Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O comentário da semana

por Pedro Correia, em 31.03.19

«Porquê um dia estabelecido para os pais? Que define ou que propósito justifica? Amam-se mais as crias nesse dia, ou elas mais os progenitores?

No que particularmente me concerne, os outros não sei, a minha experiência enquanto pai foi a que a minha indelével mulher promulgou. Tanto para a família como para a prole.


Nos casos em que a minha participação opinativa se evidenciava por ignorância, ou brilhava por desnecessária, não falhava:

- Sai! Não te metas! Deixa as MINHAS filhas!

(Dia da mãe.)

Nos casos ligeiramente mais problemáticos, aí acertava em cheio:

- Estás à espera de quê? Mexe-te e vai lá resolver o assunto das TUAS filhas.

(Dia do pai.)


De resto não estou a ver muito bem qual a necessidade de um dia determinado para um ou outro progenitor.

E um domingo para dia do pai, como o Pedro preconiza, é que não vejo mesmo nada em que isso possa reforçar a relação entre progenitor e o rebentinho, e muito ao invés estou mais virado para a ruptura total.

Domingo há futebol e não estou a ver qual o pai neste país que, em seu perfeito juízo, o pretira a favor do empecilho que por ali ciranda a tagarelar como um papagaio.

"Logo hoje é que se lembrou de mandar para cá o cachopo. Raio de mulheres, nunca se pode contar com elas."

 

Portanto, domingo nunca. Se as mais das vezes a sintonia conjugal já se encontra meio periclitante, não vai agora o Pedro, dar-lhe o empurrão decisivo.»

 

Do nosso leitor Corvo. A propósito deste meu texto.


16 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.03.2019 às 17:38

Está bem humorado. Mas discordo.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 31.03.2019 às 18:19

Sem imagem de perfil

De Anonimus a 31.03.2019 às 18:28

Corvo, esses comentários vão despoletar reacções capazes. De lhe lixar a cabeça.
Imagem de perfil

De Tudo Mesmo a 31.03.2019 às 19:45

Parabéns aos 2. Posts que deram para rir, mas nunca entendi muito bem a história dos " Dias de...". Pai e/ou Mãe devem falar, opinar, pois... também zangar com as crias quando lhes é possível. É como o dia da Mulher... Tem que haver uma data especial para relembrar o que tem que ser diário? Esqueçam lá isso.
Imagem de perfil

De Corvo a 01.04.2019 às 09:48

Foi o que eu disse: "ter de haver uma data especial para relembrar o que tem de ser diário"
Com apenas a particularidade de me ter alongado num arrozado interminável, e a menina num elegante sintetismo, ter corroborado.
Imagem de perfil

De Tudo Mesmo a 01.04.2019 às 12:54

Gosto de ‘arrozado’. Aprende-se.
Continuação de bom dia
Imagem de perfil

De Corvo a 01.04.2019 às 17:51

Muito obrigado.
Sinto-me deveras sensibilizado.
Igualmente para si. Resto de um bom dia e de uma excelente semana.
Toda a minha simpatia.
Imagem de perfil

De Tudo Mesmo a 01.04.2019 às 18:19

Ser simpático/a ainda não paga imposto (acho).
Muito Obrigada e uma excelente semana também para si.
Sem imagem de perfil

De Cristina M. a 31.03.2019 às 23:53

considerando o que já foi escrito aqui-e-ali pelo "nick", confirma-se:
ridículo.
Sem imagem de perfil

De Cristino M. a 01.04.2019 às 09:15

Considerando a carapaça protectora do anonimato, confirma-se:
Cristinas há muitas.
Sem imagem de perfil

De Cristina M. a 01.04.2019 às 13:16

ah...!, o anonimato... essa cena tão e tão.
Sem imagem de perfil

De Cristino M. a 01.04.2019 às 15:58

É como a abnegação deste mundo tão carenciado.
Os serventuários do Céu; mais serventuárias. Essa alminhas caridosas, abençoadas virtuosas, corações puros e almas límpidas sempre dispostas a verterem uma lágrima pela estupidez do mundo.
Essas cenas tão e tão
Sem imagem de perfil

De Cristina M. a 01.04.2019 às 23:45

é o quê?! ... ?
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 01.04.2019 às 12:55

Quando alguém diz umas verdades (concorde-se ou não), a chuva não tarda... E só acalma se alguma vedeta corroborar e assim o enxame vai procurar mel para outro lado.

Já não o "via" há muito.
Imagem de perfil

De Corvo a 01.04.2019 às 17:17

Viva Kanes!
Um pouco perdido por estranhos mundos, mas confiante em breve encontrar o norte.
Um abraço.
Imagem de perfil

De Corvo a 01.04.2019 às 17:39

Vou de admiração em surpresa, e dessa em estupefacção.
Anónimos, anonimatos, encapotados e envelopados, camuflados e metamorfoseados.
Então isso não era fauna só para outros habitats? Lá para celestiais prados verde...jantes?
Vá lá alguém jactar-se (eu) de nada mais o mundo ter para o surpreender.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D