Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O comentário da semana

por Pedro Correia, em 28.02.16

«Não consigo perceber como é que alguém como o [Bernie] Sanders que vive há décadas no (e do) establishment americano consegue dizer que é o candidato anti-establishment. Sem o establishment ele não era NADA.
O único que vejo nesses moldes é, para o bem ou para o mal, o [Donald] Trump, apesar de me dar calafrios a remota ideia de ele ser presidente. Contudo, já se viu que esteja quem estiver como POTUS, a política destes pouco difere, só os europeus é que acham que há enormes diferenças, externamente, não há.

Adiante.
Esta geração de "apoiantes" do Sanders (e de certa forma do Trump - mas estes muito menos messiânicos) é a geração mais preguiçosa das ultimas décadas - quase uma reinvenção dos babyboomers mas sem as drogas, sem toda "a" fase de descoberta e com 100000000x mais informação disponível. Lá está, têm toda a informação possível imaginária, todos os "luxos" associados a esta, à comunicação, aos meios de comunicação e de transportes, mas no entanto não entendem a realidade, alias odeiam a realidade ou odeiam ter de viver com ela. Não a querem compreender, tudo é "revoltante", tudo é "escândalo", tudo é "indignação", tudo é conspiração, tudo é um problema, até respirar é um drama.

Assim, com esta revolta toda digna do primeiro mundo, esta geração prefere apoiar messianismos, gente que pinte os inimigos por si, que aponte os seus e os erros dos outros (uma espécie de white man burden millennial edition) e que volte a invocar e a delinear estratégias e ideias que sabemos que são e estão erradas.

Um tipo ouve-os na academia, nos fóruns, nos reddits, e são tão previsíveis que chega a chocar. A contradição é fácil de detectar e é isso que os denuncia quanto ao que refiro em cima, basta mudar ligeiramente os intervenientes e toda a argumentação cai por terra.»

 

Do nosso leitor T. A propósito deste texto do Luís Naves.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D