Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Notas políticas (1)

por Pedro Correia, em 10.11.15

Há um mês, prometia-se uma solução alternativa imediata: só agora ficou esboçada. Prometia-se um acordo unitário: houve três. Prometia-se convergência à esquerda: ela não existiu sequer na formulação de uma moção de rejeição conjunta ao XX Governo Constitucional, que foi derrubado esta tarde. Prometia-se um pacto de legislatura: os documentos hoje assinados à hora de almoço estão muito longe disso -  não assegurando sequer posições solidárias na apreciação de orçamentos do Estado e na votação de moções de censura. Prometia-se abertura - mas as assinaturas, em separado, decorreram à porta fechada, sem televisões, quase em segredo. "Sequencial com momentos individualizados", por determinação dos comunistas. O partido que mais defende a colectivização é afinal muito cioso da sua privacidade.

Como diria António Costa noutra constelação, tudo isto é poucochinho.


10 comentários

Sem imagem de perfil

De V. a 10.11.2015 às 18:59

4 moções. Como é que um partido (Os Verdes) que nunca teve um único voto expresso e nem sequer tem desempenho coerente com o seu programa (?) pode fazer uma moção de rejeição separada do partido com o qual concorreu coligado?

Vantagens de um País onde a ignorância do povo permite que um parlamento coabite alegremente com uma fraude institucional (agora são duas!) e onde a geometria variável quando é feita para a Esquerda é tolerada.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.11.2015 às 19:09

Enquanto acolher os Verdes na bolsa marsupial, o PC mantém-se como Partido Canguru.
Sem imagem de perfil

De André Miguel a 10.11.2015 às 19:28

Eh eh eh! Muito bom Pedro!
Sem imagem de perfil

De queima beatas a 10.11.2015 às 20:29

Argumentos de sobra para o Presidente chumbar a quadrilha de Costa.
Sem imagem de perfil

De V. a 10.11.2015 às 21:06

Só aquela primeira fila da bancada... Francamente. Acho que nunca houve em nenhum partido uma linha da frente tão repugnante.

Creio que a arrogância e o cinismo que evidenciaram nestes dois dias (segui em directo as sessões parlamentares) é sinal de desconforto e consciências poucos tranquilas. À noite, no escuro, sabem bem a canalhice que fizeram lhes vai sair cara e está condenada ao fracasso.
Sem imagem de perfil

De IsabelPS a 10.11.2015 às 22:08

Nem sequer são 3 acordos, são 3 posições conjuntas sobre solução política:
https://www.facebook.com/CostaPS2015/posts/1502110336756145
Não sei se tem muito significado, mas...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.11.2015 às 22:15

É verdade, Isabel: "posições conjuntas sobre solução política." Cinco palavras para dizer coisa nenhuma.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 11.11.2015 às 09:37

prometia-se uma solução alternativa imediata

Nunca ouvi tal promessa, de que a solução fosse imediata.

Além disso, tendo Cavaco decidido designar Coelho como Primeiro-Ministro, não havia qualquer pressa. O governo demoraria duas semanas a ser formado e depois a ser rejeitado, pelo que, PS, BE e PCP não tinham que se apressar. Apenas tiveram o cuidado de concluir as suas negociações e assinar o acordo final quando ele se tornou necessário.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.11.2015 às 15:42

Tiveram tanto cuidado em "concluir as negociações" que no fim deixaram quase tudo em aberto. A começar por essa imensa incógnita que é a aprovação de orçamentos do Estado, o mais importante instrumento de acção governativa.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D