Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Leituras

por Sérgio de Almeida Correia, em 13.07.17

"Mr. Trump and Mr. Macron actually hold very different views of the current nationalist, anti-immigrant leadership of Poland. They hold very different views of the fundamental meaning of European construction, which was at the heart of Mr. Macron’s campaign. They differ on the assessment of Mr. Putin’s leadership of Russia, and they hold diametrically opposed views of the fight against global warming."

Na véspera de mais um aniversário da tomada da Bastilha, este ano com motivos adicionais, vale a pena ler todo o texto de Sylvie Kauffmann no New York Times.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Vento a 13.07.2017 às 15:09

Última hora:
https://www.nytimes.com/2017/07/13/world/asia/liu-xiaobo-chinese-dissident-nobel-dies-at-61.html

A Senhora apresenta-nos um artigo de cariz romanesco para retratar a personalidade de ambas personagens.
Não é de estranhar que ambos tenham uma concepção diferente da construção europeia. Quem reparou, por exemplo na crise da Grécia, que a unidade europeia se resumiu a um simples acto de representatividade dos deuses da indústria financeira, não estranhará a ascensão dos jupterians em ambos lados do Atlântico.

Donald Trump tem uma excelente visão sobre o proteccionismo da indústria americana, porque fundamenta esse proteccionismo na realidade europeia, em particular a alemã, que desregulou o sistema laboral - e quer mais - para facilitar ainda mais a deslocalização das indústrias. Também não se compreende que se tenha oferecido um alargado período de carência à China para implementar as directivas sobre o acordo do clima, espartilhando o crescimento americano e o acesso a recursos próprios.
Serve este exemplo para dizer que Trump ofereceu um histórico abanão a um mundo que cada vez mais caminhava para ser Alemanha e China levando consigo ao colo bebés.

No caso português, tendo em conta os acontecimentos actuais, creio que vai sendo a hora de Seguro começar a fazer umas aparições em público. Com uma oposição má e um governo que finge fazer umas remodelações, não será má ideia. Até mesmo para forçar o PR a ser comandante supremo das forças armadas demitindo de cabo a rabo, começando pelo CEM, nas FA e forçar a demissão do ministro da Defesa.
Sem imagem de perfil

De JS a 13.07.2017 às 17:16

Macron e Trump, a França e os EUA -passados que foram os gestos típicos da puberdade política do 1º- irão viver, um com o outro, sem problemas. Historicamente sempre assim foi.
Mais uma vez o problema é, será, a agressividade germância.

As fronteiras da França (de Portugal, da Espanha e obviamente as do RU) historicamente sempre foram estáveis, sintoma significatico de uma personalidade, de uma cultura, de uma Nação. O centro da Europa geográfica, sempre foi a fonte de instabilidades "nacionais".

A pedra de toque, mais uma vez, será a reação Alemã às ameaças esta, mal amanhada, sua quinta, a dita União Europeia.

Depois do obviamente bem sucedido -porque fácil- Brexit/Libra, um Frexit/Euro será a obra Jupiteriana sonhada pelo "to be Emperor" Macron.

Merkel, tal como Hitler em semelhante situação, virou-se para o Urso. Vai acabar mal.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D