceitável, porque estamos a discutir tricas. Eu quero cá saber o que foram os emails trocados entre o ministro das Finanças e o presidente da Caixa, que já não é presidente da Caixa, porque se ainda fosse talvez ainda percebesse que houvesse algum interesse em esclarecer quem era a pessoa que estava à frente da Caixa. Mas o senhor já se foi embora, ele já desapareceu da circulação da Caixa, nós já não temos nada a ver com ele, já temos outra administração nomeada e em funções.»

 

2. Editoriais da imprensa de hoje:

«Do penoso caminho que culminou com a ejecção de António Domingues sai um responsável pelas Finanças enfraquecido e desacreditado, apesar da defesa intransigente de António Costa e dos "até ver" de Marcelo Rebelo de Sousa. Uma pasta tão importante para a credibilidade de Portugal não se compadece com a descoberta de ‘pós-verdades’ que vêm provar que agir dentro da Caixa pode ser perigoso quando se pensa fora dela.»

Leonardo Ralha, Correio da Manhã

«O momento em que Mário Centeno não mente é em 25 de Outubro passado, quando assume com uma clareza infinita que os gestores da CGD não terão que entregar declarações de rendimentos. Isso está escrito: é um comunicado oficial do Ministério das Finanças enviado a várias redacções. Se Marcelo quer um papel escrito a defender uma posição que, a seu ver, seria “inaceitável”, já tem este. Não foi um erro dos assessores. Foi assumido dias depois em voz alta pelo próprio ministro.»

Ana Sá Lopes, i

«Em todo este processo há factos tão ou mais graves que todos parecem, agora, ignorar e que mostram à exaustão a forma atabalhoada como este processo foi conduzido. E mesmo dizer que foi tudo por um bem maior não chega. É muito positivo que a CGD tenha uma recapitalização aprovada em Bruxelas e que não seja considerada ajuda de Estado. Mas não pode valer tudo.»

Vítor Costa, Público

«O caso não deixa de ter consequências políticas. O ministro enfiou-se numa camisa-de-onze-varas porque geriu mal o dossiê. Mesmo que não tenha de demitir-se, o que não é certo porque a oposição está a fazer o seu papel, Centeno sai irremediavelmente fragilizado.

André Veríssimo, Jornal de Negócios

«Coisas verdadeiramente importantes: como é que um candidato a presidente da CGD contrata uma consultora para desenhar o plano de reestruturação, quando ainda está sentado na vice-presidência de um banco da concorrência? Ou como é que esse candidato consegue convencer o Estado de que o melhor mesmo é pôr o escritório de advogados que o representa a ele a redigir alterações à lei desenhadas à medida? Demos as voltas que dermos e, por estes dias, tudo aponta para um Estado frágil e para uma regulação inexistente.»

Paulo Tavares, Diário de Notícias

 

3. Conclusão de António Costa, hoje, em sintonia com Ferreira Leite:

«Nós não podemos perder tempo com tricas, temos de nos concentrar no essencial e o que é essencial é termos uma CGD forte, continuar a reduzir o défice, aumentar as exportações e o emprego. PSD e CDS-PP não têm nada de substancial a dizer e, por isso, dedicam-se àquilo que ontem (quinta-feira) a doutora Manuela Ferreira Leite dizia, e com muita propriedade, serem pequenas tricas.»

Autoria e outros dados (tags, etc)


32 comentários

Sem imagem de perfil

De Einzeturzende Neubaten a 10.02.2017 às 23:36

Não se apoquente. Vem já aí uma comissão de inquérito, à comissão de inquérito. Uma meta comissão de inquérito.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.02.2017 às 23:40

Eu punha a drª Ferreira Leite a conduzir uma comissão de inquérito destinada a acabar com todas as comissões de inquérito.
Que chatice, andarem a apoquentar o Governo da Nação...
Sem imagem de perfil

De Einzeturzende Neubaten a 11.02.2017 às 00:05

A Dra Ferreira Leite tem mais veia para acabar de vez com as comissões de inquérito. Até quiçá com o parlamento. Mas numa coisa tem razão. Que mal há em não se dizer a verdade nas ditas comissões? Não é o que toda a gente faz? Não digo mentir, mas não dizer a verdade.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.02.2017 às 10:37

O ideal era suspender a democracia. Por seis meses ou por seis anos.
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 11.02.2017 às 09:28

A dr.a Ferreira Leite passou-se: o que diz e escreve, de uma maneira geral, são banalidades ou ataques à actual direcção do PSD, especialmente contra o Passos Coelho. Ela já se esqueceu que foi gente do PS que a tratou por "a velha"...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.02.2017 às 10:31

Depois de António Costa ter dito que ela podia ser ministra de um governo dele tudo se tornou ainda mais óbvio.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 11.02.2017 às 19:24

Porque é que julga que ela tem tempo de antena?
Qualquer PSD que diga mal do PSD tem linha directa para ser presença constante nos jornais e TV's.

Já o Francisco Assis não tem tanta sorte...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.02.2017 às 22:40

Ferreira Leite tem tempo de antena a duplicar. Primeiro quando diz o que tem a dizer, depois quando António Costa e o Bloco de Esquerda aparecem a citá-la.
É um caso de sucesso.
Sem imagem de perfil

De Einstürzende Neubauten a 12.02.2017 às 16:49

Se calhar é por o PS estar no bom caminho!
Sem imagem de perfil

De Einstürzende Neubauten a 12.02.2017 às 16:49

Diria que o Assis com o que ganha no Parlamento Europeu nunca teve tanta sorte!! Onde a ensinar filosofia ia ele ganhar 20.000 mocas/mês?
Sem imagem de perfil

De WW a 11.02.2017 às 15:23

Quando o actual "PSD" afagava o ego do 44 é que era bom...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.02.2017 às 22:43

"Afagar o ego do 44" é o quê? Afogar o ganso?
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 11.02.2017 às 16:26

Manuela Ferreira Leite tem tanta razão como o povo quando diz que águas passadas não movem moinhos.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.02.2017 às 22:44

António Costa disse isso mesmo. Que ela estava cheia de razão.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 11.02.2017 às 16:28

Quando se avalia os editoriais (ou as colunas de opinião) da imprensa, há que ter em conta que quem os escreve é pago para escrever alguma coisa. Se não escrevesse sobre aquilo teria que descobrir outra coisa qualquer sobre que escrever. É opinião vendida ao quilo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.02.2017 às 22:46

Estranho é que quem escrevesse não fosse pago. Mas está a dar uma boa ideia a certos patrões de jornais: pôr uns sem-abrigo a escrever os artigos de fundo. Pagos com duas sopas e uma carcaça.
Imagem de perfil

De cristof a 11.02.2017 às 19:21

Estes protagonistas das trapalhadas do governo e seus galambas , começam a brincar demasiado com a responsabilidade, seriedade e democracia; para mim deviam ir pastar para outras bandas menos prejudiciais para o país.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.02.2017 às 22:46

Já mal distingo Galamba de Ferreira Leite.
Sem imagem de perfil

De Einstürzende Neubauten a 12.02.2017 às 16:51

Viu, ouviu a entrevista de Álvaro Santos Pereira, na RTP? Aquilo é que foi uma trapalhada. Já para não falar no Gaspar e no Relvas. Ou no Crato
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 12.02.2017 às 22:29

Já não estamos em 2013. Estamos em 2017.
Sem imagem de perfil

De José Neto a 11.02.2017 às 21:21

Zen ou não, faço minhas, neste caso, as palavras de Manuela Ferreira Leite.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.02.2017 às 22:47

Você e António Costa.
Já são três.
Sem imagem de perfil

De José Neto a 11.02.2017 às 23:02

NÃO SEI SE SÕMOS TRÊS, SE TRÊS MILHÕES, MEU CARO PEDRO CORREIA.

MINHA MERCÊ PENSA QUE VOSSA MERCÊ GOSTA MUITO DE PEQUENA POLÍTICA.

MINHA MERCÊ PREOCUPA-SE MAIS COM OS GRANDES PROBLEMAS DO PAÍS.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.02.2017 às 23:07

Ena, quando escreve só com maiúsculas o seu pensamento torna-se mais grandioso.
Sem imagem de perfil

De Einstürzende Neubauten a 12.02.2017 às 16:53

Pretende realizar o teste auditivo para si ou para alguém que gosta?

http://www.amplifon.com/web/pt/encontre-um-centro-auditivo?gclid=CLaagcGCi9ICFRcYGwody1YNtQ
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 12.02.2017 às 22:31

Quem escreve só com maiúsculas padece de problemas auditivos? Dir-se-ia que sim.
Sem imagem de perfil

De Terry Malloy a 11.02.2017 às 22:02

O ódio ao "retornado de Massamá", com o seu "fato de alfaiate de 2ª", é uma força verdadeiramente assombrosa.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.02.2017 às 22:48

O ódio é uma poderosa força motriz. Na política faz mover montanhas.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.02.2017 às 22:42

Eis a questão:

A partir de agora tudo o que os "centenos", "galambas e "mortáguas" disserem eu "fico de pé atrás"!

É preciso apurar a verdade para que amanhã quando o Costa Concordia me disser que tenho de pagar mais um "impostinho" eu acredite que é mesmo!
Para o
Bem da Nação



Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.02.2017 às 22:50

Entre Mariana Mortágua e Manuela Ferreira Leite há pelo menos uma diferença. A primeira elogia o Governo de forma bastante mais moderada.
Sem imagem de perfil

De Einstürzende Neubauten a 12.02.2017 às 16:54

Engana-se. A primeira é de longe mais jeitosa
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 12.02.2017 às 22:30

Cuidado com os piropos. Já estão criminalizados.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D