Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Leituras

por Pedro Correia, em 15.12.18

image.jpg

 

«Não há nada mais igual do que o mar ou o lume ou uma flor. Ou um pássaro. E a gente não se cansa de os ver ou ouvir. Só é preciso que se esteja disposto para achar diferença nessa igualdade. Posso olhar o mar e não reparar nele, porque já o vi. Mas posso estar horas a olhar e não me cansar da sua monotonia.»

Vergílio Ferreira, Contos (1976)p. 227

Ed. Quetzal, Lisboa, 2018. Colecção Obra Completa de Vergílio Ferreira

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.12.2018 às 11:25

Uma Esplanada sobre o Mar, belíssimo penúltimo conto do livro.
Também escreveu sobre este na Série dos Contos, Pedro?
Maria
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.12.2018 às 13:48

Acabo de revisitar este livro, que conheço da versão original, e uma vez mais me deixo deslumbrar também pelo Vergílio Ferreira contista. Tal como em tempos gostei muito do Saramago poeta.
Um e outro desvalorizaram até ao limite estas respectivas facetas. O mesmo fez Cardoso Pires relativamente aos contos (tem vários excelentes).
Às vezes questiono-me até que ponto um escritor é bom juiz da sua própria obra. E sinto-me muito inclinado a responder que não.

(Sim, Maria,este excerto é desse magnífico conto. Até agora só escrevi sobre 'O Encontro', mas há outros sobre os quais gostaria muito de escrever também - desde logo este, 'Uma Esplanada sobre o Mar').
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 15.12.2018 às 11:39

Uma monotonia hipnótica
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 15.12.2018 às 14:54

Não é monótono porque esperamos sempre ver mais qualquer coisa.
É a esperança. E a linha do horizonte chama-nos.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 15.12.2018 às 17:53

Ponho em si toda a minha esperança.
Imagem de perfil

De Sarin a 15.12.2018 às 16:29

Comecei Vergílio, este, pelas Aventuras de João Sem Medo, e com 10 anos percebi que havia muito mais Vergílio para lá das palavras com que João saltou o muro.

Tenho que voltar a Ferreira, a este. Ler o excerto relembrou-me como era. Obrigada, Pedro.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.12.2018 às 19:53

Sarin, acho que confundiu os Ferreiras
O João Sem Medo é do José Gomes Ferreira, grande poeta também.
Maria
Imagem de perfil

De Sarin a 15.12.2018 às 21:43

Confundidíssima, Maria!!! Obrigada pelo alerta e pela correcção

Porque o José Gomes também tem os contos e a poesia e em alguns fala de mar... e como fala do Mar!


O Vergílio Ferreira, de quem recentemente evoquei a Manhã Submersa, certamente não me teria levado a mal o engano. Até porque de enganos vive a Aparição, e conhecemos o resultado.
Sem imagem de perfil

De Bea a 15.12.2018 às 18:00

Um escritor que, sem o saber, escreveu para mim desde o princípio. Maravilha-me a forma que dá às ideias e ainda hei-de ter todos os seus livros. Já tenho o livro de contos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.12.2018 às 00:24

A candura e doçura tão humanas n O Espirro.
Mesmo que.
Para Sempre e Na Tua Face,os grandes Contos.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D