Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais um que mordeu o isco

por Rui Rocha, em 15.01.15

Pois é. Quando se admite que o terrorismo é desencadeado como resposta a uma provocação, em lugar de nos concentrarmos na condenação radical do acto, denunciando o seu desvalor absoluto e intrínseco, acabamos enredados numa discussão sobre a liberdade de expressão e os seus limites. Que desemboca sempre na racionalização do que não tem racionalidade possível e, nos piores casos, em atenuar a gravidade da agressão. Desta vez, quem se estatelou foi o Papa Francisco:

“Temos a obrigação de falar abertamente, de ter esta liberdade, mas sem ofender. É verdade que não se pode reagir violentamente, mas se Gasbarri [Alberto Gasbarri, responsável pelas viagens internacionais do papa], grande amigo, diz uma palavra feia sobre minha mãe, pode esperar um murro. É normal!”


3 comentários

Sem imagem de perfil

De campus a 16.01.2015 às 09:34

Tem sempre de haver uma vez ! Esta é até agora, a grande discordância com as palavras e atitudes do Papa Francisco. Terá sido sem intenção, mas acaba por desculpar o acto bárbaro perpetuado por radicais islâmicos. Até o próprio exemplo foi infeliz, diz o Papa que se o seu amigo ofender a sua mãe com uma palavra ele próprio o socaria, ao arrepio de toda a filosofia cristã que diz no seu Padre Nosso " ...como nós perdoamos a quem nos tem ofendido" ou até nas palavras do Novo Testamento " Mas, que dizer caso alguém o insulte ou o prejudique de algum outro modo? A Bíblia aconselha: “Não digas: ‘Assim como ele me fez, assim vou fazer a ele.’” (Provérbios 24:29; Romanos 12:17, 18) Jesus Cristo aconselhou: “A quem te esbofetear a face direita, oferece-lhe também a outra.” (Mateus 5:39) Uma bofetada não visa ferir fisicamente, mas apenas insultar ou provocar. Dessa maneira, Jesus ensinava seus seguidores a evitar serem levados a brigar ou a discutir. Em vez de ‘pagar dano com dano ou injúria com injúria’, você deve ‘buscar a paz e empenhar-se por ela’. — 1 Pedro 3:9, 11; Romanos 12:14."
Sem imagem de perfil

De Vento a 16.01.2015 às 14:48

Pois é, meu caro Campus.

Então permita-me também fazer umas citações:

"(...) Depois ajuntou: Quando vos mandei sem bolsa, sem mochila e sem calçado, faltou-vos porventura alguma coisa? Eles responderam: nada. Mas agora, disse-lhes Ele: aquele que tem uma bolsa, tome-a; aquele que tem uma mochila, tome-a igualmente; e aquele que não tiver uma espada, venda sua capa para comprar uma". Lucas 22, 35-36

Agora, meu caro, deixo-lhe o exercício de descobrir que espada é esta.

P.S. Muito bem, Papa Francisco.
Sem imagem de perfil

De campus a 16.01.2015 às 17:02

Espero que não o canse, mas convém não tirar a frase do seu contexto.
A lição de Jesus foi a seguinte, vocês não necessitam de materialismo mas sim de espiritualismo, no entanto pediu a eles para se armarem com espadas para mostrar que estas não serviriam para nada, grande lição de paz e de superioridade moral.
"E perguntou-lhes: Quando vos mandei sem bolsa, alforje, ou alparcas, faltou-vos porventura alguma coisa? Eles responderam: Nada. 36 Disse-lhes pois: Mas agora, quem tiver bolsa, tome-a, como também o alforje; e quem não tiver espada, venda o seu manto e compre-a. 37 Porquanto vos digo que importa que se cumpra em mim isto que está escrito: E com os malfeitores foi contado. Pois o que me diz respeito tem seu cumprimento. 38 Disseram eles: Senhor, eis aqui duas espadas. Respondeu-lhes: Basta."

39 Então saiu e, segundo o seu costume, foi para o Monte das Oliveiras; e os discípulos o seguiam. 40 Quando chegou àquele lugar, disse-lhes: Orai, para que não entreis em tentação. 41 E apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e pondo-se de joelhos, orava, 42 dizendo: Pai, se queres afasta de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua. 43 Então lhe apareceu um anjo do céu, que o confortava. 44 E, posto em agonia, orava mais intensamente; e o seu suor tornou-se como grandes gotas de sangue, que caíam sobre o chão. 45 Depois, levantando-se da oração, veio para os seus discípulos, e achou-os dormindo de tristeza; 46 e disse-lhes: Por que estais dormindo? Lenvantai-vos, e orai, para que não entreis em tentação.

47 E estando ele ainda a falar, eis que surgiu uma multidão; e aquele que se chamava Judas, um dos doze, ia adiante dela, e chegou-se a Jesus para o beijar. 48 Jesus, porém, lhe disse: Judas, com um beijo trais o Filho do homem? 49 Quando os que estavam com ele viram o que ia suceder, disseram: Senhor, feri-los-emos a espada? 50 Então um deles feriu o servo do sumo sacerdote, e cortou-lhe a orelha direita. 51 Mas Jesus disse: Deixei-os; basta. E tocando-lhe a orelha, o curou. 52 Então disse Jesus aos principais sacerdotes, oficiais do templo e anciãos, que tinham ido contra ele: Saístes, como a um salteador, com espadas e varapaus? 53 Todos os dias estava eu convosco no templo, e não estendestes as mãos contra mim; mas esta é a vossa hora e o poder das trevas "

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D