Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Legislativas (20)

por Pedro Correia, em 02.10.15

Esteve bem quem ensinou Catarina Martins a sorrir e a baixar o tom de voz. Dá-lhe uma imagem de frescura juvenil que permanecia oculta sob a anterior máscara de rudeza.

 

Esteve mal quem ensinou António Costa a desviar os olhos do jornalista que o interroga para fixar os olhos na câmara. Dá-lhe pose de arrogância, como se não admitisse ser escrutinado.


7 comentários

Sem imagem de perfil

De queima beatas a 02.10.2015 às 15:00

Há muita gente que mesmo em desespero consegue manter um mínimo de dignidade. Doutor Costa, na posição que ocupa comprometendo também o partido que representa não venha para a praça publica dar um mau exemplo de baixeza politica e moral. Ao menos saia sem esbracejar na lama em que se debate sem honra nem glória. Não serão os contorcionismos dignos de figurar num exclusivo de ridículos de V.exa . com os do eterno trapezista Coelho Jorge que vos pouparão á triste figura em que se envolvem.
Sem imagem de perfil

De Maria a 02.10.2015 às 15:08

Tenha paciência a Catarina Martins máscara de rude? Nunca olhou bem para ela de certeza. Tem ar de jovem e inteligência tem-na de sobra. Ela não baixou o tom de voz, manteve-a e usa-a, com sabedoria o que incomoda muita gente. Costa por mais que queira não consegue ter pose de arrogante, está-lhe nos genes a simplicidade. Que quer ganhar, disso ninguém dúvida, por isso está a disputar com quem ainda quer mais.
Sem imagem de perfil

De isa a 02.10.2015 às 16:39

Essa da simplicidade só, mesmo, para quem não o conheça...
Logo no primeiro debate com Passos, nem parou para falar aos jornalistas, esgueirou-se, não fossem perguntar, aquilo que eu gostava que algum perguntasse... se para arranjar dinheiro, vai continuar a arranjar malabarismos para enganar os tolos: Aqui em Lisboa pagávamos a Taxa de esgotos extra, anualmente, acrescentou-a na conta da água em 12 suaves prestações, juntamente com mais umas taxas novas porque as antigas não chegavam... e, claro, este mês a taxa de esgotos não chegou mas, para quem pense que, este ano, não há mais nada a pagar... vai chegar, o mesmo montante, com outro nome: Taxa de Proteção Civil, claro que, para o ano, não deve chegar atrasada... se não houver eleições e, assim, se triplicam impostos...
E eu (uma das tolas) que até tinha votado nele para a Câmara mas, o Costa virou as costas, foi dar uma "facadinha" no colega de Partido e pôs no seu lugar, alguém, em quem eu nunca votaria porque, isto de cumprir mandatos por escolha dos cidadãos... vai só até quando ele lhe apeteceu.
Agora... só se a votação fosse por impressão digital... arrastada pelos cabelos e, mesmo assim, tinham de me cortar o dedo, na mesa de voto, para eu tornar a votar no dito.
Se tiver dúvidas do abuso pode ler no Jornal:
Os impostos escondidos de António Costa em Lisboa
http://economico.sapo.pt/noticias/os-impostos-escondidos-de-antonio-costa-em-lisboa_229750.html
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 02.10.2015 às 23:22

"com sabedoria o que incomoda muita gente."

Sabedoria?

Alguma vez a viu a criticar a dívida?
Alguma vez a viu criticar o défice?

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 02.10.2015 às 16:27

É curioso notar que a liderança bicéfala do Bloco foi muitto criticada e, quando uma das duas cabeças caiu e ficou só a Catarina, ainda por cima somente com o título de "porta-voz", toda a gente pensava que o Bloco estava acabado.
Agora, ao que as sondagens dizem, vemos um potente ressurgimento dele. A Catarina passou de besta a bestial.
Sem imagem de perfil

De Ana Margarida a 02.10.2015 às 20:57

O Semedo não caiu. Problemas de saúde fizeram-no baixar os braços e a voz. Qualquer um que quisesse ver, via que a sua voz se ia apagando e por isso mesmo, teve de se submeter a uma cirurgia. A Catarina soube desempenhar as suas funções, como sempre soube, não lhe davam era tempo de antena, por isso, só agora, conseguiu mostrar o que vale.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.10.2015 às 19:20

mas o Costa "papa-se" e essa udpista vomita-se

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D