Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




passa.jpg

 

“Nem tudo é bom na Baixa Pombalina. Cheia de gente durante o dia, quando o comércio atrai fregueses e os ministérios lhe dão vida, de noite fica entregue aos velhos que uma lei de arrendamento urbano ali permite viver por dois tostões, contribuindo para que os senhorios não possam, ou não queiram, renovar os imóveis. A sangria populacional é o resultado desta legislação aberrante. Os jovens oriundos da Rua dos Sapateiros, da Rua dos Retroseiros, da Rua dos Correeiros, foram forçados a ir para Benfica, Lumiar, Carnide. A cidade de Lisboa viu desaparecer, desde 1960, quase um terço da população. A freguesia dos Mártires, outrora uma das mais nobres, tem apenas 341 habitantes”.

 

(Maria Filomena Mónica, Passaporte: Viagens 1994-2008, Aletheia, 2009, pp. 46-47).

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Pedro a 13.09.2018 às 12:04

E a sangria no resto do país, para essa cidade vampiro que é Lisboa?
Sem imagem de perfil

De Pedro a 13.09.2018 às 20:36

Jpt, o que me diz:

https://youtu.be/IS2fjSss9ww

Quem está mais certo? Eles ou nós?
Imagem de perfil

De jpt a 13.09.2018 às 22:03

Meia hora de filme; não posso ver hoje. Dei uma diagonal brevíssima. São os que se baldam para a ruralidade.?

Ninguém tem razão. Às vezes temos razões para fazer o que fazemos. Nem sempre.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 13.09.2018 às 23:00

Sim , é verdade. As receitas são individuais. Cada um faz o melhor com o que lhe calha.

Comentar post



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D