Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Bloco Central de interesses.

por Luís Menezes Leitão, em 21.11.14

Esta votação demonstra já o que se perspectiva para o próximo governo. Efectivamente, apeado António José Seguro, o PS de António Costa está inteiramente vocacionado para um governo de bloco central, juntamente com o PSD, apostado em satisfazer os interesses do costume, especialmente os dos políticos. Os funcionários públicos perderam até 10% dos seus salários e tanto Passos Coelho como António Costa só os prometem devolver nas calendas gregas. Mas entretanto repõem aos seus amigos uma imoral subvenção vitalícia, obtida ao fim de 12 anos de "trabalho" no parlamento. São estes privilégios dos políticos que os sacrifícios dos cidadãos pagam. Tenham vergonha.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De lamina a 21.11.2014 às 10:08

Isto não pode ficar assim . Os trabalhadores não estão disponíveis para continuar a dar para esse peditório . É ridículo ver a filha do Adriano Moreira ( tão defensora das causas fracturantes ) a defender esta medida. É necessário que sejam confrontados com a desproporção desta reposição . Quem paga impostos está farto destes inúteis, destas sansessugas que nos chupam até ao tutano. Não esperava que o Passos Coelho promovesse uma medida deste género ... resta-nos o CDS ....
Sem imagem de perfil

De M. S. a 21.11.2014 às 16:50

CDS?
E os submarinos?
E a Vargem Fria?
E o resto?
Sem imagem de perfil

De Sofia a 21.11.2014 às 10:34

Ter vergonha é pouco! O copo já transborda, mas não o suficiente para haver uma inundação. Porque cada vez mais letárgico e a pouca energia canalizada para a sobrevivência diária, o Povo vai sofrendo e aguentando esta gentinha medíocre, oportunista, sádica, gananciosa, sequiosa de poder! Estão a tornar-nos zombies, e nós, como que anestesiados, com alguma conversa de circunstancia, vamos deixando as coisas acontecerem, enquanto a erva daninha se multiplica e cresce num terreno a ficar, já há muito, irremediavelmente estéril.
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 21.11.2014 às 15:13

Tem toda a razão: mesmo não passando a ideia, foi uma vergonha aquilo que os deputados do PS e do PSD fizeram.
Também me custa a entender como é que o PS delega na Isabel Moreira a defesa da posição que erradamente tomaram. Com gente desta o PS não vai longe...

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D