Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Joana e os jornalistas

por Pedro Correia, em 31.01.19

qOtcckM8_400x400.jpg

 

Que tenha sido uma psicóloga, num espaço televisivo de comentário político, a revelar ao País aquela que foi até agora a notícia mais importante do ano, divulgando a lista dos megadevedores da Caixa Geral de Depósitos, paga com o dinheiro de todos nós, é algo que devia envergonhar toda a classe jornalística. A começar por alguns directores de publicações, que continuam a ser pagos a peso de ouro por empresas tecnicamente falidas.

Nas últimas duas décadas, proliferaram como cogumelos os jornalistas especializados na "área económica". Deviam ter sido estes - ao menos um deles - a difundir aos portugueses a informação que Joana Amaral Dias divulgou, prestando assim um autêntico serviço público. Tal como deviam ter sido eles a alertar em devido tempo para os riscos sistémicos da governação Sócrates, em irresponsável conúbio com o Grupo Espírito Santo, instrumentalizando e depauperando grupos empresariais como a PT e a CGD.

A diferença, neste caso, é que Joana Amaral Dias nunca aceitou férias milionárias na neve, pagas por Ricardo Salgado, que assim - durante anos - foi comprando o silêncio de directores e editores de órgãos "de referência" na comunicação social. Será também ela a revelar-nos um dia a tal misteriosa lista de avençados do Grupo GES que nenhum "jornalista de investigação" até hoje conseguiu trazer a público?

Autoria e outros dados (tags, etc)


84 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 01.02.2019 às 00:01

Vara é culpado. De tal maneira que está a cumprir pena. Considerado culpado por todas as instâncias judiciais.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.02.2019 às 09:01

Estar a cumprir pena não é o mesmo que ser culpado. Quantas pessoas por exemplo nos EUA, vários anos depois de estarem a cumprir pena após exames de ADN, foram consideradas inocentes!

Foi considerado culpado por todas, quantas? 11? Em relação a outro assunto, no CSM houve uma votação 8 contra 7. Mais claro é difícil.

Você foi lá ver o que está no processo e como eles chegaram a certas conclusões?

Embora ainda não tenha terminado e estando Lula já preso é grave, Lula também foi considerado culpado e várias pessoas de diferentes áreas afirmaram não haver no processo prova nenhuma concreta que o triplex seja dele. Talvez o juiz tenha poderes especiais que o comum dos mortais não tenha. Se não sabe devia saber que os tribunais têm um poder praticamente absoluto, fazem o que querem.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 01.02.2019 às 09:23

Estar a cumprir pena é ser culpado.
Foi condenado em 2014 pelo Tribunal de Aveiro.
Viu a condenação ser confirmada em 2016 pela Relação de Aveiro.
E avalizada em 2018 pelo Tribunal Constitucional, que rejeitou o recurso apresentado pelo advogado de defesa.

O processo transitou em julgado, com sentença condenatória.
É culpado.

Grave é haver quem, como você, não acredita nos tribunais.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 01.02.2019 às 11:43

Vara foi considerado culpado com base em prova indiciária, não com base em prova real.
Ou seja, não foi produzida prova objetiva de que ele tenha cometido o crime de que foi acusado. Apenas foram aduzidos factos que, por serem considerados estranhos, indiciam um crime. Esse crime foi portanto presumido, não provado.
Em face disto, acredita no tribunal quem quiser. Eu, não.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.02.2019 às 12:15

Eu dei-lhe exemplos concretos que estar a cumprir pena não é o mesmo que ser culpado e você insiste.

O TC só avalia questões constitucionais, não tudo. Na prática foi houveram duas decisões.

Lembra-se do Isaltino Morais, se não se lembra veja a diferença entre a condenação inicial e a final. São mesmo parecidas! Porque razão a ultima é a correcta?

Vamos ver em que você acredita:
- Acredita nos políticos?
- Acredita nos antigos gestores da CGD?
- Acredita em determinados ex-banqueiros?
- Acredito na justiça mesmo quando uns dizem uma coisa e outros outra?

Estou a ver que apenas acredita na justiça. O mundo real é imperfeito.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D