Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Mecanismo

por Diogo Noivo, em 06.04.18

omecanismo.jpg

 

"Na vida real, no Brasil como em Portugal, não faltam Garcês de Brito. Há sempre alguém disposto a justificar a corrupção, o tráfico de influências e a distorção do mercado por cartéis e grupos ligados à política.

Invariavelmente, um alegado bem maior é invocado como justificação para que o cidadão comum e o sistema de Justiça fechem os olhos à podridão. Esse bem maior pode ser  o alegado interesse nacional, a clubite partidária (que cega até gente inteligente e honesta, com o argumento de que os “outros” são igualmente corruptos), ou, simplesmente, o elevado custo económico de parar a música e acabar com as aldrabices."

 

Filipe Alves, no Jornal Económico.


5 comentários

Perfil Facebook

De Rão Arques a 06.04.2018 às 12:48

À margem da pantomina Coelho no Pacheco
Uma decisão legal que é um atentado à justiça.
Num caso com esta dimensão e com este melindre, mas sempre, a decisão de um supremo para confirmar uma condenação só deveria ser considerada válida com pelo menos 2/3 de votos nesse sentido.
Isto para não cair no exagero fundamentalista da exigência de unanimidade.
Nesta circunstância, tratando-se do que se trata, uma onda de violência no país será a sede que se deseja?
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 06.04.2018 às 14:35

a distorção do mercado por [...] grupos ligados à política

Quando as acusações de corrupção se viram apenas contra um político, quando é mais que sabido que múltiplos outros políticos também são corruptos, é caso para pensar que há "distorção do mercado [político] por grupos ligados à política".

A distorção do mercado imobiliário provocada por Lula com o seu apartamento foi sem dúvida bem menos penalizadora do que a distorção do mercado político que está a ser causada pela sua condenação (a condenação somente dele, e não de todos os outros políticos corruptos).
Sem imagem de perfil

De Isabel a 06.04.2018 às 19:20

Há crimes de toda a natureza cuja autoria não é conhecida. Deverá por isso acabar-se com o Código Penal?
Quanto ao caso brasileiro, penso que muitos pesos pesados do PT foram condenados no âmbito do processo do mensalao.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.04.2018 às 16:28

Concordo a acrescento mais. Segundo alguma imprensa: "O juiz do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, citado pela "Folha de São Paulo", diz que a "prisão de Lula é absurda, fruto do autoritarismo desse punitivismo processual hoje em voga no país. Os recursos ainda não se esgotaram e já se precipita a prisão!". Segundo dois comentadores, um português e outro brasileiro, não existe nenhuma prova concreta de que o tal apartamento pertença a Lula. Não será a justiça que está a precisar de ser julgada?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.04.2018 às 10:03

Já que se fala tanto em corrupção e para quem acha que só pode existir corrupção em alguns poderes, deixo-vos uma frase muito boa. "O poder corrompe, e o poder absoluto corrompe absolutamente". Sabem quem tem um poder absoluto?

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D