Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O comentário da semana

por Pedro Correia, em 07.10.18

«As palavras amáveis e os mais simples gestos de civilidade e bonomia têm a sua fonte na capacidade de empatia. Quando se aterrou essa fonte com toneladas de narcisismo e se entronizou a "emoção" e o "sentimento" como o alfa e o ómega das relações em sociedade, caminhamos para a dissolução da argamassa que mantém unida essa mesma sociedade. Somos seres emocionais? Certamente. Mas somos também seres racionais e a empatia é sentimento e Razão a um mesmo tempo. É ela, no fundo, a ferramenta que nos permite ler os outros e nos faz dar um passo em frente no sentido de compreendê-los. Se a emoção/sentimento me faz sorrir e dar os bons dias ao meu vizinho pela manhã, quando estou bem disposto, já a mesma emoção/sentimento far-me-á ignorá-lo, quando acordo às avessas. A empatia assumida e praticada obriga-me (e eu dela sou um grato e voluntário cativo) a sorrir e a saudar pela manhã quem como eu é humano, se sente grato por estar vivo e com estoicismo carrega o fardo de ser humano e perecível.»

 

Do nosso leitor Rui Henrique Levira. A propósito deste texto da Ana Cláudia Vicente.

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Pedro a 07.10.2018 às 18:31

Boa,Rui!
Sem imagem de perfil

De Rui Henrique Levira a 07.10.2018 às 20:04

Um grato sorriso para si, meu caro Pedro.
Sem imagem de perfil

De Rui Henrique Levira a 07.10.2018 às 19:43

Muito obrigado pelo seu amigo gesto de empatia, meu prezado Pedro Correia. Retribuo com um sorriso a quem com um sorriso me alegrou o dia.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 07.10.2018 às 22:26

Pelas parabenizações constatamos como estamos de empatia
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 08.10.2018 às 00:34

Muito bem.
Imagem de perfil

De Sarin a 08.10.2018 às 03:02

Não tive oportunidade de ler no postal original. Ainda bem pelo destaque!
Imagem de perfil

De Sarin a 08.10.2018 às 03:59

Retiro o que escrevi antes sobre este comentário.

Os motivos para esta mudança de opinião estão expostos no postal do João André "Após um momento #me too (3)".

Um comentário bem escrito e cuja mensagem é tocante não se encerra, não começa e acaba em si mesmo. Mas ler após este um outro comentário do mesmo autor onde cada linha nega o aqui plasmado é agoniante, e não posso deixar o meu aplauso associado a tal hipocrisia.
Sem imagem de perfil

De Rui Henrique Levira a 08.10.2018 às 20:41

Concordamos: ainda bem que me retira o seu aplauso, pois é aplauso a que eu não quero ser associado.
Imagem de perfil

De Sarin a 09.10.2018 às 00:24

Supunha que lhe seria indiferente ter ou não tal aplauso, uma vez que tão enfaticamente disse... ser-lhe indiferente.

Não se suponha tão esperto que aos outros escapem os estilismos ou as incoerências e até as hipocrisias do seu discurso. Ou então suponha e ventile à saciedade a sua sanha julgando-se educado. Continue a entender que contestar é defender o oposto ou continue a responder-me que nada tem para me responder, se quiser, mas não leve a mal se lhe não responder de volta. Não será nada consigo, será mesmo indiferença.
Sem imagem de perfil

De Rui Henrique Levira a 09.10.2018 às 11:35

Não se esqueça que um não é um não. Teremos nós aqui - bem ao sabor dos magníficos tempos em que vivemos - um caso de assédio moral?
E olhe, minha senhora, "espertos" são os cães, certo? E não, não me responda de volta (não me diga que foi esse o desejo que leu nas minhas anteriores palavras? em caso afirmativo a senhora é mesmo um caso perdido de embotamento cognitivo), porque farto da sua conversa intelectualmente indigente já eu estou há um certo tempo
Passe... bem ao largo.

Comentar post



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D