Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais perguntas sem resposta

por Pedro Correia, em 26.07.17

Depois destas, agora estas. Demasiadas perguntas ainda sem resposta. Como se vivêssemos no reino da opacidade, que suscitou espanto ao próprio ex-Procurador Geral da República, Pinto Monteiro. Apesar de o Presidente da República - tendo em vista o lamentável precedente das inundações de Novembro de 1967 em Lisboa - ter dito ontem à noite, em Mação, as palavras que se impunham: «Em ditadura, há 50 anos, eu lembro-me, era possível haver tragédias e nunca ninguém percebia bem quais eram os contornos porque não havia Ministério Público autónomo, juízes independentes ou comunicação social livre.»

Meio século depois, gosto de ouvir o Chefe do Estado sublinhar isto. A política é feita de comparações, a todo o momento. Goste-se ou não.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De artur mendes a 26.07.2017 às 23:43

Camarada Jorge Silva

A "vaca voa... mas baixinho"!.. Já te esqueceste o que os "geringonços" diziam sobre os incêndios do Passos?
Que seria se tivesse havido um Tancos? Calculo!

Sem imagem de perfil

De jorge silva a 27.07.2017 às 12:15

no tempo de passos morreram 6 bombeiros no caramulo e ninguém culpou o governo, aliás passos comentou o assunto directamente da manta rota dentro do seu fato de banho. no tempo de passos morreram dezenas de pessoas com a legionela e ninguém culpou o governo nem pediu demissões de ministros. no tempo de passos. nbo tempo de passos foram muitos os pequenos empresários que desesperara, alguns até ao suicídio, por causa das políticas criminosas e teimosas de passos mas ninguém se lembrou de dizer que a culpa era de passos e companhia

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D