Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ninguém o atura

por Pedro Correia, em 18.03.18

 

A Casa Branca parece um reality show. Daqueles que Donald Trump protagonizava antes de ascender ao posto máximo da política mundial.

Em 14 meses o sucessor de Barack Obama já despediu ou viu partir 28 altos funcionários da sua administração - incluindo o secretário de Estado, Rex Tillerson, o conselheiro de segurança nacional, Mike Flynn, a conselheira adjunta de segurança nacional, Dina Powell, o director do FBI, James Comey, o secretário da Saúde, Tom Price, o director do Conselho Económico Nacional, Gary Cohn, a directora do gabinete das relações públicas da Casa Branca, Omarosa Manigault-Newman, três directores do gabinete de comunicação da Casa Branca, Mike DubkeAnthony Scaramucci e Hope Hicks, o principal conselheiro de imprensa, Sean Spicer, o seu principal conselheiro para os assuntos estratégicos, Steve Bannon, o seu assessor pessoal John McEntee e o seu próprio chefe de gabinete, Reince Priebus, ex-presidente do Partido Republicano.

O canal de televisão ABC fez as contas: já foram pelo menos 28 com guia de marcha. Trump não atura ninguém. E é retribuído, pois ninguém o atura.

Autoria e outros dados (tags, etc)


14 comentários

Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 18.03.2018 às 12:57

Corporate psychopaths common and can wreak havoc in business, researcher says

https://www.psychology.org.au/news/media_releases/13September2016/Brooks/

Fizemos dos vícios de antanho as modernas virtudes. Quem sabe se por termos tomado como credo aquele que prometia emergirem dos vícios privados virtudes públicas
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 18.03.2018 às 13:03

Higher than expected levels of psychopathic traits exist among people found in the upper echelons of the corporate business sector, and companies should undertake psychological screening to help identify ‘successful psychopaths’, according to new research being presented at the APS Congress, held in Melbourne, 13 to 16 September.

Forensic psychologist Nathan Brooks says many businesses have their recruitment screening back-to-front. “Too often companies look at skills first and then secondly consider personality features,” he says.

“Really it needs to be firstly about the candidate’s character and then, if they pass the character test, consider whether they have the right skills.”

Sem imagem de perfil

De Penaié... a 18.03.2018 às 14:55

Uma vez aprovados apenas os indivíduos "de caracter", vai-se a ver e os "skills" não servem, porque indivíduos que tais são, por exemplo, "demasiado" empáticos para conseguirem conciliar as decisões que devem ser tomadas durante o dia de trabalho e o soninho tranquilo da noite...
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 18.03.2018 às 19:08

Conheço excelentes profissionais que são simultaneamente excelentes pessoas

O resto são desculpas para que os mentirosos consigam dormir descansados.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.03.2018 às 15:53

Até ver fez mais pela Paz e Segurança no mundo em 14 meses do que os anteriores em 16 anos.

WW
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.03.2018 às 23:56

Começo a convencer-me que Trump é o líder da oposição à administração Trump.
De quinze em quinze dias, corre com um dirigente de topo na Casa Branca.

Em Portugal, só encontro paralelo na nova gerência do PSD.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 18.03.2018 às 20:29

Põe tua mão na mão do meu Senhor
Na casa Branca
Põe tua mão na mão do meu Senhor
Que acalma o mar

Meu Senhor que cuida de mim
Noite e dia sem cessar
Põe tua mão na mão do meu Senhor
Que acalma o mar...

Pois...


https://youtu.be/AiZqFGLAeAc
Sem imagem de perfil

De sampy a 18.03.2018 às 21:04

Prefiro ver a coisa noutra perspectiva. Talvez por me encontrar amiúde rodeado de gente que se tem por intocável e insubstituível, gente que apesar das imensas incompetências e deslealdades continua a cantar alegremente "daqui não saio, daqui ninguém me tira", gente que exige respeitinho às chefias porque num posto de aparente subordinação trataram de se apossar do controlo da engrenagem e da manipulação dos cordelinhos na sombra, gente perita em criar dependências e situações de dívida e que não têm pejo em ameaçar expor ou usar como trunfo no momento em que sentem o seu lugar em perigo... Talvez por isso, a atitude de Trump me parece uma lufada de ar fresco.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.03.2018 às 23:55

Atenção: só passaram 14 meses.
Em média, é despachado um alto (ou altíssimo) funcionário de quinze em quinze dias.
Nem o Partido Democrata faz tanto "sangue" entre republicanos em Washington.
Sem imagem de perfil

De sampy a 19.03.2018 às 08:22

Pode-se sempre olhar o outro lado: a cada quinze dias é dada oportunidade a uma nova pessoa de mostrar o que vale e a que toque de caixa se move.
A este ritmo, ainda antes do fim do mandato estará significativamente esgotada a lista dos apparatchiks e poderão começar a aparecer regularmente estranhos ao sistema assolapado em Washington.
Imagem de perfil

De João André a 19.03.2018 às 09:09

O engraçado é que para um tipo famoso por anunciar que os candidatos estavam despedidos, Trump não parece capaz de o fazer a sério na cara de ninguém. Quase nenhuma (tenho dúvidas sobre o "quase") das pessoas despedidas o foi face a face. Foi tudo por twitter, e-mail, telefonema de outros, anúncios em discursos, etc...

Em termos simples: não tem sequer a decência de lhes dizer que os despediu...
Sem imagem de perfil

De Octávio dos Santos a 19.03.2018 às 13:19

Pedro, antes de mais, atenção às «duplas negativas»: «Trump não atura ninguém» significa, de facto, «Trump atura alguém»... o que até é verdade, pois são muitos os que ele (ainda) não demitiu, e que provavelmente nem demitirá até ao fim do(s) seu(s) mandato(s). E há que realçar com mais nitidez que, sim, nem todos os que indica no seu texto foram demitidos, alguns demitiram-se - são os casos, por exemplo(s), de Dina Powell, Hope Hicks e Mike Dubke, que não receberam «guias de marcha» mas sim as «emitiram» a eles próprios. E, obviamente, não é verdade que «ninguém o atura» - milhões de eleitores anónimos, cidadãos comuns, os mais importantes, dos quais milhares continuam a acorrer aos seus comícios, continuam a «aturá-lo»...

... E fazem-no com cada vez maior gosto porque o actual presidente está a cumprir as promessas que fez e pelas quais foi eleito. Aliás, a Fundação Heritage já afirmou que Donald Trump, no seu primeiro ano de mandato, registou uma percentagem de concretização de um «programa conservador/de direita» bem superior à de Ronald Reagan em período equivalente. Isto, sim, é o mais importante, e não os pormenores de quem está ou deixou de estar na equipa.
Sem imagem de perfil

De Vlad a 19.03.2018 às 15:03

http://www.bbc.com/news/world-us-canada-43453312

Donald Trump warned by Republicans over Mueller's Russia inquiry

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D